A área de Relações Públicas (ou simplesmente RP, como é chamada) está bastante presente no mercado, sendo crucial para o bom andamento de milhares de negócios e projetos públicos e privados em todo o Brasil. Mesmo assim, é uma profissão pouco divulgada nos ambientes escolares, o que leva muito vestibulandos a não entenderem o que o profissional de RP faz nem onde pode atuar.

Por essa razão, resolvemos abordar esse segmento especial neste post para esclarecer tudo a respeito do curso de Relações públicas. Acompanhe e descubra os detalhes desse ramo!

O que é Relações Públicas?

Relações Públicas é uma área composta por profissionais que se dedicam todos os dias a formular a imagem mercadológica de pessoas físicas ou jurídicas que representam a fim de garantir que elas tenham uma marca sólida sem crises socioculturais ou problemas corporativos.

É por isso que eles são os encarregados de:

  • planejar as estratégias de relacionamento com o público-alvo;
  • controlar a comunicação com os meios midiáticos;
  • monitorar a percepção de valor do cliente nas mídias sociais;
  • realizar pesquisas de cunho cultural em diferentes localidades;
  • administrar projetos sociais para ganho de visibilidade.

Diferença entre Relações Públicas e Relações Internacionais

Devido à semelhança nos nomes, vários vestibulandos acabam achando que ambas as nomenclaturas são sinônimas, sendo utilizadas para se referirem à mesma área. No entanto, isso não é verdade, viu? Como dito há pouco, o campo das Relações Públicas está ligado à mídia e desenvolve um trabalho contínuo de criação, publicização e manutenção de uma marca, seja ela de uma organização, seja ela de uma pessoa pública.

Já o segmento das Relações Internacionais é focado na atividade política. Quem o estuda e se forma nele, se prepara para representar o próprio país — e os interesses dele — no exterior. Não é para menos que muitos integram comitês e organizações internacionais, monitoram de perto tratados e acordos comerciais, realizam visitas governamentais a outras nações e seguem a carreira de diplomatas, prestando concurso e atuando em consulados e embaixadas.

Eligis - teste vocacional e profissional

Relações Públicas: curso

O curso de Relações Públicas é um bacharelado de oito semestres no qual os alunos se aprofundam sobre:

  • aspectos gerenciais de marca e carreira;
  • história e evolução dos meios de comunicação;
  • instrumentos de medição de opinião pública;
  • estratégias de marketing para solidificação de imagem;
  • planejamento de comunicação organizacional.

É uma formação bastante dinâmica e que o estimula a pensar criticamente sobre a utilização dos meios midiáticos não só por instituições comerciais, mas também políticas e ideológicas. Abaixo, você tem a oportunidade de conferir algumas das matérias que fazem parte da grade curricular da graduação:

  • Publicações Institucionais;
  • Fundamentos da Comunicação Organizacional;
  • Gestão de Custos em Projetos;
  • Teoria da Comunicação;
  • Comunicação e Cultura;
  • Língua Portuguesa;
  • Elementos do Marketing;
  • Ética em Relações Públicas;
  • Comunicação Digital;
  • Produção de Eventos;
  • Imagem Institucional;
  • Responsabilidade Social e Corporativa;
  • Assessoria de Imprensa;
  • Pesquisa em Relações Públicas.

Relações Públicas: faculdade

Se você deseja fazer o curso de RP em uma universidade pública para não ter que arcar com os custos de mensalidades e matrículas ao longo da sua formação, fique tranquilo! Saiba que muitas faculdades oferecem essa graduação. Abaixo, você confere algumas delas:

  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • Universidade Federal de Goiás (UFG);
  • Universidade Federal de Santa Maria (UFSM);
  • Universidade Federal da Paraíba (UFPB);
  • Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Relações Públicas USP

Na edição de 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a Universidade de São Paulo se destacou como a instituição com as duas maiores nota de corte para o curso de Relações Públicas. Um feito obtido, segundo a rede de dados do Ministério da Educação, com os turnos matutino (com 796,21 pontos) e noturno (com 787,93 pontos) da graduação.

pessoas relações públicas

Relações Públicas EAD

Por se tratar de um curso da área de Ciências Sociais Aplicadas, mas especificamente do segmento de Comunicação Social, é comum encontrar a graduação em Relações Públicas sendo oferecida em instituições particulares nos formatos presencial e a distância — lembrando que, nesta última opção, ela costuma ter menos semestres a serem feitos, geralmente só seis ou sete.

Ou seja, você tem a possibilidade de fazer Relações Públicas EAD em um período de tempo reduzido e ainda ter seus horários em dias úteis livres tanto para trabalhar quanto para investir na sua formação extracurricular: fazendo cursos, workshops e treinamentos de idiomas, oratória e escrita, consultoria de imagem, comunicação digital, gestão de mídias sociais, marketing e relacionamento com o público etc.

Mercado de trabalho

O profissional de Relações Públicas pode atuar em empresas de qualquer setor, desde aqueles relacionados ao varejo e ao entretenimento até os que estão ligados à indústria e à agropecuária. Afinal, todos eles necessitam de assessoria de imprensa.

Ele também está presente em instituições bancárias, organizações culturais, órgãos públicos (federais, estaduais e municipais), partidos políticos, congregações religiosas, agências de publicidade e comunicação corporativa etc. Ou seja, é um campo bem vasto de trabalho no qual você pode ganhar experiência e fazer carreira.

Relações Públicas: salário

Dados da página Salário mostram que a área no Brasil é bem remunerada, com uma faixa salarial média de R$ 4.333,73, quase cinco vezes o valor do salário mínimo no país, que, em 2020, é de R$ 1.031,00. Além disso, um profissional do ramo tem uma jornada de trabalho bastante regular, com um total de 43 horas por semana.

No entanto, se você deseja atuar não só com a atividade representacional de empresas, mas sim com o gerenciamento do departamento de Relações Públicas — seja dentro de uma organização, seja em um agência especializada no segmento —, saiba que o gerente de RP ganha em torno de R$ 7.741,51.

Vale pontuar que em grandes corporações (como holdings e multinacionais), que muitas vezes têm todo um projeto de estabelecimento de imagem tanto em território nacional quanto em outras nações, sua renda pode atingir patamares ainda maiores, inclusive chegando a vencimentos que variam entre R$ 13.621,38 e R$ 21.673,59.

Deu para ver que as Relações Públicas são indispensáveis para qualquer empresa que deseja não só crescer financeiramente, mas ampliar sua influência no mercado e manter uma boa imagem para o público e a mídia, não é mesmo? Por isso, invista na sua formação e no desenvolvimento de competências profissionais para se destacar nesse segmento e poder atuar em grandes corporações!

E caso tenha interesse em ter uma segunda graduação para expandir seu campo de atuação e suas experiências de trabalho, aproveite para conhecer agora mesmo os cursos de Comércio Exterior e Gestão Financeira!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também