Alguma vez, você já se perguntou o que é CEO? Aparecendo cada vez mais em matérias jornalísticas, notícias do mercado e anúncios publicitários de grandes marcas mundiais, essas três letras costumam causar muita dúvida em quem desconhece como funciona a hierarquia de uma empresa e as funções que existem dentro dela.

Afinal, nem sempre é fácil entender a relação delas com o mundo dos negócios, quanto mais identificar o que é preciso para chegar a essa posição ao longo da carreira.

Por conta disso, trouxemos um post que vai esclarecer o assunto e deixá-lo a par dos bastidores do meio corporativo. Confira!

O que significa CEO e qual é a importância dele?

Um Chief Executive Officer — ou CEO, como é mais conhecido por conta da abreviação — é o termo da língua inglesa usado para representar o cargo de diretor executivo de uma organização, independentemente do setor dela, que se popularizou (e muito) no meio corporativo nas últimas décadas.

Esse profissional tem a missão de comandar toda a empresa, o que envolve a estruturação de departamentos, as estratégias de marketing, o escopo de projetos, a cultura e os valores organizacionais, as instalações de filiais e franquias etc.

Porém, ele também vai muito além desses afazeres. O CEO é quem orienta a companhia para o futuro, de acordo com as tendências e previsões do mercado.

Ele orquestra novos negócios, expande os serviços para outros setores mercadológicos, planeja a abertura de capital, traça um planejamento de reconhecimento e autoridade da marca ao longo dos anos, coordena pesquisas de inovação tecnológicas e produtividade sustentável e muito mais.

Tudo isso com o objetivo de garantir não só o lucro e a dianteira da organização frente às concorrentes, mas, acima de tudo, a expansão comercial e a sobrevida da instituição em meio às constantes mudanças econômicas, mercadológicas, climatológicas e socioculturais do mundo. É por isso que esse é um cargo de suma importância.

Eligis - teste vocacional e profissional

Como o CEO se diferencia de outros cargos de liderança?

Diversas empresas costumam ter, no topo hierárquico delas, o cargo de presidente, diretor ou gestor. São funções que exercem atividades diferentes, mas que, em geral, se diferenciam do papel de Chief Executive Officer por alguns pontos importantes.

Um bom exemplo disso é que o trabalho deles, de uma forma geral, é mais voltado para questões internas, buscando soluções para problemas financeiros, logísticos, legais ou com recursos humanos. Dessa forma, buscam garantir a melhor performance da companhia e maximizar os lucros dela.

Já o CEO envolve, sim, tudo isso, mas dedica muito mais tempo e empenho às questões externas à empresa, que serão cruciais para a continuidade dela nos próximos anos. Outro diferencial é que a administração e o encaminhamento de demandas ocorrem sempre de forma vertical.

Ou seja, quem está nesses papéis de liderança passa projetos, mudanças organizacionais, projeções de metas e afazeres para a supervisão dos setores, que, por sua vez, repassa para os funcionários de cada ramo.

O CEO não necessariamente segue essa linha tradicional com intermediários na comunicação. Muitos apostam justamente em um maior dinamismo e na proximidade com toda a base de trabalhadores.

Além disso, esses cargos obrigatoriamente prestam retorno periódico sobre o andamento dos negócios ao conselho de acionistas, aos diretores ou investidores — atividade que não é exercida pelo CEO, pois este faz parte desses conselhos.

CEO de uma empresa

Perfil profissional do CEO

Todo CEO precisa ter um leque diverso de habilidades e competências para se sair bem na posição que ocupa, já que, além de ser o nome que representa a empresa no mercado e na mídia, ele também é um modelo a ser seguido pelos colaboradores.

Entre elas, podemos citar:

  • a inteligência emocional;
  • a alta capacidade adaptativa;
  • a visão criativa e inovadora para negócios;
  • a aptidão com números e aspectos financeiros;
  • o elevado comprometimento com as próprias metas;
  • a boa articulação verbal.

Como ser um CEO?

A posição de CEO da empresa não requer uma formação predeterminada, pois não se trata de uma área de atuação com órgãos federais e regionais que a fiscalizam, como acontece com os advogados, médicos, psicólogos, engenheiros, arquitetos etc.

Ao contrário, como já pontuamos, trata-se de um cargo no meio corporativo que pode ser exercido pelo fundador da companhia, um acionista, alguém contratado especificamente para a função, ou mesmo algum colaborador com a função de diretor ou gestor que foi promovido.

Contudo, não só é recomendado, como também desejado pelas instituições que o profissional cotado para ser CEO tenha, além da experiência de trabalho em funções de comando administrativo, uma qualificação acadêmica que o conceda o embasamento necessário sobre gestão de negócios e um amplo conhecimento do mercado.

É por isso que as pessoas que desejam chegar a esse patamar na carreira buscam por graduações como Administração, Ciências Contábeis e Economia, para, em seguida, iniciar uma especialização e/ou um MBA nesses campos.

Afinal, os três cursos citados ajudam elas a se aprofundarem nesses assuntos e ainda as estimulam a aprender sobre investimentos, sistema financeiro, política fiscal, projeções econômicas de mercado, capital humano e planos de negócios.

Caso você tenha interesse em fazer um deles, saiba que pode encontrá-los nas seguintes instituições:

Mercado de trabalho

Embora seja possível encontrar empresas nos mais diferentes setores, desde a agropecuária até o de serviços, a verdade é que não são todas as organizações que contam com um CEO.

Na realidade, esse cargo é mais presente em companhias de grande porte, que têm atuação em todo o território nacional e, em muitos casos, também, no mercado internacional.

Isso se deve justamente ao que falamos a respeito das atividades que ele exerce nesses locais — que são voltadas a garantir a expansão e solidez da marca nas praças comerciais.

A boa notícia é que, segundo o levantamento digital do Sebrae, há cerca de 1.934.709 empresas nesse perfil apenas no Brasil. Portanto, há muitas possibilidades profissionais para quem deseja qualificar-se e, no futuro, seguir carreira como CEO.

Agora que você já sabe o que é o CEO de uma empresa, o que ele faz e qual formação pode ajudá-lo a trilhar o caminho até esse cargo, comece a planejar a sua carreira. Afinal, capacitar-se academicamente e ser um profissional de destaque no mercado é essencial para ocupar posições de notoriedade em qualquer companhia!

Já que estamos falando sobre um importante papel de comando nas organizações, aproveite para saber mais sobre o que é administração estratégica e administração financeira!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também