Não é novidade para ninguém que, com o passar dos anos, a tendência é o mercado de trabalho (e o setor comercial em geral) acirrar cada vez mais a concorrência. Neste cenário, ganham destaque as profissões e metodologias de trabalho que se adaptam às novas realidades, como a Administração Estratégica.

Com o intuito de responder essa pergunta, preparamos um conteúdo para explicar a definição de Administração Estratégica, detalhando o seu conceito, as suas etapas e benefícios, a atual situação do mercado de trabalho e muito mais. Boa leitura!

O que é Administração Estratégica?

A palavra “administração”, no mundo dos negócios, nos remete às práticas de planejamento que visam gerir um empreendimento qualquer. Já a palavra “estratégia” tem por definição a utilização de planos, métodos ou manobras que visam alcançar um determinado resultado.

Desse modo, Administração Estratégica é o conjunto de medidas que a cúpula gestora de uma empresa ou instituição toma com o intuito de garantir o seu bom desenvolvimento a longo prazo.

Principal objetivo da Administração Estratégica

Sem dúvidas, o maior objetivo dessa metodologia de trabalho é antever os desafios e, com base em estudos e planejamento, buscar executar medidas que assegurem o adequado crescimento do negócio.

Para exemplificar, vamos considerar um empreendimento do setor têxtil que tenha o seu foco na fabricação de uniformes escolares e para empresas em geral.

Em um cenário de pandemia de coronavírus, em que pouquíssimas organizações continuam a contratar novos funcionários, e as escolas estão com as aulas suspensas, esse negócio, sem dúvidas, sofrerá graves consequências financeiras, já que seus clientes vão parar momentaneamente de fazer pedidos.

É nessa hora que a Administração Estratégica entra em ação, visando a garantir que essa empresa não pare com a produção e se mantenha ativa mesmo durante a crise. Mas como?

Uma possível ação adotada pela Administração Estratégica nesse cenário é a readequação da produção, passando, agora, a fornecer Equipamentos de Proteção Individual para hospitais, clínicas e sociedade em geral.

Dessa forma, a empresa consegue se manter viva mesmo em tempos em que os seus tradicionais clientes param de solicitar seus serviços.

5 etapas da Administração Estratégica

A administração empresarial costuma dividir essa forma estratégica de trabalho em 5 etapas: 

  • análise do ambiente; 
  • estabelecimento de uma diretriz organizacional; 
  • formulação de estratégias organizacionais; 
  • implementação de estratégias organizacionais;
  • controle estratégico.

Veja cada um com mais detalhes a seguir.

1. Análise do ambiente

É nessa fase que os administradores ficam responsáveis por, em um primeiro momento, identificar e, em seguida, monitorar os riscos atrelados às oportunidades que surgem pelo ambiente em questão.

Vale lembrar que, nessa etapa, é fundamental que a equipe de trabalho saiba reconhecer todos os níveis de ambiente que existem na empresa ou instituição. Somente assim, todas as oportunidades serão devidamente encontradas, analisadas e aproveitadas.

2. Estabelecimento de uma diretriz organizacional

Estabelecer uma diretriz organizacional (em outras palavras, uma meta a ser alcançada) nada mais é do que determinar o objetivo da empresa e a sua respectiva missão.

Um ponto que merece ser pautado nessa fase é a definição, com muita clareza, do objetivo traçado. Isso, porque objetivos que não são tão claros fazem com que as metas pensadas, muitas vezes, sejam inalcançáveis ou, pelo menos, inviáveis para a realidade da empresa.

Eligis - teste vocacional e profissional

3. Formulação de estratégias organizacionais

Com a segunda etapa devidamente realizada, a formulação de estratégias organizacionais visa identificar/estudar um conjunto de medidas que assegurem que o objetivo e a meta estabelecidos serão atingidos.

4. Implementação de estratégias organizacionais

A quarta etapa é a execução do que foi pensado na terceira fase. Ou seja, é nesse momento que são colocadas em prática todas as estratégias organizacionais elaboradas pela equipe de administradores.

5. Controle estratégico

Por fim, o controle estratégico é a etapa que monitora os resultados obtidos após a aplicação da Administração Estratégica.

Cabe ressaltar que a última fase também é de extrema relevância para o sucesso de todas as medidas tomadas, pois é nesse momento que são avaliados (a partir dos dados coletados) possíveis ajustes estratégicos, para garantir, assim, o alinhamento da realidade da empresa às suas necessidades.

Nessa fase, os administradores devem sempre lembrar quais eram a missão e o objetivo previamente estabelecidos, pois, somente assim, será possível avaliar se os resultados da produção da empresa estão compatíveis com as metas traçadas.

administração estratégica

Benefícios 

São vários os benéficos da Administração Estratégica. Dentre eles, podemos destacar:

  • antecipação das demandas de trabalho e problemas;
  • vantagens competitivas perante o mercado;
  • atividades desempenhadas que se alinham à capacidade da empresa;
  • desenvolvimento compatível com o real potencial da instituição;
  • sustentabilidade a longo prazo;
  • medidas tomadas com base em dados e pesquisas.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho vê com bons olhos os profissionais dessa área, até porque, como destacado acima, a aplicação da Administração Estratégica representa vários benefícios empresariais.

Aqui no Brasil, esses profissionais encontram boas oportunidades principalmente nas regiões Sudeste e Sul — mais precisamente, ao redor das capitais e grandes centros urbanos (São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis e Belo Horizonte).

Isso, porque, nessas cidades, há grandes polos industriais e comerciais, o que gera possibilidades de trabalho em variados setores, como os relacionados à administração.

Carreira em Administração Estratégica 

A carreira nessa área costuma seguir uma tendência. Isso, porque, no início, esses profissionais geralmente são contratados por empresas do mercado privado, as quais estão em busca de organização e planejamento sustentável.

Após alguns anos adquirindo experiência nesse cenário, é comum o administrador estratégico passar a trabalhar com consultorias, abrindo o seu próprio empreendimento e oferecendo serviços especializados na área administrativa.

Agora que você já sabe o que é Administração Estratégica, bem como quais são as suas etapas e a importância dela para a saúde financeira de uma empresa, fica mais simples concluir o quão valiosa essa metodologia de trabalho é para as instituições, assegurando o seu desenvolvimento mesmo em tempos de crise.

Gostou de aprender mais sobre o que é Administração Estratégica? Então, confira agora mesmo tudo sobre o curso de Recursos Humanos!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também