Se você se interessa por todo o glamour das passarelas e tudo o que é relacionado à moda, já pensou em ser estilista? A profissão que coloca grandes nomes em evidência, como Coco Chanel, Donatella Versace e o brasileiro Ronaldo Fraga, é o sonho de muita gente que adora lidar com as tendências de roupas, sapatos, acessórios e tudo o que acerca o universo fashion.

Antigamente, não era necessário ter formação para atuar como estilista; porém, atualmente, cada vez mais, é preciso se especializar para ter destaque no mercado. Felizmente, há várias maneiras de se qualificar para a profissão, tanto a nível médio quanto superior.

Gostou da ideia de inventar moda por aí? Então, você não pode perder este post. Aqui, trazemos tudo o que precisa saber sobre o Estilismo. Vamos lá?

O que faz um estilista?

O estilista é o responsável por criar as tendências e estilos que vemos nas passarelas, revistas de moda, televisão, filmes e internet. Mas não é só isso. O profissional também pode atuar com design, literatura, confecção de móveis e outras tantas áreas.

Existem estilistas com ideias diferentes e que agradam a todos os tipos de perfis, mas todos têm algo em comum: a criatividade. Eles usam toda a sua experiência, vivência cultural e capacidade de observação para desenvolver suas peças de roupas, sapatos, bolsas, joias e outros acessórios.

Esse profissional exerce grande influência na maneira como as pessoas se vestem, por isso precisa ter uma visão global de mundo e conhecimentos em cultura, modelagem, desenho e sociologia.

Sim, são campos bem diferentes um do outro, mas que se complementam e são importantes para o sucesso na profissão.

Dentro da rotina de um estilista, há não somente o desenho das peças, mas a elaboração do conceito das coleções, além do planejamento dos desfiles. O profissional pode trabalhar para marcas de roupas ou para grife própria. Há também a oportunidade de atuar como figurinista de espetáculos, séries, programas de TV, filmes e outras produções artísticas.

Além do mais, dá para investir na carreira de personal stylist, em que o profissional ajuda os clientes a encontrarem o melhor estilo de acordo com a personalidade, auxiliando a montar combinações de roupas e a fazer compras.

estilista de moda o que faz

Como se tornar um estilista?

Se você quer ser um estilista, saiba que não é necessário ter o diploma de ensino superior. Entretanto, hoje em dia, é complicado contar somente com o talento. Fazer cursos profissionalizantes e graduação é um diferencial importante na carreira e pode ser decisivo na hora de uma contratação.

Quem quer ser estilista pode cursar faculdade de Moda e se especializar em Estilismo. No ensino superior, há as opções de bacharelado e tecnológico. O primeiro dura de 3 a 4 anos e abrange mais matérias teóricas, além das práticas.

Já o segundo é voltado para quem quer entrar logo no mercado de trabalho, portanto vai direto ao ponto, abordando as disciplinas mais práticas.

Vale dizer que, independentemente de qual seja a sua escolha de curso superior, é importante que a instituição tenha reconhecimento do MEC (Ministério da Educação) para que o diploma tenha validade.

Além disso, na graduação é preciso fazer o estágio obrigatório e as atividades complementares. Eles são importantes para que o aluno possa vivenciar a rotina de estilista e adquirir experiência. Há também a possibilidade de fazer cursos livres, como de corte e costura e desenho e ilustração.

Tudo isso ajuda a ter mais conhecimento técnico; portanto, melhores oportunidades de trabalho.

Eligis - teste vocacional e profissional

Quanto ganha um estilista?

O salário de qualquer profissional, seja estilista ou não, depende de diversos fatores, como: cargo, região de atuação, porte da empresa etc. Entretanto, dá para ter uma base da média salarial da profissão. A seguir, confira algumas oportunidades de ganhos aqui no Brasil:

  • redes de confecções: de R$ 5.600 a R$ 9.100;
  • mercado de luxo: média de R$ 7.100;
  • indústria têxtil: R$ 3.700 a R$ 4.150;
  • indústria de sapatos: R$ 2.850 a R$ 6.500;
  • confecções de moda esportiva: média de R$ 4.100.

A indústria têxtil é a que oferece maiores oportunidades para estilistas no país. Porém, existem outros setores que também abrem muitas vagas para o profissional, como as tecelagens, as lojas de departamento, as produções de filmes e de TV, entre outros.

Onde estudar?

Como dissemos, os cursos superiores ligados à Moda são oferecidos em graus de bacharelado e tecnológico. Felizmente, várias faculdades entre públicas e provadas oferecem o curso, que pode ter diferentes nomes. Veja.

  • Design de Moda;
  • Moda, Design e Estilismo;
  • Negócios da Moda;
  • Têxtil e Moda.

Se interessou em cursar Moda? Então, conheça, a seguir, algumas faculdades que disponibilizam o curso na área:

Privadas

  • Centro Universitário Anhanguera (ANHANGUERA-UNIDERP);
  • Universidade Cidade de São Paulo (UNICID);
  • Universidade Estácio de Sá (UNESA);
  • Universidade de Franca (UNIFran);
  • Universidade Norte do Paraná (Unopar).

Públicas

  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC);
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • Universidade Estadual de Goiás (UEG);
  • Universidade Federal do Ceará (UFC);
  • Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Mercado de trabalho para o estilista

O mercado de trabalho para estilista é muito amplo, visto que há muitas chances de atuação. Entretanto, pode ser bem concorrido dependendo da área. O nicho de desfiles e criações para grandes marcas, por exemplo, tem bastante concorrência.

Mas não desanime! Existem diversos outros setores que vêm em constante crescimento e que abrangem a demanda de estilistas. A moda plus size e a moda gestante são bons exemplos disso.

Sendo assim, é interessante ir para os polos têxteis e as cidades que oferecem maiores oportunidades de trabalho diretamente para as marcas, como Rio de Janeiro e São Paulo.

Por fim, saiba que criatividade, liderança e gosto pelos conhecimentos de artes e cultura são imprescindíveis para o bom profissional de Estilismo.

O estilista é o profissional que cria tendências de moda que podem impactar o mundo todo, fazendo com que muitas pessoas apreciem o trabalho e comprem produtos da marca. Por esse motivo, é tão importante que, além de talento, ele se especialize em cursos para ter ainda mais oportunidades de trabalho.

Então, já definiu qual curso fazer? Sabemos que essa pode ser uma decisão difícil. Que tal aproveitar que está por aqui e experimentar um teste vocacional? Veja mais sobre esse assunto!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também