Encontrar o silêncio interior e o foco nas ações diante de uma realidade atribulada é uma das conquistas de quem faz meditação. Além de auxiliar pessoas de todos os ramos do conhecimento humano, a prática é ideal para quem está passando por um momento decisivo na vida, como a escolha de uma profissão ou a preparação para o Enem e os demais vestibulares.

Para você entender no que consiste a teoria e, também, a prática dessa técnica milenar, elaboramos este post com informações incríveis. Confira!

O que é meditação?

A meditação é uma técnica de origem Oriental, que auxilia no desenvolvimento de habilidades com foco no presente. Ou seja, a pessoa conquista mais autocontrole.

Desenvolvida inicialmente na China (taoístas) e na Índia (hinduístas), por volta de 1.500 a.C., a meditação só chegou ao Ocidente na segunda metade do século XX. Agora, ela é disseminada mundo afora.

Inicialmente, a técnica tinha um caráter espiritual. Porém, após estudos científicos devidamente comprovados, como os realizados pelo cardiologista e professor de Harvard, Dr. Hebert Benson, ela se tornou uma ferramenta de promoção da saúde.

Isso porque a meditação ajuda a trabalhar a consciência por meio de imagem, som, objeto, respiração, pensamento ou atividade. Além disso, contribui com vários benefícios, como mostraremos logo mais.

Além disso, ela é acessível a pessoas de todas as idades e pode ser praticada em diferentes locais, trazendo mais autodisciplina e elevação espiritual.

Desse modo, podemos afirmar meditar é uma excelente ferramenta para o ser humano encontrar a paz interior, auxiliando nos pensamentos e nas ações. Trata-se de um exercício que ajuda imensamente nos estudos, pois se obtém um melhor aproveitamento do tempo.

Benefícios da meditação

Considerada uma técnica milenar, a meditação existe até hoje e continua conquistando cada vez mais adeptos, justamente pelos seus inúmeros benefícios à saúde do corpo, da mente e do espírito. Vamos a alguns deles!

Combate o estresse

Um dos principais problemas enfrentados pelos seres humanos é altamente combatido pela meditação. Isso porque a obtenção da atenção plena ajuda a evitar pensamentos negativos.

Fora isso, a técnica milenar deixa o organismo mais tranquilo, evitando as consequências dos comportamentos impulsivos. Ou seja, a pessoa regulariza os batimentos cardíacos e não fica presa no passado ou se preocupando com o futuro.

Dessa maneira, o estresse negativo é evitado por quem pratica a meditação, mantendo as alterações físicas e mentais distantes.

Eligis - teste vocacional e profissional

Reduz os sintomas da ansiedade

Uma situação que atinge muitos estudantes, a ansiedade é uma doença que tem os sintomas reduzidos por conta da meditação, evitando-se fobias, comportamentos obsessivo-compulsivos, ataques de pânico, entre outros.

Isso acontece porque meditar reduz os níveis de ansiedade, fazendo com que o praticante fique mais focado no agora. Por isso, a prática também é muito utilizada em diversos tipos de terapias.

Melhora a autoestima

A meditação ajuda a melhorar a autoestima pelo fato de contribuir com o reconhecimento de pensamentos autodestrutivos ou que possam ser prejudiciais.

Ao influenciar na prática de bons comportamentos, a técnica faz com que o praticante esteja mais consciente de si mesmo, atitude que está totalmente sintonizada com um olhar mais otimista sobre si.

Dessa maneira, acaba ajudando, também, na motivação, pois a pessoa fica mais entusiasmada com a vida e as conquistas, valorizando as pequenas coisas e os relacionamentos sadios.

Aumenta o foco

O poder de concentração é bem estimulado por meio da meditação. Portanto, trata-se de um aspecto que ajuda imensamente na rotina de estudos.

Assim, você conseguirá finalizar com mais qualidade as atividades do dia a dia, como o cronograma de leituras, a prática de exercícios e afins, fazendo com que a sua performance evolua consideravelmente.

