A topografia — fundamental para diversas áreas de estudo atualmente — evoluiu bastante ao longo dos anos, permitindo representar, com uma grande precisão, o relevo da Terra.

Para uma execução perfeita de uma obra, seja uma residência, seja uma rodovia, é necessário o trabalho de vários profissionais — entre eles, arquiteto, engenheiro civil e, claro, topógrafo.

Essa última é, sem dúvidas, uma função indispensável para o levantamento de dados, como longitude, altitude e tipo de terreno. O topógrafo, inclusive, trabalha na atualização de mapas e plantas de obras.

Quer saber mais sobre a topografia e entender melhor sobre curso e a profissão? Então continue lendo este artigo e aproveite! 

O que é topografia?

Quando se fala de topografia, refere-se a uma ciência que estuda os acidentes geográficos. Isso quer dizer que ela traduz detalhadamente as superfícies onde vão ser construídas as obras. A palavra “topografia” vem do grego e significa descrição de um local. Sabendo disso, você já consegue entender a base desse conhecimento.

Resumindo, antes que qualquer obra seja iniciada, é necessário o trabalho de um topógrafo para dar toda a base aos projetos de engenharia. Já parou para imaginar a importância que esse profissional tem na pavimentação de uma estrada? 

Por meio dos seus equipamentos de medição, ele é capaz de criar um relatório completo e preciso de todas as imperfeições existentes no terreno e, assim, indicar quanto de material tem que ser alocado em cada área.

Para que serve a topografia?

A topografia tem várias aplicações fundamentais para uma construção civil. A partir dela, consegue-se coletar inúmeras informações de um terreno, tais como:

  • relevo;
  • área;
  • localização;
  • limites entre terrenos;
  • amarração;
  • confrontantes;
  • posicionamento.

Tais dados são levados até os responsáveis pela execução do projeto, por meio de um documento conhecido como “levantamento topográfico”.

Mas, afinal, como a topografia auxilia na construção civil? Bom, um exemplo bem interessante que podemos apresentar aqui é quando há a compra ou a venda de um terreno, uma vez que todas as suas características devem ser passadas ao futuro dono.

Além disso, a topografia também é utilizada para subsidiar registros e licenciamentos junto a órgãos públicos. E, claro, quando o assunto é execução de projetos arquitetônicos, é importante destacar que a topografia tem uma função muito fundamental. Ela é necessária em diversas etapas, como:

  • escavações de terra;
  • demarcação dos limites do terreno;
  • demarcação do esquadro da obra;
  • locação de nivelamento dos furos de sondagem;
  • locação de pilares;
  • locação de estacas.

Por fim, saiba que a importância da topografia não para aí, afinal, ela também pode ser muito utilizada no pós-obra, quando é preciso analisar possíveis deslocamentos do solo.

topografia

Curso de topografia

A formação para se tornar um topógrafo passa pela conclusão de um curso superior ou técnico em Agrimensura.

Enquanto o curso técnico normalmente tem a duração de 2 anos, a graduação em Engenharia Cartográfica ou de Agrimensura pode chegar a 5 anos. Existem, também, algumas opções de curso tecnólogo na área, tendo duração bem parecida com a de uma graduação.

É importante destacar, ainda, que um engenheiro civil também consegue especializar-se na área da topografia. Ou seja, ele pode querer atuar como topógrafo, usando os conhecimentos que obteve na faculdade, da mesma forma que o engenheiro agrimensor.

Na grade curricular do curso, tanto superior quanto técnico, o estudante vai encontrar várias disciplinas relacionadas à área das exatas, lembrando que isso é comum nas engenharias. Então, podemos citar algumas delas:

  • Física;
  • Cálculo;
  • Desenho Técnico;
  • Topografia;
  • Desenho Topográfico;
  • Geoprocessamento;
  • Fotogrametria;
  • Geodésia;
  • Agrimensura;
  • Cartografia;
  • Georreferenciamento;
  • Sensoriamento Remoto.

As aulas práticas são muito interessantes. Assim que a teoria é assimilada, os alunos vão para os laboratórios ou para o campo fazer medições em obras. Vale ressaltar que o topógrafo, assim que pegar o diploma, tem registro no CREA (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia).

