Curso relativamente novo entre as universidades brasileiras, a Engenharia Aeronáutica desperta a atenção de muitos estudantes, principalmente pelo fato de ser uma área que se relaciona diretamente ao avanço da tecnologia. Mesmo sendo um curso bastante concorrido, poucos estudantes sabem de fato o que é estudado nesse curso, bem como as informações sobre o mercado de trabalho dessa área.

Com o objetivo de esclarecer mais sobre o assunto, preparamos um conteúdo abordando tudo sobre o curso de Engenharia Aeronáutica,apontando as principais universidades que oferecem, as notas de corte do Enem, o cenário atual do mercado de trabalho e muito mais. Acompanhe!

Engenharia Aeronáutica: o que é?

É um curso que proporciona o estudo das Ciências Aeronáuticas com base na metodologia de uma engenharia, ou seja, visa criar, modernizar e desenvolver técnicas relacionadas à aviação mundial.

Curso de Engenharia Aeronáutica

Para quem quer se formar em Engenharia Aeronáutica, é fundamental gostar de física e matemática, além de ter facilidade com outras matérias das Ciências Exatas.

Para concluir o curso, um estudante de Engenharia Aeronáutica precisa enfrentar uma grade curricular que contém as seguintes disciplinas:

  • Cálculo Diferencial de Integral I, II e III;
  • Geometria Analítica e Álgebra Linear;
  • Física I, II e III;
  • Eletromagnetismo;
  • Mecânica dos Fluidos;
  • Resistência dos Materiais;
  • Ciência dos Materiais;
  • Análise Estrutural;
  • Processos Primários de Fabricação;
  • Algoritmos para Engenharia;
  • Mecânica Fundamental;
  • Cálculo de Várias Variáveis;
  • Métodos Numéricos Computacionais;
  • Termodinâmica;
  • Sistemas de Acionamento Aeronáuticos;
  • Manutenção Aeronáutica;
  • Simulação Estrutural;
  • Desenho Técnico;
  • Desempenho de Aeronaves;
  • Transferência de Calor;
  • Sistemas de Propulsão Aeronáutica.

Engenharia Aeronáutica: faculdades

São várias as universidades espalhadas pelo Brasil que oferecem o curso de Engenharia Aeronáutica. As que mais se destacam são as seguintes:

  • Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUCMINAS);
  • Faculdade de Tecnologia de São José dos Campos (ETEP);
  • Universidade FUMEC;
  • Universidade Paulista (UNIP);
  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA);
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

O que faz o engenheiro aeronáutico?

Um profissional da engenharia aeronáutica pode seguir carreira em diversas áreas. Citamos as principais a seguir.

Manutenção

Engana-se quem acha que esse curso se relaciona apenas a técnicas de criação e desenvolvimento: há também o estudo de práticas de manutenção, com o objetivo de garantir o funcionamento adequado das mais variadas aeronaves.

Atuação em centros de pesquisa

É a área da Engenharia Aeronáutica responsável pela criação de novas técnicas, mantendo estreito contato com a tecnologia de ponta e dando origem a novos modelos de aeronaves e sistemas de aviação.

Desenvolvimento de projetos

O desenvolvimento de projetos é uma das áreas mais visadas entre os profissionais, já que tradicionalmente é a que mais oferece campos de trabalho.

Um engenheiro aeronáutico de projetos trabalha basicamente sanando as demandas pontuais da indústria, principalmente com o desenvolvimento de peças e técnicas de aviação.

Eligis - teste vocacional e profissional

Engenharia Aeronáutica: nota de corte

Confira abaixo a nota de corte Engenharia Aeronáutica do ano de 2019, considerando a ampla concorrência do SISU:

  • Universidade Federal de Uberlândia – 797 pontos no Enem;
  • Universidade de São Paulo (USP) – 870 pontos no Enem.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para a Engenharia Aeronáutica não é tão abrangente quando comparado a outras engenharias (como a Engenharia Mecânica, a Engenharia Civil e a Engenharia Elétrica), mas o setor ainda oferece boas oportunidades de emprego a esses profissionais — principalmente para campos de trabalho que desenvolvem peças de reposição para a manutenção das aeronaves.

Além disso, há vagas para aqueles que desejam atuar em institutos de pesquisa, em que o profissional fica encarregado de desenvolver novas tecnologias para o setor.

Carreira acadêmica

Para aqueles que não desejam seguir carreira no mercado privado, há a opção de traçar uma carreira acadêmica, podendo dar aulas em universidades e cursos técnicos relacionados à aviação em geral.

Concurso público

O principal concurso público para essa área é o da Força Aérea Brasileira (FAB), que pode ser uma ótima opção profissional para quem busca ser um servidor público e alcançar uma certa estabilidade na carreira.

avião engenharia aeronáutica

Engenharia Aeronáutica: salário

É muito relativo falar de salário nessa área, já que há vários outros fatores que devemos considerar, como tempo de experiência do profissional, tipo de formação, porte da empresa, custo de vida da cidade, perfil do profissional, entre outros.

Para se ter uma ideia, um engenheiro aeronáutico recém-formado pode ganhar cerca de R$ 4,5 mil, enquanto um profissional mais experiente pode alcançar valores de até R$ 8 mil.

Perfil do profissional

Seja qual for o campo de atuação , o perfil desse profissional inevitavelmente precisa se relacionar aos avanços da tecnologia, já que o mercado da aviação depende essencialmente da criação de novas técnicas — a elaboração de aeronaves mais leves, com mais autonomia de voo e menor consumo de combustível, por exemplo — para o seu desenvolvimento e aperfeiçoamento.

Além disso, é importante apontar que essa é uma área que proporciona ao profissional a oportunidade de trabalhar fora do país, em companhias aéreas e institutos de pesquisa.

Ganham destaque os estudantes que dominam outros idiomas, essencialmente o inglês, já que os Estados Unidos é um dos países referência no setor de Engenharia Aeronáutica.

Após entender melhor sobre o curso de Engenharia Aeronáutica, podemos perceber que o estudante que deseja seguir por esse caminho precisa gostar muito de Matemática e Física. Cabe ressaltar ainda que, após a formatura, esse profissional continua a trabalhar com conceitos de raciocínio lógico, ou seja, engana-se quem acha as Ciências Exatas nessa área são aprofundadas apenas durante a graduação.

Está pensando em ingressar no curso de Engenharia Aeronáutica? Antes de tomar essa importante decisão, confira nosso post sobre teste vocacional e saiba se essa área realmente tem relação com o seu perfil profissional!

Você pode gostar também