O que é ética?” Essa é uma questão bem mais ampla do que a maioria das pessoas imagina. O assunto é constantemente debatido nos meios de comunicação e na sociedade em geral.

Além de envolver conceitos filosóficos, a ética abrange aspectos culturais, isto é, pode ter interpretações diferentes de acordo com o contexto em que está sendo debatida.

Desse modo, por se tratar ainda de um tema que constantemente aparece na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias do Enem, preparamos um post explicando o que é ser ético e o que é moral e mostrando exemplos de abordagens desse tema no vestibular. Boa leitura!

O que é ética? 

A ética é uma área da Filosofia, a qual visa estudar todos os aspectos de uma sociedade que envolvem seus costumes e a moral. Em outras palavras, a reflexão sobre a ética tem como principal objetivo instigar a autocrítica do povo, de modo a determinar o que é errado e o que é certo.

Percebemos então que, mesmo sendo uma questão filosófica que é debatida no mundo inteiro, as conclusões práticas acerca do que é ou não ético não necessariamente serão iguais ao redor do planeta.

Assim, uma dada conduta classificada como ética no Brasil, por exemplo, talvez não seja interpretada da mesma forma em outros países com costumes diferentes.

Outro ponto importante sobre o estudo da ética é que ela, muitas vezes, gera um embate enorme sobre o limite entre o bem e o mal, ou seja, até que ponto uma certa conduta ou postura pode ser classificada como benéfica ou maléfica de acordo com a cultura de cada região.

ética e moral

O que é ser ético?

Seguindo a linha de raciocínio acerca do conceito de ética, um indivíduo é classificado como ético quando os seus comportamentos, valores e ideais estão alinhados com as questões morais da sociedade em que ele se encontra.

De forma mais simplificada, ser ético é ter um caráter compatível com a conduta esperada/pré-determinada por cada cultura/povo.

O que é ética e moral?

Durante séculos, os filósofos consideravam a ética e a moral como sendo similares, mas hoje sabemos que esses conceitos apresentam diferenças.

Atualmente, a distinção mais aceita é que a moral está associada com os costumes e hábitos de uma cultura, já a ética é algo mais abrangente, pois pode ser vista como sendo a filosofia da moral (ou o estudo científico da moral).

Eligis - teste vocacional e profissional

O que é ética profissional? 

A ética profissional é um conjunto de normas que visa definir quais são os valores e os deveres de uma dada categoria profissional. É por meio desse conceito que há o desenvolvimento de uma consciência ética dentro de uma organização, a qual prioriza a manutenção de comportamentos, ideais e atitudes que são classificados como condizentes com aquela categoria.

Como exemplo, podemos refletir sobre a ética na política, a qual, quando é violada por algum político (principalmente por meio de uso inadequado do dinheiro público), tem potencial de afetar toda uma sociedade.

O que é código de ética?

O código de ética nada mais é do que um documento que tem por intuito reunir todas as orientações sobre ideais, atitudes e posturas que são moralmente dadas como corretas em um determinado local.

Desse modo, há diversificados exemplos de códigos de ética, variando conforme a categoria de trabalho, profissão e localidade, entre outros.

No Brasil, os códigos de ética mais conhecidos são das seguintes instituições:

  • Conselho Federal de Medicina (CFM);
  • Conselho Federal de Psicologia (CFP);
  • Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Qual sua importância?

Como já destacamos acima, o estudo da ética é essencial para qualquer sociedade, pois, uma vez que ele determina o que é certo e o que é errado, é por meio dele que conseguimos atingir um bom convívio social.

Em outras palavras, a ética é importante para o respeito às regras de cada sociedade, de forma a manter a população sempre autocrítica acerca de suas condutas e ideais.

Ética: como cai no vestibular?

Veja agora como os temas ética e moralidade podem ser explorados na prova do Enem.

1, (Enem 2011) O brasileiro tem noção clara dos comportamentos éticos e morais adequados, mas vive sob o espectro da corrupção, revela pesquisa. Se o país fosse resultado dos padrões morais que as pessoas dizem aprovar, pareceria mais com a Escandinávia do que com Bruzundanga (corrompida nação fictícia de Lima Barreto).

O distanciamento entre “reconhecer” e “cumprir” efetivamente o que é moral constitui uma ambiguidade inerente ao humano, porque as normas morais são:

a) decorrentes da vontade divina e, por esse motivo, utópicas.

b) parâmetros idealizados, cujo cumprimento é destituído de obrigação.

c) amplas e vão além da capacidade de o indivíduo conseguir cumpri-las integralmente.

d) criadas pelo homem, que concede a si mesmo a lei à qual deve se submeter.

e) cumpridas por aqueles que se dedicam inteiramente a observar as normas jurídicas.

Resolução

Alternativa correta letra “d”. Como exemplificamos, a ética e a moralidade são questões que a própria sociedade é incumbida de fazer, ou seja, é ela mesmo que define suas leis, o que é certo e o que é errado e as possíveis consequências para essas infrações.

Portanto, após a leitura, fica mais simples de entender o que é ética e qual a sua diferença em relação à moral. Cabe enfatizarmos ainda que não importa qual seja a cultura, tampouco as características do país, as questões que envolvem ética e moralidade precisam ser debatidas constantemente, já que é a partir desse estudo que conseguiremos alcançar um melhor bem-estar social e harmonia entre os povos.

Este post explicando o que é ética foi válido para você? Então saiba agora como é o curso de Filosofia e suas possibilidades de carreira!

Você pode gostar também