Graduação que infelizmente ainda é ofertada por poucas universidades brasileiras, a Engenharia Têxtil é basicamente um curso de nível superior voltado para o estudo científico dos variados processos que envolvem a fabricação de tecidos.

Mesmo sendo bastante conhecida em determinadas regiões brasileiras (principalmente na região Sul), essa formação desperta a curiosidade de muitos estudantes, os quais se questionam sobre como é o curso de Engenharia Têxtil, quais universidades oferecem essa graduação e como é o mercado de trabalho para essa área.

Se você também está curioso, prossiga a leitura!

O que é Engenharia Têxtil?

Engenharia Têxtil é um tipo de formação acadêmica capaz de profissionalizar o estudante na área da indústria do tecido, o que engloba desde estudos sobre fibras e tecidos até o planejamento da rede de máquinas da linha de produção de uma fábrica.

Curso de Engenharia Têxtil

Graduação que leva em média 5 anos para ser concluída (ou 10 semestres letivos), o curso de Engenharia Têxtil é o grande responsável por fomentar os estudos acadêmicos em confecção de roupas e demais artigos de vestuário em geral.

Além disso, a partir dessa área é possível desenvolver tecidos cada vez mais resistentes e mais leves, visto que um dos principais focos de estudos desse curso é o aprimoramento de tecidos de alta tecnologia, os quais apresentam boas demandas em variados setores da indústria.

Eligis - teste vocacional e profissional

Grade curricular

A grade curricular de qualquer curso de nível superior pode variar consideravelmente conforme a instituição de ensino ofertante.

Deste modo, tendo como exemplo o curso disponibilizado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná — UTFPR, a grade curricular de Engenharia Têxtil é distribuída da seguinte forma:

1º Período

  • Cálculo Diferencial e Integral 1;
  • Química;
  • Geometria Analítica e Álgebra Linear;
  • Desenho Técnico;
  • Leitura e Produção Textual;
  • Introdução a Engenharia;
  • Fundamentos de Programação.

2º Período

  • Cálculo Diferencial e Integral 2;
  • Física 1;
  • Mecânica Geral 1;
  • Materiais de Engenharia;
  • Comunicação Oral e Escrita;
  • Química Orgânica;
  • Fibras Têxteis;
  • Humanidades, Ciências Sociais e Cidadania 1.

3º Período

  • Cálculo Diferencial e Integral 3;
  • Física 2;
  • Fenômenos de Transporte 1;
  • Mecânica Geral 2;
  • Equações Diferenciais Ordinárias;
  • Probabilidade e Estatística;
  • Tecnologia da Fiação;
  • Humanidades, Ciências Sociais e Cidadania 2.

4º Período

  • Física 3;
  • Cálculo Numérico;
  • Ergonomia;
  • Fundamentos de Engenharia de Segurança no Trabalho;
  • Tecnologia da Tecelagem e Padronagem 1;
  • Fenômenos de Transporte 2;
  • Controle de Qualidade Têxtil;
  • Princípios de Resistência dos Materiais;
  • Fundamentos de Elementos de Máquinas;
  • Humanidades, Ciências Sociais e Cidadania 3.

5º Período

  • Termodinâmica;
  • Eletricidade;
  • Tecnologia da Tecelagem e Padronagem 2;
  • Tecnologia de Malharia 1;
  • Tecidos Técnicos;
  • Introdução à Confecção;
  • Pesquisa Operacional;
  • Metodologia da Pesquisa;
  • Tecnologia da Texturização;
  • Ciências do Ambiente.

6º Período

  • Tecnologia de Malharia 2;
  • Tecnologia de Não Tecidos;
  • Beneficiamento Primário Têxtil;
  • Tecnologia da Confecção 1;
  • Administração Geral;
  • Tecnologia e Sistemas de Informação;
  • Planejamento e Controle da Produção;
  • Economia;
  • Organização da Produção.

