Futuro promissor, estabilidade e inúmeras possibilidades de crescimento são características da carreira militar, uma das mais disputadas nos concursos públicos.

Há vagas para quem está ou saindo do Ensino Médio, assim como para aspirantes que já concluíram a faculdade. Neste post, vamos trazer um panorama sobre as funções nas Forças Armadas e como seguir nesse caminho. Acompanhe!

Como é a carreira militar?

A carreira militar é a função exercida por pessoas que entram para as Forças Armadas. Assim, você poderá ser integrante do exército, da marinha ou da aeronáutica.

O ingresso pode acontecer por meio do serviço militar obrigatório, aos 18 anos, com um prazo temporário na função, ou de maneira permanente, por meio da aprovação em concurso público.

Caso você entre após ser aprovado nos testes teóricos e físicos, poderá seguir a carreira militar, residindo nas respectivas bases.

Dessa maneira, é possível obter bons rendimentos e ainda morar em casas das Forças Armadas, sem custos de energia e água, além de contar com outros tipos de vantagens, como áreas de lazer, formação superior, escolas para as crianças e toda uma estrutura de vila militar.

Na carreira militar, é preciso seguir a hierarquia referente aos postos e às graduações, que vão dos praças aos oficiais.

Geralmente, são de 30 a 35 anos de serviços antes de chegar à reserva (aposentadoria), podendo ser chamado de volta antes dos 65 anos, caso aconteça algo extraordinário, como uma guerra.

Outra vantagem da carreira militar é que existe uma previdência específica, ou seja, não há perdas salariais ao longo dos anos, como acontece com os demais cidadãos que colaboram com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Carreira militar feminina

Apesar da carreira militar ter sido, ao longo de muitos anos, restrita aos homens, há um bom tempo, já é permitida às mulheres.

No entanto, há algumas restrições. Entre elas, podemos citar a idade, não estar grávida e ter formações superiores em alguns casos, por exemplo, para o ingresso como oficial (tenente).

Mas há várias oportunidades em diversas carreiras militares, como marinha, exército, aeronáutica, e na polícia militar de todos os estados brasileiros.

Como seguir na carreira militar?

A primeira dica para você seguir na carreira militar é conhecer a sua personalidade. Isso porque as funções necessitam disciplina, respeito a hierarquias, excelente condicionamento físico, posto por armas, facilidade nas disciplinas de exatas e bom comportamento social.

Inclusive, o aspecto psicológico também deve estar preparado, pois há testes ao longo das avaliações, principalmente para evitar possíveis transtornos referentes às funções.

Afinal, ser militar necessita de autocontrole, racionalidade, saber trabalhar sob pressão, em equipe e ainda muita organização quanto aos uniformes e às rotinas.

Para você seguir na carreira militar, caso não ingresse no serviço militar obrigatório aos 18 anos, é preciso ser aprovado em um concurso público.

Há vários tipos de provas que abrangem diferentes níveis de dificuldade. A do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), por exemplo, é uma das mais difíceis e concorridas do Brasil.

Portanto, a dica é você estudar de acordo com o edital do local escolhido, principalmente em disciplinas que têm maior peso, como Matemática, Física e Química.

Outra orientação é pesquisar sobre a área que você pretende seguir, como mostraremos agora.

Carreira militar: exército

carreira militar exército

A carreira militar no exército inicia-se na função de soldado e vai até a de marechal.

São os responsáveis pela segurança nacional, atuando nas fronteiras, em locais que estejam com vulnerabilidade em razão de greves de policiais, em guerras e, também, em atividades em matas.

Quem entra no exército tem uma rotina de serviços nas bases e em várias regiões do Brasil e de outros países.

Após o terremoto no Haiti, por exemplo, muitos militares foram convocados para ajudar no processo de reconstrução do país.

O exército também atua no combate a epidemias, na construção de hospitais, pontes, estradas e outras obras referentes à infraestrutura terrestre. Veja alguns locais para iniciar a carreira:

  • Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx);
  • Instituto Militar de Engenharia (IME);
  • Academia Militar de Agulhas Negras (AMAN);
  • Batalhões do Exército.
Eligis - teste vocacional e profissional

Carreira militar: marinha

A marinha é a responsável pela segurança nos oceanos assim como pelas fiscalizações referentes às embarcações que trafegam nesses locais. Também está subordinada ao Ministério da Defesa, como as demais ligadas às Forças Armadas.

Os militares são preparados para atuarem em diversas embarcações, de navios a submarinos, além de receberem cursos de mergulho, entre outros. Tudo é feito para garantir a segurança marinha.

A marinha faz ainda levantamentos hidrográficos, programas na Antártica, planos de gerenciamento costeiro, ações de salvamento, observação dos oceanos, pesquisas, sinalizações, entre outros.

A hierarquia começa com os marinheiros (guarda marinha) e vai até o almirante, que é um general. Observe alguns locais para se formar:

  • Escolas de Aprendizes a Marinheiros;
  • Escolas navais;
  • Colégios navais;
  • Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante.

Carreira militar: aeronáutica

A carreira militar na aeronáutica forma especialistas para atuarem no controle do tráfego aéreo, pilotos de aeronaves, mecânicos de aviões, engenheiros e profissionais que auxiliam nos serviços dentro das bases, como no caso do taifeiro (copa e cozinha).

No Brasil, os controladores de tráfego aéreo são formados na Escola de Especialista de Aeronáutica em Guaratinguetá (SP), enquanto os engenheiros, no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), que fica em São José dos Campos (SP).

Há bases em Pirassununga (SP), onde fica a sede da Esquadrilha da Fumaça, assim como em vários estados da nação.

O objetivo é garantir a segurança no ar, preparando os militares para agirem em tudo que diz respeito à aviação e às engenharias, como a aeroespacial. Conheça alguns locais para estudar:

  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA);
  • Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR);
  • Academia da Força Aérea (AFA);
  • Escolas Preparatórias de Cadetes do Ar (Epcar).

Curso preparatório militar

Como você percebeu ao longo deste post, há vários locais para seguir a carreira militar. No entanto, a concorrência é alta, ou seja, a maior parte de quem passa faz cursos preparatórios.

Além dos existentes para ingresso, há ainda os que estão dentro das próprias escolas militares, como no caso das escolas navais, escola preparatória de cadetes do Exército e de cadetes do ar.

Seja para entrar em um curso preparatório para concurso militar ou para se manter, a dica é sempre estudar, com foco nas vantagens que a carreira militar proporciona, como bons salários, estabilidade e possibilidade de crescimento profissional nas funções escolhidas.

Chegou até aqui e ainda está na dúvida de qual carreira seguir? Então faça o nosso teste vocacional e fique mais consciente sobre o seu futuro!

Você pode gostar também