Um dos cursos mais tradicionais da área das Ciências Humanas, a graduação em Sociologia, que também pode ser chamada de Ciências Sociais, é uma formação que desperta o desejo de vários estudantes, principalmente daqueles que gostam de filosofia e de questionar as relações sociais em geral.

Oferecido em diversas universidades espalhadas por todo o Brasil, esse curso é bem caracterizado por explorar ao máximo o pensamento crítico dos estudantes, desde o primeiro período até as últimas disciplinas antes da formatura.

Nesse contexto, com o objetivo de explicar o que estuda a sociologia, bem como para que ela serve e onde encontrar o curso, preparamos um conteúdo abordando tudo sobre as ciências sociais. Acompanhe!

O que estuda a sociologia?

A sociologia é a ciência que estuda a nossa sociedade em todas as suas camadas possíveis, isto é, desde questões de desigualdades (no quesito classe social) até as ciências políticas e a relação que a população tem para com os espaços públicos.

Em outras palavras, tudo que envolve relações humanas e as suas interações com a cultura, a vida cotidiana e os espaços são campos de estudos e análises da sociologia.

Para que serve a sociologia?

Ao contrário do que muitas pessoas, de forma equivocada, pensam, a Sociologia tem um papel fundamental para que uma sociedade permaneça em harmonia.

Isso porque o estudo dessa ciência permite-nos desenvolver o nosso pensamento crítico e questionar determinados padrões que até então eram tidos como verdade absoluta.

Para exemplificar, basta fazermos uma reflexão sobre o atual momento em que vivemos, quando, felizmente, assuntos como inclusão social e promoção da diversidade (em todos os níveis) ganham cada vez mais espaço na sociedade.

Esse movimento só foi possível com o desenvolvimento do pensamento crítico da sociedade como um todo.

Em relação às áreas de atuação de um sociólogo, podemos destacar:

  • criação de políticas públicas — trabalhando no sentido de promover a inclusão social;
  • assessoria a partidos políticos — ajudando a estreitar as relações entre povo e política;
  • antropologia — desenvolvendo pesquisas sobre o comportamento humano;
  • economia — analisando as condições da relação entre povo e distribuição de renda.

Curso de Sociologia

Podendo ser encontrado tanto no formato de licenciatura quanto de bacharelado, esse curso geralmente é concluído em até 4 anos, ou 8 semestres letivos, totalizando uma média de 2.400 horas de estudos acadêmicos.

Grade curricular

Considerando o curso de bacharelado oferecido pela Universidade Federal da Fronteira do Sul — UFFS, a grade curricular de Sociologia é a seguinte:

1º período

  • Leitura e produção textual I;
  • Matemática instrumental;
  • Iniciação à prática científica;
  • História da fronteira Sul;
  • Introdução ao pensamento social.

2º período

  • Leitura e produção textual II;
  • Estatística básica;
  • Sociologia I;
  • Pensamento político moderno;
  • Alteridade e etnocentrismo;
  • Introdução à informática.

3º período

  • Meio ambiente, economia e sociedade;
  • Sociologia II;
  • Antropologia social e cultural;
  • Pensamento político liberal e elitista.

4º período

  • Direitos e cidadania;
  • Sociologia III;
  • Antropologia estrutural;
  • Teorias políticas do século XX;
  • Introdução à economia.

5º período

  • Fundamentos da crítica social;
  • Fundamentos da educação;
  • Economia brasileira;
  • Sociologia IV;
  • Metodologia do ensino em Sociologia;
  • Estágio curricular supervisionado I. 

6º período

  • Didática geral;
  • Teorias da aprendizagem e do desenvolvimento humano;
  • Antropologia no Brasil;
  • Epistemologia das ciências sociais;
  • Estágio curricular supervisionado II;
  • Metodologia de pesquisa qualitativa;
  • Metodologia de pesquisa quantitativa;
  • Metodologia de pesquisa teórica em ciências sociais.

7º período

  • Trabalho de conclusão de curso I;
  • Estágio curricular supervisionado III;
  • Formação da sociedade brasileira;
  • Pensamento social no Brasil;
  • Ciência política no Brasil.

8º período

  • Trabalho de conclusão de curso II;
  • Língua brasileira de sinais (Libras);
  • Política educacional e legislação do ensino no Brasil;
  • Sociologia da educação.

Perfil do aluno

perfil sociologia

A própria grade curricular já nos demonstra que o estudante, para fazer esse curso, precisa apresentar habilidades nas áreas de Filosofia, História, Português e, acima de tudo, gostar bastante de leitura e interpretação de textos e contextos.

Faculdades de Sociologia

Veja, agora, algumas das faculdades que oferecem o curso de sociologia:

  • UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE (UERN);
  • PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO (PUC-Rio);
  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ (UEM);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS (UFPEL);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (UFSM);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO (UFRJ);
  • UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (UNB);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS (Unifal);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG);
  • UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU (FURB);
  • UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO (UNINOVE);
  • UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL (ULBRA);
  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE DARCY RIBEIRO (UENF);
  • PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS (PUC Minas);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS (UFG);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (UFBA);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (UFC);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS (Unifal);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA (UFV);
  • UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL (UNICSUL);
  • UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO (UNESP).

Mercado de trabalho

Sobre o mercado de trabalho, um sociólogo formado pode encontrar boas oportunidades de trabalho nos seguintes lugares:

  • secretarias municipais, estaduais e federais;
  • fundações e organizações não governamentais;
  • empresas de pesquisas eleitorais;
  • repartições partidárias;
  • universidades, escolas e centros de educação.

Carreira acadêmica

Vale ressaltarmos que muitos sociólogos investem na carreira acadêmica, seja atuando em universidades públicas, seja para trabalhar em centros de pesquisas.

Essa opção é bastante escolhida porque o estudo da sociologia tem forte relação com o processo de desenvolvimento das habilidades necessárias para ser um docente, o que geralmente acaba moldando o perfil do estudante para atuar em escolas, universidades e laboratórios de pesquisa.

Sendo assim, não é difícil, agora, enxergarmos o quão relevante o estudo da sociologia é para a manutenção das saudáveis relações sociais e o progresso da humanidade. É importante frisarmos, ainda, que os vestibulandos que desejam ingressar nessa graduação precisam gostar muito de história, filosofia e estudos culturais.

Vai fazer a prova do ENEM neste ano e ainda não sabe qual curso fazer? Então veja, agora mesmo, 5 dicas para ajudar na escolha do seu curso!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também