Na hora de sair por aí em busca de um emprego ou estágio, uma das maiores dúvidas, principalmente de quem está iniciando no mercado de trabalho, é o que colocar no currículo. Afinal, esse documento é como o nosso cartão de visita para o recrutador e é a peça-chave para ser chamado para uma entrevista.

Algumas pessoas se questionam sobre o que devem colocar ou não no currículo, se é informação demais ou de menos. Saiba que realmente é importante entender mais sobre o assunto na hora de elaborar o seu, já que esse é, muitas vezes, o primeiro contato com a empresa.

Quer aprender como acertar em cheio nessa missão? Então continue e leitura, pois, neste post, contamos tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Vamos lá?

O que colocar no currículo?

Embora existam alguns tipos de currículo, algumas informações são primordiais em qualquer um deles. Independentemente se sua experiência é vasta ou quase zero, estes itens devem constar no seu documento.

Dados pessoais

Seu currículo começa com dados pessoais, como se fosse uma apresentação sua. Sabe quando em um papo a gente fica sabendo nome, idade, onde mora etc.? É mais ou menos isso. O recrutador precisa saber mais um pouco sobre você antes de continuar a analisar o documento.

Em algumas vagas, por exemplo, a idade ou até mesmo a residência pode ser um fator excludente. Além disso, todos os dados de contato devem ser inclusos aqui. Dessa maneira, coloque:

  • nome completo;
  • idade ou data de nascimento;
  • e-mail;
  • telefone para contato;
  • localidade da residência;
  • endereço das redes sociais com perfil profissional.
Eligis - teste vocacional e profissional

Área de atuação

A área de atuação serve para o recrutador guiar o seu currículo para uma vaga que mais combine com você. Entretanto, não é interessante colocar o cargo em si, mas sim o setor. Por exemplo, em vez de gerente de compras, coloque administrativo.

Formação

Você deve colocar a formação mais recente. Se tem ensino superior, não precisa colocar onde fez o ensino médio, por exemplo. Porém, se tem pós-graduação, mestrado etc., é importante informar desde a graduação. Além disso, é bom colocar algumas informações para que o recrutador possa entender mais sobre seus estudos.

  • título do curso;
  • instituição de ensino;
  • local do curso;
  • período do curso: se já estiver concluído, o ano de início e o ano de formatura. Se ainda estiver estudando, em qual semestre está.

Exemplo:

Mestrado em Ciência e Tecnologia dos Alimentos – UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro – RJ) – 2019 (em curso).

Graduação em Nutrição – UBM – Centro Universitário de Barra Mansa (Barra Mansa – RJ) – 2006 a 2009.

Qualificações

Nesse campo, você vai colocar as funções e atividades que está capacitado para executar. Não seja modesto, mas também não precisa exagerar. O bom senso aqui é colocar as habilidades que têm a ver com a empresa e o cargo desejado.

Experiência profissional

Está na hora de mostrar sua bagagem profissional. Coloque as experiências de trabalho que foram importantes e as mais recentes. Nada de deixar o currículo com 3, 4, 5 páginas só por conta da sua vasta experiência, ok? Cinco ou menos tópicos já são o suficiente. Descreva:

  • nome da empresa;
  • período em que trabalhou ou, se ainda estiver nela, desde quando;
  • pequena descrição da empresa;
  • último cargo ocupado;
  • atividades desempenhadas.

Se você fez apenas estágio, não tem problema, toda e qualquer experiência é muito válida. Pode acrescentá-la da mesma maneira que a falamos ali em cima.

Idiomas

Aqui é para descrever um ou mais idioma que você domina. Coloque a proficiência da língua escrita e da falada. Caso você não fale outra língua além do português, retire o tópico do seu currículo.

Atividades extras e cursos

Nessa parte, você vai falar sobre as atividades extras e os cursos que fez ou de que está participando. Escolha os que você acha que têm mais relevância para a empresa ou o cargo desejado. Coloque o título, a instituição, o local e a data. O campo fica bem parecido com o da formação profissional, pode tirar pelo modelo dele.

entrevista curriculo

O que colocar como objetivo no currículo?

O objetivo do currículo é algo que muita gente fica em dúvida. Será que é melhor colocar algo em geral ou mais personalizado com o cargo? Posso ser ambicioso ou o melhor é ser modesto? Bom, o ideal é que seja bem direcionado para a vaga.

Se você colocar algo muito genérico, a empresa entenderá que você está bem aleatório nas entregas do currículo e não se importou em preparar algo “especial” para ela. Por exemplo, em vez de colocar: desejo oportunidades de crescimento e satisfação pessoal, coloque: gostaria de atuar na área de vendas ganhando mais habilidades na área e aprimorando o relacionamento com o público.

Como fazer um currículo? 

Além de elaborar o documento de acordo com a estrutura que falamos nos tópicos anteriores, é preciso seguir algumas dicas para ter a maior chance de ser notado em meio a tantos outros currículos que as empresas recebem todos os dias. Confira quais são, a seguir:

  • pesquise e entenda a empresa onde gostaria de trabalhar, e ajuste as informações conforme o perfil dela;
  • não coloque informações ou experiências falsas, já que mentira tem perna curta e você pode ser descoberto e sofrer consequências;
  • analise se você tem o perfil para a vaga. Caso sim, isso tem que estar claro no currículo;
  • não exagere nos detalhes, pois fica muito cansativo de ler e o recrutador tem outros tantos para dar uma olhada;
  • preste muita atenção aos erros de português.

Importância do currículo

Como dissemos, o currículo é a primeira impressão que o recrutador e a empresa terão de você. Na maioria das vezes, eles não o conhecem e precisam ter uma boa impressão.

É por meio dele que essas pessoas analisarão se você está apto ou não a participar das próximas etapas para conquistar a vaga. Um currículo malfeito está fadado a ficar entre os últimos da gaveta, esquecido por lá. Em compensação, um bom currículo é capaz de se destacar entre tantos outros e abrir oportunidades incríveis.

Modelos de currículo 

Embora a gente já tenha dado uma noção do que pode ser colocado no documento, é sempre bom ter um guia, não é verdade? Hoje em dia, você encontra facilmente alguns modelos de currículo para se basear e elaborar o seu.

Com uma rápida procura nos sites de busca, você encontra diversas referências para baixar e criar um currículo digno de encantar os recrutadores. Isso é bom especialmente para quem está inseguro em fazer um currículo do zero ou quem não tem experiência no assunto.

O que colocar no currículo é uma das questões mais frequentes em quem está em busca de uma oportunidade. Como vimos, é importante fazer um documento que se destaque dos demais e que chame a atenção dos recrutadores. Com nossas dicas, temos certeza de que você vai se dar bem!

Ainda não sabe qual curso fazer? Então aproveite que está por aqui e veja em que o teste vocacional pode o ajudar nessa missão!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também