Você já parou para pensar sobre como vacinas, medicamentos e tratamentos médicos em geral foram criados? Pode ser que não se lembre de quem inventou cada um deles no passado, mas certamente você sabe que quem estuda essa áreafaz um curso de Biomedicina.

Esse campo chama sua atenção? Se é uma de suas escolhas de curso, você precisa conhecer mais sobre as áreas da Biomedicina, os segmentos, as faculdades e o mercado de trabalho.

Pensando nisso, preparamos este texto para que você possa descobrir informações relevantes sobre o assunto! Continue acompanhando e aproveite! Boa leitura!

O que é Biomedicina?

Biomedicina é uma área científica totalmente voltada para pesquisas de doenças dos seres humanos e de seus elementos epidemiológicos e ambientais.

É uma profissão extremamente relevante, sobretudo para o campo da Medicina, uma vez que ela permite detectar, identificar e comprovar doenças que podem estar acometendo as pessoas.

O objetivo da Biomedicina é, portanto, entender as causas, os mecanismos, os sintomas e as consequências para desenvolver diagnósticos e melhorar ainda mais os tratamentos.

Trabalhando em conjunto com biólogos, farmacêuticos e médicos, o biomédico é indispensável para a área da saúde, auxiliando no avanço científico e tecnológico dos conhecimentos sobre as doenças que afetam a humanidade.

A versatilidade dessa profissão permite que os profissionais atuem em várias áreas, desde análises clínicas a indústrias e pesquisas.

Áreas da Biomedicina

Ao estudar Biomedicina, você pode dar direções variadas à carreira. Segundo o Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), o biomédico pode escolher entre 10 áreas de atuação. Confira algumas delas a seguir!

Genética

O campo da Genética é extremamente amplo para esse profissional. Ele pode participar de pesquisas em todas as áreas, como membro ou coordenador do time de pesquisadores.

Entre suas funções, podemos citar a de fazer exames de citogenética humana molecular e, claro, suas respectivas análises, culturas e preparação citológica.

Além disso, o biomédico pode emitir laudos e pareceres e transmitir resultados de exames aos pacientes ou a outros profissionais — nesses casos atua como aconselhador genético e consultor, respectivamente.

Eligis - teste vocacional e profissional

Análises clínicas

Quem decide seguir essa carreira vai ter que lidar com funções como as de execução de processamentos de sangue, realização de exames de análises clínicas e com os exames pré e pós-transfusões.

Também é tarefa do biomédico dessa área a responsabilidade técnica em relação aos respectivos laudos. O profissional pode assumir chefias técnicas, assessorias e direção dos processos que citamos anteriormente.

Reprodução humana

Nesse campo, o profissional vai poder atuar:

  • com manipulação de gametas e pré-embriões;
  • em banco de sêmen;
  • em identificação e classificação oocitária; classificação e biópsia embrionária e criopreservação seminal.

Imagenologia

Nessa área, o profissional faz radiologia, tomografia, ultrassonografia, ressonância e radioterapia, sempre desenvolvendo técnicas e operando equipamentos. Nesses casos, ele não é a pessoa que interpreta o laudo.

Biologia molecular

Podemos citar algumas atividades dessa função: coletar materiais, interpretar, analisar, emitir e assinar pareceres e laudos técnicos.

Essa área da Biomedicina tem foco específico no estudo das funções e da estrutura do material genético, investigando as interações entre os sistemas de células, sobretudo a relação entre síntese proteica, DNA e RNA.

biomedicina análise molecular

Análises ambientais

Nesse campo, o profissional desenvolve seu trabalho fazendo análises microbiológicas e físico-químicas para o tratamento de água e efluentes e saneamento do meio ambiente.

Também é de sua responsabilidade a criação de perícias e de relatórios técnicos e a assinatura de laudos.

Por fim, vale ressaltar que o biomédico pode atuar, ainda, nas áreas de imunologia, patologia, microbiologia, educação e pesquisa, anatomia, histologia, embriologia, citologia, farmacologia, toxicologia, parasitologia, biofísica e psicobiologia.

Onde estudar Biomedicina?

O curso é do tipo bacharelado, tem duração de 4 anos e prepara os alunos para compreender as causas e formas de curar as mais diversas doenças.

Com foco em disciplinas da área da saúde, estamos falando de uma formação com carga horária bastante intensa de atividades em laboratório e de aulas práticas.

Para se formar em Biomedicina, vale lembrar que o estudante precisa apresentar um TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) e passar por um período de estágio supervisionado.

Hoje em dia, o curso é ofertado em mais de 250 instituições de ensino superior no país. Vale destacar que os melhores cursos de Biomedicina são encontrados em universidades estaduais e federais. Contudo, nas faculdades particulares, há bons cursos de Biomedicina.

Trouxemos uma lista com algumas instituições de ensino superior, tanto públicas quanto privadas, que ofertam o curso, com reconhecimento e autorização do Ministério da Educação (MEC):

  • Universidade Federal do Paraná (UFPR);
  • Universidade Cidade de São Paulo (Unicid);
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM);
  • Universidade Estadual de Londrina (UEL);
  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA);
  • Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO);
  • Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais;
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU);
  • Universidade Cruzeiro do Sul (UniCSul);
  • Universidade Federal de Goiás (UFG) ;
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS);
  • Universidade de Franca (UNIFRAN).

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para esse profissional é, atualmente, um dos mais aquecidos do Brasil. Sem dúvida alguma, está em uma grande expansão, com praticamente 40 especializações que já são reconhecidas pelo CFBM.

Os biomédicos podem optar por seguir uma carreira nas áreas de saúde, pesquisa, alimentos, farmácia, docência, meio ambiente e muitas outras.

A Biomedicina, profissão em alta no mercado, tem como áreas mais promissoras a pesquisa genética e a reprodução humana, especialmente nos estudos de manipulação de células-tronco. No entanto, um dos nichos que mais abriga esses profissionais ainda continua sendo o de análises clínicas.

Salário

O biomédico tem um salário aproximado de R$ 2.654,25, para um total de 40 horas semanais. Contudo, quando se considera o nível de experiência e o porte da empresa, a média salarial muda muito.

Isso é tão verdade que esses profissionais no início da carreira ganham em torno de R$ 3.373,17, quando são contratados por grandes empresas. Já os biomédicos com sete ou mais anos de atividade na área têm uma remuneração de R$ 5.025,78 em corporações do mesmo tamanho.

Bom, é importante destacar que o profissional biomédico exerce um papel fundamental nos procedimentos que possibilitam que o ser humano conheça mais sobre sua própria saúde e sobre as doenças que o afligem.

Caso você tenha o objetivo de ajudar o mundo a ser um lugar bem melhor, desenvolver métodos novos de combater doenças e tornar a vida das pessoas mais feliz, saiba que a Biomedicina pode ser a área que tanto almeja, e agora que conhece as principais áreas da Biomedicina, já pode escolher a que se encaixa ao seu perfil!

E aí, gostou do texto? Quer aproveitar a visita para aprender mais sobre o assunto? Então saiba também quanto ganha um biomédico!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também