Quem deseja quebrar barreiras e abrir novas frentes de pensamento, além de gostar de área de Ciências da Natureza, precisa conhecer o curso de Bioquímica. Essa área estabelece uma ponte entre estudos da Medicina, da Química, da Biologia Celular e da Física, reunindo tudo isso sob um mesmo objetivo: contribuir com o desenvolvimento científico e prático para a melhoria da sociedade.

Quer saber mais sobre a Bioquímica? Vamos apresentar o conceito, as melhores faculdades, a matriz curricular, o mercado de trabalho e o salário médio de um bioquímico. Continue a leitura!

O que é Bioquímica?

Não é difícil entender, pelo nome, o que é Bioquímica. Ah, certo, se você pensa que vai juntar Biologia e Química apenas, saiba que a área é muito mais ampla do que isso e envolve diversos conteúdos e frentes de trabalho.

É claro que a base está nas transformações químicas das substâncias aliadas a processos metabólicos das células de seres vivos. O que isso quer dizer? Em resumo, que a Bioquímica se preocupa em entender os processos químicos que acontecem com os seres humanos, mais especificamente em suas células, em função de determinadas substâncias. Isso se aplica a doenças, ao meio ambiente, à nutrição, à saúde, aos esportes, aos medicamentos e muito mais.

Veja algumas áreas específicas da Bioquímica a seguir.

Bioquímica celular

Estuda as moléculas fundamentais para o funcionamento das células, incluindo água, sais minerais, oxigênio e nutrição.

Bioquímica orgânica

A obra Bioquímica, de Lehninger, é referência quando se trata do assunto. Bioquímica orgânica é o estudo da Química Orgânica aplicada à Biologia, mais especificamente à presença do carbono, como lipídios, proteínas e carboidratos presentes nas células.

Curso de Bioquímica

O curso de Bioquímica tem por finalidade formar profissionais multiatuantes, capazes de trabalhar em várias frentes de trabalho de forma ética, transformando a realidade e fazendo a diferença na sociedade. Na prática, o curso prepara os estudantes para trabalhar com assessoria, consultoria e gestão de produção e processamento bioquímico.

Ele é oferecido apenas na formação do tipo bacharelado e na modalidade presencial. A duração é de 8 semestres (4 anos).

Bioquímica: faculdade

Apenas 3 faculdades no Brasil oferecem o curso de graduação em Bioquímica:

  • Universidade Estadual de Maringá (UEM), na Unidade SEDE, em Maringá (PR);
  • Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ), no campus Centro-Oeste, em Divinópolis (MG);
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV), no bairro Campus Universitário, em Viçosa (MG).

Outros cursos estão interligados à Bioquímica, mas a graduação pura é encontrada somente nessas 3 instituições. É possível encontrar cursos correlatos, também oferecidos de forma presencial:

  • Engenharia Bioquímica;
  • Farmácia;
  • Farmácia e Bioquímica;
  • Química com ênfase em Bioquímica e Biologia Molecular.

Após se formar em Farmácia, Biologia, Química ou outros cursos, é possível fazer uma pós-graduação em Bioquímica. Estão ativos os seguintes cursos no país:

  • Bioquímica;
  • Bioquímica aplicada à Nutrigenômica;
  • Bioquímica aplicada à Tecnologia;
  • Bioquímica Clínica e Laboratorial;
  • Bioquímica Clínica e Técnicas Moleculares aplicadas ao Diagnóstico;
  • Bioquímica com ênfase em Metabolismo;
  • Bioquímica do Exercício;
  • Bioquímica e Biologia Molecular;
  • Bioquímica e Biologia Molecular aplicada à Saúde;
  • Bioquímica e Fisiologia da Nutrição;
  • Bioquímica e Metabolismo;
  • Estudos em Hematologia e Bioquímica Veterinária;
  • Fisiologia, Bioquímica e Nutrição aplicada ao Esporte;
  • Fisiologia, Bioquímica, Treinamento e Nutrição Desportiva;
  • Nutrição, Avaliação e Bioquímica Nutricional.

A boa notícia é que várias dessas especializações estão disponíveis em EAD, com presença no polo universitário para aulas laboratoriais e avaliações em momentos predeterminados. Assim, você pode iniciar a carreira e, ao mesmo tempo, a pós-graduação, com o objetivo de aumentar o seu conhecimento e alcançar melhores posições e salários.

