Quando você ouve falar em Biblioteconomia, já imagina uma pessoa solitária, arquivando livros e realizando um trabalho monótono? Errou! Essa graduação tem muito a oferecer à sociedade, pois, em meio a tantas pesquisas, descobertas científicas e obras clássicas, não é de estranhar que seja necessária uma área para cuidar de todo esse conhecimento produzido pela humanidade, não é mesmo?

Com o objetivo de ajudar na escolha da sua carreira, produzimos este artigo sobre ocurso de Biblioteconomia. Assim, você conhece a profissão, se informa sobre o mercado de trabalho e o salário e, quem sabe, inclui essa profissão nas suas opções!

O que é Biblioteconomia?

Biblioteca, você já sabe: é um conjunto de livros. A palavra vem do grego biblion (livro) + teke (caixa). Atualmente, ela designa tanto uma coleção de livros quanto um recinto ou um edifício em que eles são armazenados.

A Biblioteconomia é uma parte da Bibliotecologia — ciência que estuda a constituição e o funcionamento das bibliotecas — que se refere à armazenagem, ao acesso e à circulação dos livros. Por extensão, tudo o que é necessário para gerir uma biblioteca é estudado pelo bibliotecário.

Biblioteconomia: o que faz?

A área é associada ao conhecimento e à informação, e a documentação, organização e facilitação do acesso a livros, revistas e periódicos, impressos e digitais, seja em bibliotecas públicas ou privadas, seja em outros ambientes, como museus, agências de informação e institutos de pesquisa, são tarefas do bibliotecário.

A profissão foi regulamentada em 1962 por meio daLei nº 4.084. Para ser um profissional regulamentado, é preciso se registrar no Conselho Brasileiro de Biblioteconomia (CBB) ou em um dos Conselhos Regionais (CRB) após a obtenção do diploma de bacharel em Biblioteconomia.

Biblioteconomia: curso 

O curso de Biblioteconomia é oferecido na modalidade bacharelado e pode ser cursado presencialmente ou a distância.

O que um futuro bibliotecário estuda durante sua formação? Veja algumas das disciplinas do curso:

  • História do Pensamento Filosófico e Científico;
  • Introdução à Biblioteconomia e à Ciência da Informação;
  • Introdução à Informática;
  • Elaboração de Trabalhos Acadêmicos;
  • Língua Portuguesa;
  • Formação Social, Econômica e Política do Brasil;
  • Informática Aplicada à Biblioteconomia;
  • Inglês Instrumental 1;
  • Mediação da Informação e do Conhecimento;
  • Análise e Síntese da Informação;
  • História da Cultura e dos Registros do Conhecimento;
  • Representação Descritiva da Informação 1;
  • Estudos de Usuários e Necessidades de Informação 1;
  • Fontes e Disseminação da Informação 1;
  • Administração de Unidades de Informação;
  • Planejamento e Gestão de Serviços de Informação;
  • Formação e Desenvolvimento de Coleções;
  • Políticas Regionais de Informação e Cultura;
  • Semiótica da Informação;
  • Unidades de Informação, Públicas, Escolares e Especializadas;
  • Comunicação Científica e Métricas da Informação na Web.

Além de cursar disciplinas obrigatórias e eletivas, o estudante precisa cumprir estágio supervisionado, além de dedicar determinado número de horas às atividades extracurriculares, como participação em palestras, encontros e seminários, e entregar o Trabalho de Conclusão de Curso.

Eligis - teste vocacional e profissional

Faculdade Biblioteconomia

Entre as melhores faculdades de Biblioteconomia, estão:

  • Centro Universitário de Formiga (UNIFORMG);
  • Universidade Federal de Alagoas (UFAL);
  • Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO);
  • Universidade de Brasília (UnB);
  • Universidade Estadual de Londrina (UEL);
  • Universidade Santa Úrsula (USU).

Muitas outras universidades federais têm curso de Biblioteconomia: Pará, Goiás, Paraíba, Rondônia, Amazonas, Minas Gerais Rio Grande do Norte e mais! Algumas têm mais de 70 anos de tradição!

Existe, ainda, a possibilidade de encontrar o curso associado a áreas afins. Veja algumas opções a seguir.

Biblioteconomia e Ciências da Informação

  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Biblioteconomia e Gestão de Unidades da Informação

  • Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ);
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Biblioteconomia e Documentação

  • Universidade Federal da Bahia (UFBA);
  • Universidade Federal Fluminense (UFF).

Biblioteconomia EAD 

Sabia que dá para cursar Biblioteconomia a distância? Além de facilitar a vida do estudante, que consegue conciliar a faculdade com o trabalho, essa modalidade de ensino diminui despesas com transporte e alimentação fora de casa — e ainda existem universidades públicas entre as que oferecem Biblioteconomia EAD:

  • Universidade Federal de Sergipe (UFS);
  • Centro Universitário de Jaguariúna (UniFAJ);
  • Universidade de Caxias do Sul (UCS);
  • Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNICHAPECÓ);
  • Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO).

Concurso: Biblioteconomia

Sites de concurso, como o PCI Concursos, informam constantemente sobre vagas em aberto para bibliotecários. As prefeituras são as que mais recorrem a esse profissional, pois estão se adaptando, assim como os governos estaduais, à Lei nº 12.244, de 24 de maio de 2010.

A chamada Lei da Universalização das Bibliotecas determinava, à época, que, até 2020, todas as instituições de ensino do país deveriam contar com uma biblioteca com acervo de, pelo menos, um livro para cada aluno matriculado e um bibliotecário.

Com o prazo de adaptação das instituições chegando ao fim, muitas se apressam para atender à lei e contratar o responsável pela biblioteca.

Universidades públicas e órgãos do governo, inclusive nas Forças Armadas, abrem concurso para bibliotecário periodicamente.

Mercado de trabalho 

Viu como o mercado de trabalho, só no âmbito público, já é vasto? Acrescente os institutos de pesquisa, que têm que lidar com dados e informações, os centros culturais, as escolas particulares e mais um zilhão de empresas que necessitam de alguém para organizar e administrar a biblioteca!

O mercado de trabalho fica ainda mais aquecido em tempos de internet, o que demanda especialização e constante aprendizado para que os profissionais possam lidar com a digitalização do acervo e com o acesso a ambientes virtuais de aprendizagem, por exemplo.

Biblioteconomia: salário 

De acordo com o site Salário, o bibliotecário (ou bibliógrafo) ganha, em média, em São Paulo, R$ 3.964,61. Certamente, esse valor varia em relação a tempo de experiência (recém-formados costumam ganhar R$ 1.500,00), local de atuação e cargo exercido, entre outros fatores.

Um bibliotecário da USP recebe R$ 8.049,00 mensais. Nada mau para um concursado em início de carreira! Já na Estácio, o mesmo cargo não ultrapassa R$ 3.000,00 (os dados são do site Glassdoor).

Essa é uma carreira dinâmica, que exige concentração, organização e gosto pela leitura e pelo aprendizado. Quem cursa Biblioteconomia tem uma carreira de sucesso pela frente, apesar de não ser uma graduação tão concorrida.

Quer saber se você pode se dar bem na profissão? Um teste vocacional pode ajudar a responder!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também