Se você é ligado nos problemas sociais que o nosso país enfrenta e gostaria de encontrar soluções para resolvê-los, o curso de Gestão de Políticas Públicas pode ser uma ótima opção no seu caso! Ele está relacionado a essa área e oferece oportunidades incríveis de trabalho.

Por mais que se interesse pelos assuntos sociais, nem sempre a pessoa quer envolver-se diretamente com a política. Sendo assim, uma maneira de estar por dentro do tema é tornando-se um gestor de políticas públicas. Quer saber mais sobre o curso e a profissão? Então, continue a leitura, pois, neste post, contamos tudo o que você precisa entender. Vamos lá?

Gestão de políticas públicas: o que é?

Já ouviu falar em gestão de políticas públicas? É importante falar que essa carreira é diferente da administração pública. Se você não sabe a diferença, fique tranquilo, pois explicamos isso um pouco mais à frente.

Voltando ao assunto, essas atividades são relacionadas ao diagnóstico, planejamento, à execução e avaliação de políticas e ações promovidas pelo governo em todas as suas esferas — municipal, estadual e federal.

São as políticas públicas que criam as soluções para resolver os problemas sociais, como os das áreas de educação, saúde, assistência social, lazer, transporte, segurança, meio ambiente e habitação. Para gerir todos esses projetos, é preciso um profissional específico.

Pois bem, o gestor de políticas públicas elabora as diretrizes que fazem parte dos programas que têm como objetivo melhorar os serviços prestados pelo governo à população. Dessa maneira, ele pode atuar em secretarias, empresas e órgãos governamentais.

Ele está capacitado para agir pela melhora das políticas já existentes ou traçar novas estratégias para resolver os problemas da comunidade, sempre conforme a viabilidade política, econômica e social.

Gestão de Políticas Públicas: curso

Quem quer seguir carreira em gestão de políticas públicas deve fazer o curso de graduação que leva o mesmo nome. O bacharelado tem duração de 8 semestres e exige estágio e trabalho de conclusão de curso (TCC). Além desse, há os cursos tecnológicos da área e as pós-graduações, que podem ser feitas também a distância (EAD).

Grade curricular 

A grade curricular do primeiro ano do curso conta com disciplinas de formação básica, como Administração, Ciências Sociais, Economia e Direito.

Conforme os períodos, as matérias são mais específicas sobre o setor público, com aulas de Estado e Políticas Públicas, Sociedade e Multiculturalismo e Marketing no Setor Público.

Diferenças para o curso de Administração Pública

Como dissemos, existem diferenças entre os cursos de Administração Pública e o de Gestão de Políticas Públicas. O primeiro apresenta disciplinas similares aos do curso de Administração de Empresas, porém aplicadas à governança pública e às organizações ligadas ao governo.

Já no segundo, o aluno estuda os problemas sociais e da administração pública, a fim de elaborar, implementar e avaliar os programas de políticas públicas para atender à demanda da coletividade.

gestão de políticas públicas

Gestão de Políticas Públicas: faculdades

É possível encontrar o curso de Gestão de Políticas Públicas em diversas faculdades por todo o país. Ao procurar a sua, certifique-se de que a instituição tenha o reconhecimento do MEC (Ministério da Educação), pois, se ela não tiver, o diploma emitido por ela não será válido, e você não poderá atuar na profissão. Dito isso, veja duas das principais universidades brasileiras que oferecem o curso.

Gestão de Políticas Públicas USP

A Universidade de São Paulo disponibiliza o curso de Gestão de Políticas Públicas em seu campus Escola de Artes, Ciências e Humanidades, que fica na capital paulista, em dois turnos: matutino e noturno. A carga horária total é dividida em aulas, trabalho e estágio.

Gestão de Políticas Públicas UFC 

O curso de Gestão de Políticas Públicas da Universidade Federal do Ceará também é em grau de bacharelado e tem duração de 8 semestres. Todos os anos, são aproximadamente 50 vagas oferecidas pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), na modalidade presencial e no turno vespertino. No total, o aluno deverá completar a carga horária de 3040 horas.

Mercado de trabalho 

O mercado de trabalho é cada vez mais favorável para o gestor de políticas públicas, já que o poder público vem, ao longo do tempo, criando ações e programas que visam a melhorar a vida da população. O profissional é contratado por prefeituras, secretarias e ministérios, com objetivo de estabelecer as políticas e administrar setores.

Uma das opções são os concursos públicos, que oferecem ótimos cargos e salários. Há também a possibilidade de contratação em cargos de comissão. Nesse caso, não é preciso passar no concurso. Muitas vezes, os estagiários que se dão bem conseguem ser contratados nesse regime.

Outra oportunidade de atuação é em ONGs, associações e fundações que requerem recursos públicos. Dessa maneira, elas precisam ter o profissional para ajudar na estrutura administrativa. Existem vagas por todo o país. Entretanto, a maioria se concentra em Brasília e na região Sudeste do país.

Gestor de políticas públicas: salário

Assim como todas as outras profissões, o salário do gestor público pode variar conforme o porte da empresa, a experiência do profissional, a região de atuação e outros tantos fatores. Para você ter uma ideia, um trainee de uma pequena empresa pode ganhar 1500 reais, enquanto um bom cargo em uma corporação grande tem a remuneração de mais de 6 mil reais mensais.

Carreira 

A carreira do gestor de políticas públicas é muito promissora, já que oferece muitas oportunidades de atuação. Isso significa que, se você não se der bem em determinada área, terá tantas outras para se identificar. Confira algumas delas a seguir:

  • consultoria — planejamento e implementação de ações que aumentam o desempenho de um setor ou das políticas públicas;
  • planejamento — elaboração de planos de ações e programas conforme a viabilidade econômica, política e social, além da avaliação dos efeitos das políticas adotadas nos diversos sistemas de alcance do governo, como saúde, educação, transporte e outros;
  • articulação — atua nas empresas privadas que prestam serviços promovendo a integração delas com os órgãos do governo como empresas de fornecimento de suprimentos para hospitais e escolas públicas;
  • projetos sociais — implementação de projetos fazendo a ponte entre a instituição e os órgãos governamentais.

O curso de Gestão de Políticas Públicas é uma opção para quem gosta de se envolver em gestão de projetos sociais. É uma maneira de de estar por dentro do assunto, ajudando a construir uma sociedade melhor para todos.

Ainda não sabe qual curso fazer? Aproveite que está por aqui, leia o que é o teste vocacional e saiba como ele pode ajudar!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também