7º Período

  • Tecnologia do Tingimento;
  • Tecnologia da Estamparia;
  • Tecnologia da Lavanderia Industrial;
  • Tecnologia da Confecção 2;
  • Localização e Arranjo Físico;
  • Planejamento e Projeto de Produto;
  • Gestão de Projetos;
  • Organização e Sistemas de Trabalho;
  • Gestão de Pessoas;
  • Profissionalizantes Específicas Optativas 1.

8º Período

  • Tecnologia da Confecção 3;
  • Logística;
  • Engenharia da Qualidade;
  • Engenharia Econômica 1;
  • Gestão de Custos;
  • Projetos Industriais Têxteis;
  • Controle de Qualidade na Confecção;
  • Profissionalizantes Específicas Optativas 2.

9º Período

  • Empreendedorismo;
  • Métodos Estocásticos e Simulação;
  • Gestão da Manutenção;
  • Sistemas de Gestão Ambiental;
  • Trabalho de Conclusão de Curso 1;
  • Profissionalizantes Específicas Optativas 3.

10º Período

  • Trabalho de Conclusão de Curso 2;
  • Estágio Curricular Obrigatório.

É interessante citarmos ainda que todas as disciplinas correspondem apenas à carga horária obrigatória, isto é, para o aluno de fato concluir o curso, é necessário ainda concluir uma carga horária de matérias eletivas e optativas, as quais cada estudante tem autonomia para escolher.

O que faz um engenheiro têxtil?

engenheiros têxtil

Entre as várias funções que um engenheiro têxtil assume podemos destacar:

  • liderar equipes de pesquisas para a criação de novos tecidos;
  • participar do projeto industrial de uma fábrica de tecidos;
  • desenvolver produtos específicos para cada setor industrial, como: coberturas para o cultivo de hortaliças, redes para pesca, tecidos impermeabilizantes para o solo, roupas que resistem aos efeitos de alguns produtos químicos, equipamentos de proteção individual;
  • aumentar a eficiência dos métodos de produção têxtil em geral.

Perfil do profissional

Por ser um curso de Engenharia, o principal perfil desse profissional é a habilidade de interpretar processos padronizados, os quais exigem um apurado raciocínio lógico.

Outra característica profissional que essa área demanda é a afinidade em entender os processos físicos e químicos que envolvem a produção de tecidos em geral.

Faculdade de Engenharia Têxtil

São exemplos de faculdades que ofertam o curso de Engenharia Têxtil:

  • Universidade Estadual de Maringá;
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte;
  • Universidade Federal de Santa Catarina;
  • Faculdade SENAI CETIQT (RJ);
  • Centro Universitário da Fundação Educacional Inaciana Padre Sabóia de Medeiros.

UFSC

Sendo ofertado no campus da cidade de Blumenau, a Engenharia Têxtil na Universidade Federal de Santa Catarina disponibiliza 35 vagas por semestre, sendo a entrada dos estudantes condicionada pela participação do Enem ou pela realização do vestibular.

Por ser um estado que tradicionalmente faz parte do polo industrial de tecidos do Brasil, esse curso na UFSC é um dos melhores do país, recebendo anualmente conceito máximo do MEC em qualidade de ensino e pesquisa.

Engenharia Têxtil: salário

A remuneração dos engenheiros no Brasil é regulamentada pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia — CREA, que estipula 8,5 salários mínimos para os engenheiros que desempenham uma jornada de 8 horas de trabalho.

Deste modo, o salário de um engenheiro têxtilvai de R$ 2.000,00, no caso de assistentes, epode alcançar R$ 8.882,50 mensais.

Mercado de trabalho

Engana-se quem acha que o engenheiro têxtil concentra suas atividades em uma fábrica de tecidos. Isso porque além de atuar nesse setor, esse profissional tem campo para trabalhar em outras indústrias, tais como:

Portanto, com a leitura deste post, ficou mais fácil de entendermos como é o curso de Engenharia Têxtil e onde ele é ofertado no Brasil. Além disso, concluímos também que, por se tratar de uma graduação em Engenharia, essa carreira exige bons conhecimentos em Matemática, Física e Química.

Gostou de aprender mais sobre a graduação em Engenharia Têxtil? Confira agora então como é o curso de Engenharia Mecânica!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também