Seja por meio da televisão, seja a partir da utilização de redes sociais, o acesso a programas e conteúdos multimídias é cada vez mais frequente entre a população brasileira. Isso beneficia diretamente uma série de trabalhadores dos setores de telecomunicação e tecnologia, com destaque para aqueles que atuam com Produção Multimídia.

Existe um curso específico que habilita os profissionais a trabalharem essa área. Continue a leitura deste post e conheça as principais características do curso de Produção Multimídia.

O que é Produção Multimídia?

Trata-se da área que cria conteúdos para serem exibidos nos mais diversos meios de comunicação. Isso engloba a produção de:

  • filmes;
  • séries;
  • jornais;
  • curtas-metragens;
  • publicidades;
  • propagandas;
  • anúncios;
  • roteiros;
  • podcasts.

Quaisquer outras formas de exibição de conteúdos por meio de imagens, áudios ou vídeos se encaixam nessa categoria.

Um ponto interessante e que precisa ser destacado sobre o setor é que ele cresceu exponencialmente nos últimos 20 anos, sendo muito impulsionado pela popularização da internet e dos aparelhos eletrônicos, principalmente o smartphone.

Dito isso, podemos afirmar sem dúvidas que esse setor tende a crescer ainda mais nos próximos anos, já que o número de usuários da internet e demais meios de comunicação cresce em todo o mundo.

Curso de Produção Multimídia

A formação em Produção Multimídia é encontrada em diversas faculdades e centros de educação no Brasil, os quais podem disponibilizar vários tipos de curso.

Eligis - teste vocacional e profissional

Curso superior

O curso superior em Produção Multimídia pode ser facilmente encontrado no Brasil tanto em universidades públicas quanto em universidades privadas. Além disso, ele também pode ser realizado a distância, já que algumas universidades particulares oferecem essa modalidade (EAD).

Geralmente ele é organizado para ser concluído em até 6 períodos, já que é uma graduação tecnológica, ou seja, quem se forma recebe diploma de tecnólogo.

O curso de nível superior é ofertado pelas seguintes faculdades:

  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul;
  • Instituto Federal de Santa Catarina;
  • Anhanguera;
  • Centro Universitário UNA;
  • Universidade do Sul de Santa Catarina;
  • Centro Universitário UniDombosco;
  • Universidade Anhembi Morumbi;
  • Universidade Fumec.
produção multimidia curso

Considerando o curso disponibilizado pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, a grade curricular apresenta as seguintes disciplinas.

1º Semestre

  • História e Teoria do Audiovisual;
  • Imagem Digital;
  • Introdução à Produção Audiovisual;
  • Português para Comunicação;
  • Sonoridades.

2º Semestre

  • Escrita Criativa, Narrativa e Roteiro;
  • Estética e História da Arte;
  • Fotografia;
  • Iluminação;
  • Produção de Áudio.

3º Semestre

  • Arte e Cultura Contemporânea;
  • Criação Poética: Articulação Teórico-prática;
  • Teoria das Mídias;
  • Produção Audiovisual;
  • Metodologia de Pesquisa.

4º Semestre

  • Documentário e Práticas Documentais;
  • Produção Cultural;
  • Sociologia da Comunicação;
  • Som em Performances ao Vivo.

5º Semestre

  • Comunicação e Acessibilidade;
  • Projeto Experimental Multimídia I;
  • Vozes dos Lugares.

6º Semestre

  • Comunicação e Saúde;
  • Projeto Experimental Multimídia II.

Curso técnico

Já o curso técnico é uma formação que pode ser concluída de maneira mais rápida em relação à graduação, em cerca de 12 a 24 meses de estudos. A carga horária é bem menor, em torno de 800 horas, e o título recebido após a formatura é de técnico em produção multimídia.

Outra característica é seu teor menos aprofundado e mais prático, possibilitando assim a rápida inserção do profissional no mercado de trabalho.

Um exemplo é o curso de Produção Multimídia do Senac e do Senai.

Pós-graduação

A especialização em Produção Multimídia é interessante para graduados em Comunicação Social, Jornalismo e áreas afins.

Faculdades como Unopar, Anhanguera e Pitágoras oferecem a pós-graduação em Produção Multimidia EAD em dois anos.

Formas de ingresso

Para ingressar no curso de nível superior, a principal forma de ingresso é a realização do Enem. Isso porque praticamente todas as universidades públicas e privadas do Brasil atualmente contam com possibilidades de ingresso por meio da utilização da nota do exame.

Além disso, esse resultado pode ser utilizado pelo aluno para a obtenção de bolsas de estudos em faculdades privadas, o que evidencia ainda mais a importância de ir bem nessa prova.

Já o ingresso nos cursos de nível técnico geralmente é condicionado pela realização de uma prova organizada pela própria instituição, que exige conhecimentos apenas do ensino fundamental e que é popularmente conhecida em algumas regiões do Brasil como “vestibulinho”.

O que faz o produtor multimídia?

Entre as várias atividades de um produtor multimídia, podemos citar:

  • produção musical;
  • produção de roteiros de filmes, séries, teatros e curtas-metragens;
  • estudos de sonoplastia;
  • desenvolvimento de conteúdos digitais;
  • edição de imagens e áudios;
  • aplicação de técnicas de Marketing Digital;
  • modelagem gráfica.

Áreas de atuação

Em relação às possibilidades de atuação de um produtor multimídia, ele pode se especializar em:

  • Publicidade e Propaganda, trabalhando com Marketing e desenvolvendo anúncios para agências;
  • Cinema, que é uma das principais áreas da multimídia. Engloba desde a produção do roteiro de um filme até a aplicação de técnicas de iluminação e sonoplastia;
  • Produção Digital, atuando na produção de conteúdos voltados para a exibição em plataformas e mídias digitais, como YouTube e Twitch.

Mercado de trabalho

Como já destacamos acima, esse setor foi extremamente beneficiado nos últimos anos, principalmente com a popularização do acesso à internet e aos aparelhos eletrônicos.

Com isso, atualmente há várias possibilidades de trabalho para esses profissionais, que podem atuar em:

  • agências de publicidade e propaganda;
  • canais de TV;
  • canais no YouTube, Twitch e demais plataformas de vídeos;
  • indústria do cinema;
  • rádios;
  • empresas do ramo das telecomunicações em geral.

Logo, com a leitura deste post, notamos que o trabalho dos profissionais da Produção Multimídia faz parte da rotina de milhares de pessoas, especialmente daquelas que assistem à TV e usam alguma rede social.

É interessante lembrar que essa formação pode ser encontrada na modalidade EAD, o que facilita ainda mais o acesso dos estudantes nessa área.

Gostou de aprender sobre a área de Produção Multimídia e suas possibilidades de carreira? Então veja também como é o curso de Artes Visuais!

Você pode gostar também