Grande parte das atividades de trabalho (seja em uma fábrica de veículos, seja dentro de um escritório) apresenta certos riscos para a saúde e o conforto das pessoas que as desempenham. Deste modo, foi preciso criar uma área específica para estudar medidas preventivas que garantissem o controle dos riscos nesses ambientes: a Segurança do Trabalho.

Curso oferecido em várias faculdades do Brasil, a Segurança do Trabalho é um ramo muito vasto, até porque, se pararmos para analisar, existem milhares de atividades trabalhistas que contém riscos ao operador. Mas você já sabe o que de fato é estudado no curso de Segurança do Trabalho?

Neste contexto, com o objetivo de apresentar os detalhes desse curso, preparamos um post explicando o que é Segurança do Trabalho, onde estudar, mercado de trabalho e outros. Acompanhe!

O que é Segurança do Trabalho?

Segurança do Trabalho é a área que visa estudar técnicas para a garantia da saúde das pessoas que trabalham em locais de risco (risco físico, biológico e químico). Desta forma, o principal objetivo da Segurança do Trabalho é implementar metodologias que visam:

  • identificar riscos de trabalho;
  • mapear e controlar riscos de trabalho;
  • desenvolver novos métodos de controle de riscos ocupacionais;
  • especificar a utilização de Equipamentos de Proteção Individual — EPIs e Equipamentos de Proteção Coletiva — EPC;
  • garantir a saúde, o conforto e o bem-estar em qualquer ambiente de trabalho por meio de análises técnicas.

Por que ela é importante?

Poucas pessoas sabem disso, mas o Brasil é o quarto país campeão mundial em acidentes de trabalho, ficando atrás apenas de China, Indonésia e Índia. Esse fato assustador evidencia que infelizmente a indústria em nosso país ainda peca no quesito segurança, vitimizando milhares de trabalhadores anualmente.

Nesse contexto, fica clara a importância de promover medidas que ajudem a reduzir os números de acidentes de trabalho, como é o caso de investir em mais educação na área de Segurança do Trabalho.

Segurança do Trabalho: o que faz?

O profissional que se forma no curso de Segurança do Trabalho está apto para executar as seguintes tarefas:

  • fiscalizar e monitorar os funcionários da empresa quanto à utilização de EPIs e EPC;
  • verificar se a empresa em questão segue todas as normas de segurança do trabalho;
  • identificar locais na empresa que apresentam riscos de trabalho;
  • informar a todos os funcionários quais são os locais da empresa onde há maior probabilidade de ocorrerem acidentes;
  • aplicar as normas regulamentadoras;
  • garantir que dentro da empresa haja uma política de promoção à saúde e conforto ocupacional.

Segurança do Trabalho: curso

Há diferentes modalidades desse curso, podendo o estudante optar em fazer um Tecnólogo em Segurança do Trabalho, Técnico em Segurança do Trabalho ou até mesmo Engenharia em Segurança do Trabalho.

Neste contexto, tanto o tecnólogo quanto a engenharia são cursos ofertados por Instituições de Ensino Superior (ou seja, os dois são classificados como um curso de graduação). Já o curso técnico não é uma graduação, ou seja, ele não é ofertado por universidades e faculdades, mas sim por instituições de ensino técnico.

Eligis - teste vocacional e profissional

Técnico em Segurança do Trabalho

  • concluído em até 2 anos (4 semestres);
  • não é necessário ter concluído o ensino médio;
  • ao se formar, o estudante recebe um certificado técnico.

Engenharia em Segurança do Trabalho

  • duração média de 4 anos e meio (9 semestres);
  • é necessário ter concluído o ensino médio;
  • dá ao formando um diploma de graduação.

Tecnólogo em Segurança do Trabalho

  • duração média de 3 anos e meio (7 semestres);
  • é necessário ter concluído o ensino médio;
  • o estudante recebe um diploma de graduação ao se formar.

Grade curricular

Confira agora algumas disciplinas que são cobradas durante o curso Tecnólogo de Segurança do Trabalho:

  • Administração de Segurança;
  • Comunicação Empresarial e Negociação;
  • Fundamentos de Saúde e Segurança no Trabalho;
  • Gerenciamento de Risco e Prevenção de Acidentes;
  • Gestão de Emergências e Primeiros Socorros;
  • Gestão de Projetos;
  • Gestão de Segurança e Análise de Processos Industriais;
  • Gestão Integrada da Qualidade;
  • Higiene e Saúde Ocupacional;
  • Sistemas de Qualidade e Meio Ambiente;
  • Sistemas de Segurança do Trabalho;
  • Técnicas para Utilização de Equipamentos de Medição;
  • Toxicologia Ambiental e Ocupacional;
  • Perícias Especializadas em Segurança do Trabalho;
  • Prevenção e Controle de Riscos de Máquinas e Equipamentos;
  • Saúde Ocupacional e Medicina do Trabalho;
  • Doenças Ocupacionais;
  • Biossegurança;
  • Equipamentos e Instrumentos na Segurança do Trabalho;
  • Fisiologia das Doenças Ocupacionais;
  • Segurança do Trabalho Agrícola, da Construção Civil, Hospitalar e Industrial.

Faculdades

Veja abaixo algumas faculdades que oferecem o curso de Tecnólogo em Segurança do Trabalho:

Mercado de trabalho

Como já destacamos acima, por se tratar de uma área bem vasta, o mercado de trabalho para os profissionais da Segurança do Trabalho sempre se mantém aquecido. Com isso, existem oportunidades para trabalhar em:

  • indústria automobilística (principalmente nas fábricas montadoras de veículos);
  • indústria metalúrgica (aciaria e processos de fabricação de materiais metais);
  • indústria petroquímica;
  • quaisquer atividades industriais que contenham riscos de trabalho.

Segurança do Trabalho: salário

Já em relação à remuneração, o profissional dessa área recebe uma média salarial de R$ 3000,00. Contudo, esse valor depende de vários outros fatores, tais como os anos de experiência do profissional, o tamanho da empresa e a cidade em questão.

Portanto, percebemos o quão importante o curso de Segurança do Trabalho é para a garantia da saúde e do conforto das pessoas enquanto desempenham tarefas de trabalho. Vale destacar ainda que, ao contrário de outras áreas que se tornam obsoletas com o passar dos anos, esse ramo é bastante promissor, já que sempre existirão postos de trabalho que representam riscos ocupacionais aos operadores.

Gostou de ler e aprender mais sobre o curso de Segurança do Trabalho? Então leia também sobre 5 dicas para ajudar na escolha do seu curso!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também