Onde estudar para ser um topógrafo?

São poucas instituições de ensino que ofertam a maioria dos cursos dessa área. O mais acessível e comum é o curso de Engenharia Civil, que acaba abrindo possibilidades para outras áreas.

Além de fazer a escolha do curso, também é importante pesquisar sobre a faculdade que você pretende ingressar. Então, consulte as avaliações no MEC (Ministério da Educação) para ter certeza de que é uma boa instituição.

Veja, a seguir, algumas dessas faculdades que são bem avaliadas e reconhecidas pelo MEC, para você estudar tanto presencial quanto a distância:

  • Universidade Cidade de São Paulo (UNICID);
  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA);
  • Universidade de Franca (UNIFRAN);
  • Cruzeiro do Sul Virtual (a distância);
  • Universidade Norte do Paraná (UNOPAR).

O que faz um topógrafo?

Esse profissional atua justamente nas medições para a construção civil. O topógrafo é o responsável pela descrição de terrenos, utilizando os métodos da topografia. Veja, a seguir, algumas das principais atividades do topógrafo:

  • demarcação de loteamento;
  • levantamento topográfico;
  • demarcação de obras;
  • marcação de rede de esgoto/água;
  • análise de terraplanagem.

Bom, agora que você já sabe o que é topografia, o que faz um topógrafo e quais são os cursos, veja com detalhes quais são as áreas de atuação desse profissional.

Áreas de atuação do topógrafo

A área de atuação do topógrafo é bastante ampla, e esse profissional vai poder exercer as seguintes funções:

  • executar avaliações e levantamentos topográficas de terrenos ou áreas, identificando todos os pontos significativos do relevo e, também, dos acidentes geográficos;
  • indicar o material que deve ser usado em determinada construção, considerando as condições do terreno;
  • fazer a agrimensura legal, analisando documentação legal de terrenos ou desapropriação e processos de inventários;
  • manejar os equipamentos geodésicos e topográficos;
  • criar plantas com lista de pontos, que tenha cotas e coordenadas;
  • coordenar equipes e projetos;
  • fazer o nivelamento geométrico;
  • acompanhar a execução dos serviços;
  • criar relatórios diários de obras.

Assim, o topógrafo vai poder atuar em saneamento, empresas de engenharia, construção civil, empresas de vendas de softwares e equipamentos, agricultura de precisão, órgãos públicos e privados, pavimentação e telecomunicações, por exemplo. Sem contar que ele também pode fazer pesquisas e consultoria.

Mercado de trabalho

A quantidade de oportunidades nessa área é imensa. Para onde se vai, depara-se com obras privadas e públicas de toda a sorte. Então, cada canteiro de obras ou construção é um local em potencial para a atuação desse profissional. Portanto, existem vagas na construção em secretarias de obras e infraestruturas e em órgãos públicos, por exemplo.

Claro que não podemos nos esquecer das construtoras privadas, tanto da área de obras de infraestrutura quanto de edifícios. Todas elas precisam do trabalho do topógrafo. Os segmentos de empresas que mais contratam esse profissional são:

  • serviços de engenharia;
  • serviços de cartografia, geodésia e topografia;
  • obras de terraplenagem;
  • construção de ferrovias e rodovias;
  • construção de redes e estações de distribuição de energia elétrica;
  • obras de montagem industrial;
  • construção de edifícios;
  • construção de obras de arte especiais.

Vale destacar, também, que a área da topografia é bastante atraente financeiramente. A média salarial desse profissional aqui no país é de R$ 2.132,63. Lembrando que a faixa salarial fica entre R$ 1.600,00 e R$ 5.000,00, aproximadamente. E, claro, no setor público, essa média é 19% maior do que a do setor privado.

Enfim, um curso de topografia pode fazer com que um novo mundo de oportunidades e possibilidades apareça para você. Com o domínio dos principais métodos, equipamentos, conceitos e as inovações do setor, o topógrafo pode facilmente assegurar a sua posição em um mercado bastante concorrido.

E aí, gostou do texto e quer continuar aprendendo em nosso blog? Então, aproveite a visita para conhecer 5 dicas para escrever de forma correta o seu perfil profissional!

Eligis - teste vocacional e profissional
Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também