O mundo ao nosso redor é formado por matéria, gases, moléculas, átomos, células, nêutrons e elétrons. São composições que dão forma a objetos, que auxiliam na manutenção da vida, como a água; enfim, trata-se da química existente em tudo o que vemos. E é exatamente nesse universo que atua a pessoa que se forma no curso de Química, podendo trabalhar em indústrias, no ensino, meio ambiente etc.

Quem gosta de cálculos, tabela periódica, ligações iônicas, fórmulas, descobertas e inovações pode se dar bem nessa área. Quer saber tudo sobre essa faculdade? Então, continue conosco!

Curso de Química

O estudante tem três opções para cursar Química: ele pode fazer uma faculdade com bacharelado ou licenciatura ou passar por um curso técnico.

Em relação à formação de tecnólogo, ela dura dois anos e é exigida a conclusão do Ensino Médio para ingresso, com foco no mercado de trabalho.

Já a graduação em Química entrega um ensinamento mais aprofundado, aspecto que aumenta as chances de melhores salários e crescimento na carreira. 

Tem duração de quatro anos e uma estrutura curricular com fortes bases de matemática e física. A maior parte das disciplinas é teórica e experimental. Já no caso da licenciatura, há foco no aspecto educacional, como didática, prática de ensino e psicologia da educação.

No Brasil, existem mais de 400 cursos de Química espalhados por inúmeras instituições de ensino, principalmente com foco na licenciatura (formação de professores).

Para você se familiarizar com o que terá pela frente na faculdade, veja algumas disciplinas que são obrigatórias nessa graduação:

  • Físico-Química;
  • História da Química;
  • Química Ambiental;
  • Química Analítica;
  • Química das Transformações;
  • Bioquímica;
  • Cálculo;
  • Estrutura e Propriedades de Compostos Orgânicos.

É importante destacar que existem várias diferenças com relação a um curso que parece ser idêntico: o de Engenharia Química.

Áreas de atuação

Quem se forma em Química tem um extenso mercado para atuar, da indústria alimentícia ao meio ambiente, passando pelas perícias e gestão de qualidade.

Isso, porque o profissional atua justamente para manter padrões de qualidade e respeito à legislação com foco nos objetivos das empresas, evitando riscos de contaminações.

Sendo assim, são vários os setores que necessitam da presença de um químico, de um centro de abastecimento de água ao meio industrial, como veremos agora.

Química industrial

Inúmeras indústrias necessitam de um químico para criar fórmulas que possibilitem o desenvolvimento de produtos por meio da utilização da tecnologia e diversos tipos de materiais.

A indústria de plásticos requisita muito a presença desse profissional para transformar os polímeros em mil utilidades, de móveis a roupas, passando por embalagens de alimentos e peças automotivas.

Nessa área, o químico fica responsável pela composição, propriedades e transformações das substâncias, sempre com respeito à legislação.

Eligis - teste vocacional e profissional

Química forense

Você gosta de filmes policiais ou de suspense? Sabe quando uma cena de crime é criteriosamente avaliada por peritos em busca de provas? Pois a presença de um químico sempre se faz necessária.

Portanto, existem oportunidades no serviço público, na área de Química forense, atuando em perícias e testes por meio de evidências, como impressões digitais.

Ao se formar, você pode prestar um concurso e ser perito policial ou do Judiciário.

Química ambiental

Quem se especializa nessa área fica centrado nas questões que envolvem a legislação ambiental. Nesse campo, o químico faz vistorias e perícias e emite laudos, entre outras ações que auxiliem as empresas a não ser multadas.

Também tem o objetivo de acompanhar as técnicas de tratamento dos resíduos, como em um serviço de abastecimento de água, além de monitorar e controlar possíveis riscos de contaminação.

Química de alimentos

As indústrias alimentícias têm grande preocupação com a qualidade dos produtos e também desenvolvem pesquisas para melhorar a satisfação dos clientes. São pontos que sempre necessitam da presença desse profissional, pelo fato de o químico atuar no controle de qualidade, estudos e em novos projetos.

Além dos setores citados, existem muitos outros no mercado de trabalho, como gestão de qualidade, ensino e pesquisa.

Faculdade de Química

Como já mencionado, existem centenas de faculdades de Química espalhadas pelo Brasil, tanto para bacharelado quanto para licenciatura.

A dica é você escolher uma instituição que seja reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e que também conte com laboratórios, corpo docente qualificado e boa avaliação do mercado.

É importante destacar que o curso de Química tem duas obrigatoriedades: estágio e apresentação do trabalho de conclusão de curso (TCC).

Veja algumas faculdades que oferecem a graduação e já comece a planejar o seu futuro:

  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ);
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP);
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP);
  • Universidade Federal de Juiz de Fora;
  • Universidade Federal de Minas Gerais;
  • Faculdades Pitágoras;
  • Cruzeiro do Sul Educacional;
  • Centro Educacional Anhanguera;
  • Faculdade das Américas.

Curso de Química EAD

Além dos cursos presenciais, é possível fazer o curso de Química a distância (EAD) por meio de inúmeras instituições.

Trata-se de um sistema que tem atraído muita gente, em razão da economia com transporte e mensalidades e também da otimização do tempo.

As aulas são virtuais, e o aluno comparece aos polos apenas para apresentar trabalhos e realizar provas, sempre mantendo a obrigatoriedade do estágio e apresentação do TCC. Observe algumas faculdades que têm curso de Química EAD.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para quem faz Química é bem diversificado, como demonstrado ao longo deste post. Você poderá optar pela área pública, empresarial, industrial, de ensino, enfim, há muitas oportunidades.

Vale informar que, para quem não optar pela licenciatura, grande parte da rotina será dentro de laboratórios; ou seja, é preciso gostar de análises e tudo o que diz respeito à Ciência.

Portanto, o mercado é bem aquecido. A média salarial gira em torno de R$ 3.500 na Região Sudeste e pode aumentar consideravelmente caso o profissional tenha funções de gestão.

A carreira do químico

Seja no ensino, na indústria ou no setor público, a carreira de quem conclui o curso de Química é promissora.

Há vagas em plataformas de petróleo, empresas de mineração, de abastecimento de água, concursos públicos, aulas em escolas públicas e privadas, indústrias de plástico e alimentícia, enfim, o campo é bem vasto.

Assim, caso a sua escolha seja Química, não deixe de aproveitar todas as oportunidades oferecidas pela instituição de ensino, iniciando o sucesso em sua carreira ainda no banco universitário.

Você chegou até aqui, mas ainda não tem certeza de qual graduação fazer? Então, veja como um teste vocacional pode ser bem útil!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também