Profissional que é conhecido no mercado de trabalho por apresentar boas habilidades em mecânica e elétrica, o engenheiro mecatrônico atualmente ocupa cargos que são fundamentais para o desenvolvimento da indústria tecnológica do país.

Mas, você já sabe quanto ganha um engenheiro mecatrônico e quais são as áreas que ele pode seguir após a sua formatura? Acompanhe a leitura e confira!

O que faz um engenheiro mecatrônico?

Entre as várias atividades de um engenheiro mecatrônico, podemos destacar:

  • escrever linguagens de programação visando a automação de máquinas e equipamentos industriais;
  • desenvolver tecnologias industriais que visam padronizar o movimento de máquinas e sistemas mecânicos;
  • realizar o planejamento robótico da linha de produção empregada nas fábricas de carros e motos;
  • gerenciar a manutenção de sistemas robóticos.

Onde estudar?

Veja abaixo a lista de algumas universidades que oferecem o curso de Engenharia Mecatrônica:

  • Universidade Estadual de Campinas;
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte;
  • Universidade de São Paulo;
  • Universidade Federal de São João del-Rei;
  • Universidade Federal de Uberlândia;
  • Universidade Federal de Brasília;
  • Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais;
  • Universidade Federal do Mato Grosso do Sul;
  • Universidade Federal de Santa Catarina.
Eligis - teste vocacional e profissional

Engenharia mecatrônica: salário

Independentemente de qual for o ramo da engenharia, todo profissional dessa categoria é representado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de cada estado brasileiro, também conhecidos como CREA.

Desse modo, uma das várias funções desse órgão é a de estipular faixas salariais para os engenheiros de acordo com a sua jornada de trabalho.

Segundo as determinações do CREA, um engenheiro mecatrônico deve receber conforme as seguintes especificações:

  • engenheiro mecatrônico com jornada de trabalho de 6 horas — remuneração mínima de 6 salários mínimos (atualmente, cerca de R$ 6.270,00 mensais);
  • engenheiro mecatrônico com jornada de trabalho de 7 horas — 7,25 salários mínimos (atualmente, cerca de R$ 7.576,25 mensais);
  • engenheiro mecatrônico com jornada de trabalho de 8 horas — 8,5 salários mínimos (atualmente, cerca de R$ 8.882,50 mensais).

Contudo, é válido mencionarmos que esses valores servem apenas como referências para o mercado de trabalho em geral, visto que, a depender do cargo alcançado e também do porte da empresa, um engenheiro mecatrônico pode alcançar remunerações superiores a R$ 10.000,00 mensais.

Outra questão interessante é que por ser uma área onde grande parte das inovações tecnológicas e dos trabalhos acadêmicos são disponibilizados em língua inglesa, o profissional que domina o idioma pode ser ainda mais valorizado no mercado de trabalho, principalmente em países estrangeiros.

Quanto ganha um engenheiro mecatrônico nos EUA?

Os Estados Unidos, ao lado do Japão e da Coreia do Sul, é um país referência quando o assunto é engenharia mecatrônica. Tal fato consequentemente acaba valorizando essa área e viabilizando salários bem altos na indústria norte-americana em geral.

Para termos uma ideia, um engenheiro mecatrônico nos EUA recebe em média entre US$ 64.000,00 a US$ 96.000,00 por ano. Fazendo a conversão do dólar para o real e colocando esses valores em uma média mensal, esses salários variam entre R$ 28.000,00 até incríveis R$ 43.000,00.

engenheiro mecatrônico

Quanto ganha um engenheiro mecatrônico em Portugal?

Já em Portugal, que mesmo sendo um país classificado como desenvolvido ainda não apresenta uma indústria tecnológica de ponta, os salários de um engenheiro mecatrônico são bem menores quando os comparamos às remunerações oferecidas nos EUA.

A faixa salarial para um engenheiro mecatrônico em Portugal é por volta de € 1.023,00 mensais, o que em reais alcança R$ 6.672,00.

Áreas de atuação do engenheiro mecatrônico

Em relação às possibilidades de área de atuação, o profissional da engenharia mecatrônica após se formar e estar devidamente cadastrado no CREA poderá atuar nos seguintes ramos: automação industrial, projetos e manutenção. Vamos falar um pouco mais sobre essas áreas a seguir.

Automação industrial

A automação industrial é, sem dúvidas, uma das áreas da mecatrônica que mais oferecem oportunidades de emprego. Isso porque esses profissionais podem atuar em vários segmentos que utilizam a robótica para alimentar a produção, como em uma montadora de veículos ou até mesmo em uma mineradora.

Projetos

A parte de projetos é voltada para aqueles que gostam de trabalhar com a programação de máquinas e softwares em geral, sendo responsável, assim, pela criação e pelo desenvolvimento de equipamentos e sistemas capazes de cumprir uma dada função mecânica de forma automatizada (um braço mecânico, por exemplo).

Manutenção

A manutenção em engenharia mecatrônica, como o próprio nome já sugere, é o segmento que visa garantir a durabilidade e a eficiência das máquinas e dos equipamentos que contêm componentes elétricos e mecânicos.

Um bom exemplo nessa área é a necessidade de manutenção de sistemas mecatrônicos que compõem uma linha de produção de veículos, onde periodicamente o engenheiro verifica se há reparos (por exemplo a reprogramação dos movimentos) para serem feitos nos braços mecânicos e demais equipamentos robóticos.

Trajetória acadêmica

Para os engenheiros que não desejam seguir no mercado de trabalho privado, a trajetória acadêmica também é uma boa opção.

Com isso, o engenheiro mecatrônico que queira lecionar pode trabalhar em escolas técnicas e também dando aulas em universidades. Contudo, vale destacarmos que para ingressar como um professor em uma universidade é fundamental a realização de uma pós-graduação.

Mercado de trabalho

O principal setor econômico que absorve esses profissionais, sem dúvidas, é o industrial, com destaque para as fabricantes de automóveis e motocicletas. De um modo geral, quaisquer segmentos que demandam tecnologia alinhada à automação já se mostram suficientes para a criação de postos de trabalho para esse tipo de engenheiro.

No Brasil, a região que mais abre oportunidades para os engenheiros mecatrônicos é a Sudeste, principalmente em São Paulo e na região metropolitana.

Notamos, com a leitura desse post, que o engenheiro mecatrônico é um profissional que geralmente consegue encontrar boas colocações no mercado de trabalho brasileiro, essencialmente para aqueles que buscam empregos na indústria e suas ramificações.

Você está se preparando para o vestibular, mas ainda não sabe qual curso escolher? Então leia sobre a trilha de orientação profissional da Orientu e veja como ela pode te ajudar!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também