Eligis - teste vocacional e profissional

Nota de corte

Não há como falar de nota de corte em Bioquímica, já que apenas 2 instituições participam do Sisu. Para usar a nota do Enem na ampla concorrência, o estudante deve tirar pelo menos 716,26 pontos para ingressar na UFV e 661,38 pontos para a UFSJ. Já a entrada na UEM é feita por vestibular (tradicional ou seriado), com média de 8 candidatos por vaga.

Grade curricular

A título de exemplo das disciplinas a serem cursadas em Bioquímica na faculdade, trouxemos a matriz curricular da UFV, o primeiro curso de bacharel em Bioquímica do Brasil, que funciona desde 2001.

Veja se você se imagina tendo aulas das disciplinas listadas a seguir, distribuídas por períodos.

1º período

  • Biologia Celular.
  • Áreas de Atuação e Formação Humanística do Bacharel em Bioquímica.
  • Bioquímica de Macrocélulas.
  • Cálculo I.
  • Química Fundamental.

2º período

  • Fundamentos de Biossegurança.
  • Bioquímica Metabólica e Bioenergética.
  • Iniciação à Estatística.
  • Introdução à Mecânica.
  • Química Orgânica I.

3º período

  • Genética.
  • Enzimologia.
  • Bioquímica Celular.
  • Introdução ao Eletromagnetismo.
  • Microbiologia Geral.
  • Química Orgânica II.

4º período

  • Imunologia.
  • Bioquímica Analítica.
  • Química Analítica Aplicada.
  • Química Orgânica Experimental I.
  • Química Orgânica III.

5º período

  • Métodos Enzimáticos.
  • Físico-química I.
  • Química Orgânica IV.

6º período

  • Bioquímica de Ácidos Nucleicos.
  • Bioquímica de Proteínas.
  • Bioquímica de Carboidratos.
  • Métodos Instrumentais de Análise.

7º período

  • Biotecnologia.
  • Bioinformática.
  • Bioquímica de Lipídios.
  • Elaboração de Projetos e de Monografia.
  • Bioética.

8º período

  • Atividades Complementares.
  • Estágio Supervisionado/Projeto Orientado em Bioquímica.

Parece pouco estudar 5 disciplinas por semestre? Não se iluda: além dessas obrigatórias, o aluno precisa escolher entre as optativas para complementar a carga horária total de 3.300 horas e construir sua formação na área que achar mais interessante. Veja algumas das opções:

  • Marketing;
  • Biofísica;
  • Anatomia Humana;
  • Patologia Humana;
  • Histologia e Embriologia;
  • Ecologia Básica;
  • Citogenética;
  • Virologia;
  • Farmacologia;
  • Empreendimento em Biotecnologia;
  • Botânica;
  • Tratamento de Resíduos Orgânicos.

Muitas disciplinas são ofertadas em laboratórios, juntamente à parte teórica obrigatória ou optativa. São elas:

  • Biologia Celular;
  • Bioquímica Estrutural;
  • Química Analítica Aplicada;
  • Biologia Molecular;
  • Físico-química I.

Mercado de trabalho

Uma das maiores apostas dos bioquímicos é no desenvolvimento de tecnologias relacionas ao esporte e à nutrição. Essas são duas preocupações sociais em evidência, mas a ecologia e o cuidado com o meio ambiente não ficam de fora.

Nesse sentido, os profissionais formados em Bioquímica podem atuar em laboratórios e indústrias de vários segmentos (cosméticos, saúde, alimentação e fármacos, por exemplo), em empresas e ONGs que agem na preservação do meio ambiente e no tratamento de resíduos.

Bioquímicos também trabalham em hospitais, laboratórios de análises clínicas, secretarias de saúde e com pesquisa acadêmica, bem como na docência no ensino superior em cursos afins.

Bioquímica: salário

Quanto ganha um bioquímico? Depende de onde trabalha, do cargo que ocupa, da formação etc. Em média, pode-se dizer que profissionais já integrados ao mercado e com experiência, de acordo com o site Glassdoor, recebem R$ 5 mil.

A Revista Exame informa que, na área química, o engenheiro bioquímico é o mais bem pago, recebendo média de R$ 6.109,62, enquanto o bioquímico pesquisador ganha R$ 1.706,48.

Bioquímica é ou não é uma área inovadora? Se você acha que esse curso tem a ver com a sua personalidade, faça um teste vocacional e continue se preparando! Esse é o primeiro passo de uma carreira de sucesso!

Você pode gostar também