Escolhendo a profissão para o seu futuro? Então, que tal a área de Recursos Humanos (popularmente conhecida como RH)? Cada vez mais relevante para o desenvolvimento organizacional, ela ainda causa dúvidas e incertezas em muitos vestibulandos. 

Por esse motivo, trouxemos um artigo para explicar a relevância desse campo de atuação — assim como as atividades relacionadas a ele — e revelar detalhes sobre a formação acadêmica necessária para seguir essa carreira. Acompanhe!

O que é Recursos Humanos

“Afinal, o que é Recursos Humanos?” — essa é uma pergunta compartilhada por muita gente, que sabe o quanto é comum a existência de um departamento de RH nas empresas, mas desconhece o real papel dele dentro dessas organizações.

De uma forma simplificada, podemos dizer que essa área lida com um aspecto interno dos negócios que é fundamental para qualquer empreendimento: os colaboradores. Isso, porque de nada adianta ter uma boa praça comercial, capital para investir, cartela variada de fornecedores, produtos/serviços de qualidade ou estratégias de marketing se você não tem funcionários comprometidos com os objetivos da companhia.

Quando não há engajamento e comunhão de ideias entre funcionários e empresa, não há produtividade, clima organizacional ou alcance de metas. Ao contrário, só há acúmulo de problemas que inviabilizam o trabalho dos empregados e afetam as chances de crescimento, lucro e expansão do local.

O setor de Recursos Humanos faz toda a diferença, pois atua como um mediador entre os dois lados, buscando soluções que proporcionem um melhor desempenho generalizado, de modo a elevar os indicadores internos e, ao mesmo tempo, garantir um ambiente corporativo mais inclusivo, atento às demandas dos colaboradores e capaz de desenvolver e estimular profissionais de diferentes categorias.

Curso de Recursos Humanos

Ocurso de Recursos Humanos — que é frequentemente ofertado também como Gestão em Recursos Humanos — é uma graduação tecnológica com duração de dois anos.

Isso significa que essa formação traz um foco maior nas atividades práticas, nos aspectos corporativos e nas competências estratégicas da profissão, preparando o estudante para a vivência laboral no mercado de trabalho. É por esse motivo que você tem disciplinas como:

  • Recrutamento e Seleção;
  • Legislação Trabalhista;
  • Liderança e Desenvolvimento de Equipes;
  • Divisão e Modelagem de Cargos;
  • Legislação Previdenciária;
  • Treinamento e Desenvolvimento Profissional;
  • Gestão de Métricas;
  • Fundamentos de Administração;
  • Fundamentos de Contabilidade;
  • Gerenciamento de Projetos.

Recursos Humanos: faculdade

A graduação em Recursos Humanos não é encontrada em universidades públicas, apenas nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, como aponta o próprio Ministério da Educação noportal dedicado aos dados coletados de todas as edições do Sisu. 

Por isso, quem deseja fazer esse curso deve pesquisar por faculdades particulares que o ofertem nas modalidades presencial e/ou a distância. Abaixo, você confere algumas delas:

Eligis - teste vocacional e profissional

Técnico em Recursos Humanos

Ao pesquisar na internet por um curso de RH, cedo ou tarde, você vai se deparar com algum tipo de curso técnico em Recursos Humanos, mas é importante ficar atento para não se confundir e achar que é tudo a mesma coisa, pois não é!

Para ter um diploma que lhe permita atuar em cargos de gestão e supervisão, participar de processos seletivos para trainee, ser aprovado em concursos públicos ou mesmo se candidatar a intercâmbios acadêmicos, é necessário fazer uma graduação na área.

Isso, porque o curso técnico, que é de nível médio, não lhe concede título nesse ramo e possibilita apenas uma atuação limitada no mercado, sempre em funções de assistência e assessoramento.

Mercado de trabalho

A área de Recursos Humanos conta com diversos segmentos nos quais você pode se especializar e ganhar experiência profissional, desenvolvendo diferentes trabalhos dentro das organizações. Abaixo, nós reunimos alguns deles para que você saiba mais sobre suas possibilidades de carreira. Confira!

Gestão de recursos humanos

A gestão de recursos humanos trata da administração do departamento. O profissional que atua aqui fica responsável pelo desenvolvimento de projetos, aprovação de orçamentos, monitoramento de métricas dos setores internos, acompanhamento periódico dos demais departamentos da companhia e estratégias para melhoria do clima organizacional.

Treinamento

Já o treinamento é o campo de atuação dedicado à inclusão de novos profissionais nas respectivas vagas em aberto, à apresentação aos princípios, valores, objetivos e normas internas da empresa e à capacitação para que assumam as funções e atividades específicas para as quais foram contratados.

Gestão de benefícios

A gestão de benefícios, por outro lado, diz respeito ao controle, planejamento, prospecção e aplicação de incentivos financeiros, educacionais, voltados para a saúde, relacionados ao lazer e afins, que são destinados aos colaboradores, como planos de saúde, convênios com faculdades, participação nos lucros, bonificação mensal, vale-compras etc.

O objetivo por trás disso é garantir que os funcionários não vejam o próprio salário como insuficiente para atender às necessidades que têm, pois esse é um dos principais motivos para o baixo engajamento com as atividades da empresa e o alto índice de rotatividade — isto é, um volume de demissões igual ou superior ao de contratações.

Seleção e recrutamento

entrevista recursos humanos

A seleção e o recrutamento são duas atividades que atraem muitos profissionais de RH. A primeira, por exemplo, está relacionada à contratação de novos talentos para vagas ociosas na empresa e ao preenchimento do banco de reservas para futuras oportunidades.

Já o segundo diz respeito à contratação para cargos estratégicos na companhia, o que demanda colaboradores com experiência, instrução acadêmica, habilidades técnicas e vivência em ambientes corporativos.

Para isso, eles realizam entrevistas, fazem convocações externas, promovem avaliações internas para potenciais promoções etc.

Recursos Humanos: salário

Conformelevantamento do site Vagas, o gestor de Recursos Humanos tem um salário médio em torno de R$ 3.801,00, mas pode ser remunerado com até R$ 6.287,00, de acordo com três fatores. O primeiro é o histórico do currículo, que mostra os locais em que você atuou, as funções que exerceu, os projetos com os quais se envolveu, o campo de atuação escolhido etc. Já o segundo é a extensão da formação acadêmica.

Isso, porque o RH está relacionado a muitas áreas, como aPsicologia (Organizacional), aGestão Financeira e aAdministração. Logo, é cada vez mais desejável que o profissional do meio não se restrinja apenas ao título de tecnólogo em Recursos Humanos, mas que também se capacite nesses segmentos.

Por último, há o porte da empresa. Afinal, organizações com atuação regional e nacional têm um volume maior de funcionários e, consequentemente, demandam não só mais ações internas do setor de RH, como profissionais mais experientes do ramo.

Como você viu, formar-se em Recursos Humanos é ter a garantia de desenvolver um trabalho indispensável para o mercado, independentemente do setor (industrial, varejo, atacado, farmacêutico etc.), e ter a possibilidade de uma formação continuada que aumenta as oportunidades e as conquistas profissionais.

Se você se interessou pelo curso e quer conferir outras instituições de ensino que o oferecem, aproveite para saber mais sobre algumas das melhores faculdades particulares do país e por que vale a pena estudar nelas!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também