Aromaterapia: a palavra não parece estranha porque, logo no início, temos uma boa dica do que ela pode significar. Essa é uma técnica já conhecida por muita gente, mas que ainda é novidade para tantas outras.

Além dos benefícios no dia a dia, estamos falando de uma ótima oportunidade de trabalho para quem se interessa pelo universo das terapias alternativas. Você faz parte desse grupo? Que tal conhecer um pouco mais sobre o assunto? Acompanhe o texto!

O que é aromaterapia?

Aroma vem de cheiro ou odor, que são sensações provocadas quando inalamos determinadas substâncias. O nosso olfato é um dos sentidos vitais e preciosos, que não serve apenas para perceber o cheiro de uma comida gostosa ou para experimentar um perfume diferente.

A aromaterapia é prova de que podemos usar essa capacidade para muito mais coisas do que imaginamos, principalmente para favorecer a nossa saúde e o nosso bem-estar todos os dias.

A ideia consiste em estimular diferentes partes do cérebro, usando partículas que são liberadas por produtos naturais, os famosos óleos essenciais.

Cada substância é capaz de causar reações químicas no nosso organismo, que geram efeitos como: alívio de certos sintomas, fortalecimento da imunidade, relaxamento, entre vários outros.

Quem domina essa arte de combinar aromas e usar os óleos a nosso favor pode contribuir muito com o equilíbrio emocional e físico das pessoas. Portanto, essa é uma excelente área profissional para explorar.

Benefícios da aromaterapia

Os benefícios dependem muito do tratamento e, claro, das necessidades de cada paciente. Por exemplo, milhares de pessoas buscam a aromaterapia para amenizar os efeitos de uma rotina estressante: dor de cabeça, insônia, cansaço físico, esgotamento mental, ansiedade etc.

Outras sofrem com problemas relacionados ao sistema respiratório ou digestivo. Mesmo quem não tem uma doença específica pode optar pelos recursos dessa técnica para ter mais qualidade de vida, inclusive substituindo medicamentos frequentemente usados no cotidiano.

Contudo, é sempre bom lembrar-se de que as terapias alternativas podem não resolver todos os tipos de problemas de saúde. É muito importante manter um acompanhamento médico e usar outras ferramentas complementares, quando for possível. As contraindicações também precisam ser verificadas.

Eligis - teste vocacional e profissional

Curso de Aromaterapia

Por mais que uma pessoa tenha algum conhecimento sobre plantas medicinais, óleos essenciais e seus efeitos, fazer um curso é essencial para se formar como um especialista em aromaterapia.

Como não existe um curso superior sobre o assunto, é preciso buscar formações profissionais que reúnam um bom conteúdo e possam ajudar na conquista das habilidades necessárias de quem pretende dominar a área.

Algumas das disciplinas que devem ser abordados são:

  • Química Orgânica;
  • Farmacologia;
  • História da Aromaterapia;
  • Óleos Essenciais e suas Características;
  • Mecanismos de Ação dos Óleos Essenciais;
  • Patologias e Psicopatologias.

Há instituições de ensino reconhecidas no mercado que oferecem a Aromaterapia dentro dos seus cursos livres, assim como empresas focadas nesse segmento. Normalmente, as marcas que produzem óleos essenciais desenvolvem seus próprios cursos ou fazem parcerias para qualificar as pessoas interessadas.

Cursos online

Buscar cursos a distância para aprender sobre aromaterapia é mais uma opção, além de garantir praticidade. Existem formações que apenas disponibilizam os materiais de aprendizado para cada aluno, e outras que contam com aulas ao vivo.

Se você não tem nenhum conhecimento sobre o assunto, nossa sugestão é procurar um curso que seja orientado por um profissional experiente e que permita a interação com ele. Assim, fica mais fácil tirar suas dúvidas e aproveitar as vantagens do EAD, sem perder a qualidade do ensino.

tubos de óleos essenciais aromaterapia

Onde estudar Aromaterapia?

Bom, tudo depende do curso que você estiver procurando. Se achar essencial conhecer de perto os óleos e ter a supervisão de um especialista o tempo todo, o mais indicado é buscar uma formação presencial. Empresas como a Aromaflora oferecem esse serviço.

Caso o contato físico não seja tão relevante, vale a pena pesquisar na internet sobre os cursos online. O Senac e outras instituições têm formações específicas, mas, em plataformas de aprendizado virtual, também é possível encontrar opções para entender um pouco mais sobre a área.

Por conta da pandemia do coronavírus, vários cursos foram adaptados para o formato digital. Vale a pena fazer uma pesquisa na internet para conhecer as oportunidades e diferenças entre elas.

Fique atento porque algumas formações não são profissionalizantes e oferecem somente um conteúdo informativo. Isto é, você vai aprender a usar os produtos no dia a dia e entender melhor sobre a técnica, mas pode não ser o suficiente para trabalhar como aromaterapeuta.

Como é o mercado de trabalho?

A procura por terapias alternativas tem crescido muito nos últimos tempos, não só pela aromaterapia, como pela terapia holística, massoterapia, entre outras. Aliás, tudo o que envolve saúde e bem-estar vem conquistando a atenção das pessoas, o que é uma ótima perspectiva para os negócios e profissionais da área.

Não por acaso, esse é um setor que movimenta bilhões de dólares anualmente e está em crescimento. Apesar de ser uma tendência mundial, o Brasil é um país que se destaca nos números.

Nesse segmento de vida saudável e equilibrada, há uma forte tendência de valorização dos produtos naturais, orgânicos e ligados à sustentabilidade. Os óleos essenciais são exemplo disso, e os seus benefícios comprovados têm ajudado no sucesso da prática.

O segredo para quem deseja trabalhar com isso é investir em conhecimento e diferenciais para se destacar no mercado, que tende a ficar cada vez mais competitivo devido à crescente demanda.

A função mais comum é atuar como consultor na aplicação dos óleos para as pessoas utilizarem em casa, ou como terapeuta que integra a aromaterapia nas suas sessões. Abrir um empreendimento é outra chance atrativa e que pode trazer bons rendimentos, como para a produção ou revenda orientada de óleos essenciais.

Enfim, podemos dizer que o campo da aromaterapia está em alta, e é hora de aproveitar as suas oportunidades. Para isso, a principal preocupação deve ser o cuidado com qualquer atitude que possa influenciar a saúde das pessoas.

O que achou de saber mais sobre esse tema? Se você gosta desse tipo de conteúdo, aproveite para conhecer, também, a área de cosmetologia e as suas principais oportunidades!

Você pode gostar também