Melhora o sono

Outro benefício comprovado cientificamente é que a meditação ajuda a melhorar a qualidade do sono.

Afinal, o corpo e a mente ficam mais relaxados, as tensões são liberadas, fazendo com que a insônia seja combatida e a pessoa consiga dormir mais e acordar mais descansada.

Além dos pontos positivos citados, há muitos outros que a meditação traz, tais como:

  • combate a depressão;
  • eleva o autoconhecimento;
  • melhora o bem-estar;
  • aumenta a criatividade;
  • potencializa a memória.

Tipos de meditação

Existem diversos tipos de meditação. Você, certamente, conseguirá encontrar um que se encaixe ao seu perfil e aos seus objetivos de vida. Veja alguns que selecionamos!

mulher de braços abertos meditação

Mindfulness

É a meditação conhecida como atenção plena. Dessa forma, a mente é treinada para se manter focada no presente. O objetivo é reservar alguns minutos do dia para o autocuidado. O importante é perceber o corpo, os pensamentos e as emoções.

Aliada à respiração, a mindfulness busca um estado de total relaxamento. Por isso, sempre é válido praticá-la em um local confortável.

Guiada

A meditação guiada é realizada quando você ouve outra pessoa conduzindo o processo. Assim, pode ser feita por meio de um aplicativo de áudio, gravações ou presencialmente.

Geralmente, o condutor dá orientações que visam ao relaxamento dos pés, das pernas, dos membros superiores e, também, convida o praticante a imaginar lugares tranquilos, como uma montanha ou praia.

A ideia é relaxar, seja em cinco minutos, seja em uma hora, com foco no alívio das tensões e da ansiedade.

Ho’oponopono

Essa é uma técnica havaiana que também tem o poder de cura, sendo um estilo de meditação que focaliza a responsabilidade e o perdão, construindo pensamentos de gratidão e alegria.

Assim, mantras são pronunciados, tais como “sinto muito”, “me perdoe”, “eu te amo” e “eu sou grato”, objetivando a limpeza de memórias de dor, traumas, condicionamentos e crenças limitantes.

Acem

A Acem é uma meditação que realiza a repetição de sons, sem significados. A ideia é justamente treinar a nossa forma de lidar com os pensamentos.

Com isso, o poder interior é estimulado, trazendo mais concentração e força para encarar o dia a dia.

Além das meditações citadas, existem muitas outras. Entre elas:

  • Zazen;
  • Vipassana;
  • Sudarshan Kriya;
  • Oigong.

Como fazer meditação?

Existem diversas maneiras meditar. Você pode realizá-la em uma sala aconchegante, deitado na cama, sentado em uma almofada, em um parque — enfim, as possibilidades são imensas.

No entanto, a prática precisa de frequência para surtir efeito. Portanto, é interessante reservar um tempo todos os dias.

Além disso, a postura precisa estar correta, assim como a respiração. Foque a atenção no momento e priorize sempre locais calmos.

Basicamente, a prática necessita de limpeza mental e silêncio interior. Quanto menos você pensar, melhor.

Qual é o melhor horário para meditar?

O melhor horário para meditar é no momento em que você se sentir melhor. Há pessoas que preferem o período de manhã, outras no horário do almoço ou antes de dormir.

A dica é sempre escolher um momento de tranquilidade no dia. Evite comer antes de efetuar a meditação e desligue-se de todos os aparelhos eletrônicos — coloque o celular no modo silencioso e desprenda-se ao máximo do mundo material.

Dessa maneira, a sua meditação terá qualidade e ajudará nos estudos, sendo útil, inclusive, antes da realização de uma prova, por exemplo. Portanto, não deixe de explorar essa técnica milenar ao seu favor!

Viu como é importante focar no agora? E você, está na dúvida sobre qual profissão seguir? Então aproveite e faça o nosso teste vocacional e tenha um recurso a mais para fazer uma escolha certeira!

Você pode gostar também