Você sabia que existem profissões que não precisam de faculdade? Com a expansão da internet e do home office, elas cresceram ainda mais nos últimos anos, e muitas estão em alta, com ótimos salários. Seja no ramo de tecnologia, de exploração de petróleo ou, até mesmo, no artesanato, as profissões são exercidas por pessoas determinadas e com foco no aprendizado.

Para você se destacar em uma delas, selecionamos, neste post, 11 profissões que dispensam curso superior, mas que sempre necessitam de algum curso, seja ele técnico ou específico da área. Confira!

Profissões que não precisam de faculdade

Apesar da importância do curso superior em muitas profissões, existem algumas especialidades que podem ser exercidas por meio do talento pessoal e da busca constante por aperfeiçoamentos, seja em cursos online, seja por meio da prática diária.

De olho em seu sucesso pessoal e profissional, elencamos algumas que certamente poderão ser bem atrativas. Afinal, são profissões em alta no mercadoe com alto grau de empregabilidade. Veja abaixo:

1. Desenvolvedor de aplicativos

Quem é fã do mundo digital e conhece a linguagem de programação, como Java ou Kotlin, pode desenvolver aplicativos, sugerindo ideias para empresas.

Muitos jovens empreendedores estão se destacando nessa área, colocando em prática ideias revolucionárias, inclusive conquistando investidores.

Há diversos cursos técnicos na área, auxiliando no aprimoramento da profissão. Aliás, o ramo de tecnologia é altamente atrativo, indo do desenvolvimento de games a outros tipos de programações.

Além de poder atuar em empresas, com salários acima de R$ 3.500, esse profissional tem a possibilidade de enriquecer, caso o aplicativo criado obtenha sucesso.

2. Fotógrafo

A fotografia também está em alta nos sites de e-commerce. Afinal, os produtos precisam ser fotografados, e as imagens tratadas para atrair mais clientes.

Além desse segmento, o profissional pode atuar com arquitetura, eventos, imprensa, gastronomia, entre outros segmentos. Além de um olhar sensível e conhecimento dos equipamentos e softwares de edição, é necessário um bom networking.

Para ser fotógrafo, há cursos online e também presenciais, sendo a maioria técnico, sem a exigência de curso superior.

fotógrafo profissão que não precisa de faculdade

3. Cabeleireiro/barbeiro

O ramo de belezadeu um boom nos últimos anos, e muita gente aproveitou disso para fazer cursos na área. Quem quer ser cabeleireiro ou barbeiro não precisa de curso superior e pode obter o conhecimento por meio de aulas técnicas.

Os ensinamentos são teóricos e práticos, ou seja, é preciso ser presencial, pois o aluno coloca literalmente a mão na massa e aprende cortando o cabelo de voluntários.

Atualmente, os cortes variam de R$ 10 a R$ 40, e muitos profissionais conseguem faturar mais de R$ 300 por dia. Afinal, existem outros serviços, e o setor não enfrenta crises.

4. Youtuber

Essa é uma profissão que necessita de tempo, pois são necessários inscritos no canal para acontecer a rentabilização. Porém, quem tem boas ideias pode faturar antes como influenciador digital.

São necessários bons equipamentos, conteúdos de qualidade, criatividade e conhecimento dos softwares de edição. É uma das novas profissões que atraem imensamente os jovens. E o melhor: você poderá trabalhar no aconchego do lar!

5. Cozinheiro

A gastronomia nunca esteve tão em alta como na atualidade. Seja como auxiliar ou chef, muita gente se destaca na área após concluir um curso técnico.

É uma profissão desafiadora, com uma carga horária maluca, mas que tem bons rendimentos para quem se destaca. Os empregos estão em restaurantes, padarias, lanchonetes etc.

Eligis - teste vocacional e profissional

6. Redator web

Você escreve bem e gostaria de ser redator web? Pois é possível ganhar dinheiro na internet como freelancer. A única exigência é ser aprovado em avaliações de cursos online sobre produção de conteúdo web ou revisão.

Após esse passo, você pode integrar o time de plataformas digitais que vendem textos para sites e blogs, com rendimentos que podem ultrapassar os R$ 3.000. É um trabalho home office e que exige muita disciplina e respeito às normas da Língua Portuguesa.

7. Operador de exploração de petróleo

Além do universo digital, há salários de profissões que pagam bem no ramo petrolífero, sem a necessidade de faculdade. Exemplo é se tornar operador de exploração de petróleo.

Para isso, há cursos técnicos na área, muitos oferecidos pelas empresas contratantes ou escolas que têm tradição no segmento. O trabalho, muitas vezes, é em plataformas em alto mar e chega a pagar mais de R$ 4.000 por mês.

8. Bombeiro civil

Em empresas ou eventos, o bombeiro civil está em alta no mercado, pois muitas novas resoluções de segurança exigem a presença do profissional.

Para entrar no ramo, existem cursos técnicos com aulas teóricas e práticas, inclusive com simulações de situações reais de salvamento. A profissão tem salários fixos e por hora trabalhada. Uma escala de 12 horas de um bombeiro civil gira em torno de R$ 250.

9. Artesanato

Quem faz artesanato tem conquistado cada vez mais clientes na internet. Vendendo nas redes sociais ou em sites próprios, o segmento é uma alternativa que também dispensa faculdade.

No entanto, é preciso talento e muita prática para elaborar produtos de qualidade. E as opções são inúmeras, como bijuterias, bolsas, carteiras, sabonetes, velas, mandalas, lettering etc.

Nesse caso, o rendimento depende da frequência de produção e, também, do número de clientes conquistados. Mas quem se destaca consegue mais do que um emprego formal.

10. Venda de alimentos

Seja uma marmitinha fitness, seja um bolo caseiro, passando por bombons ou verduras orgânicas, a venda de alimentos é um promissor nicho de mercado.

Trata-se de uma das profissões que não precisam de faculdade, mas exigem extremo cuidado e cursos na Vigilância Sanitária, principalmente para atender às normas de segurança alimentar.

Muita gente cria marcas próprias e chega a vender mais de 30 marmitex por dia, ou seja, os rendimentos podem ser bem atrativos.

11. Entregador de aplicativos

A expansão dos aplicativos de entrega e a necessidade de isolamento social imposta pelo combate ao coronavírus fizeram com que a profissão de entregadores crescesse imensamente, principalmente entre os jovens.

Em uma moto, uma bike ou um carro, é possível conquistar renda em vários aplicativos, tendo apenas a necessidade de contar com um bom celular, acesso à internet e conhecimento da região.

Além dessas 11 profissões que não precisam de faculdade para serem exercidas, existem inúmeras outras em que você pode encontrar-se. Portanto, não desanime e faça da motivação um exercício diário!

Chegou até aqui, mas ainda não se identificou com nenhuma das profissões descritas? Então, aproveite e faça, agora mesmo, o nosso teste vocacional!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também