Profissão que é bastante requisitada durante o planejamento infraestrutural de grandes e pequenas cidades, o arquiteto urbanistadesempenha um trabalho essencial para o desenvolvimento da nossa sociedade, principalmente quando estamos falando sobre qualidade de vida do cidadão.

Entretanto, engana-se quem acha que essa área restringe a sua atuação em projetos urbanísticos. Isso porque há também outras possibilidades de trajetórias profissionais, já que esse setor é bem amplo e capaz de abrir portas em várias frentes no mercado de trabalho.

E você: já sabe o que faz um arquiteto urbanista, como é a sua formação acadêmica e como está o mercado de trabalho?

O que faz um arquiteto urbanista?

Um arquiteto urbanista devidamente habilitado pode exercer as seguintes funções em uma empresa:

  • participar do projeto de planejamento de obras, tais como: casas, edifícios, condomínios residenciais, praças públicas, monumentos históricos entre outros;
  • criar ambientes que elevam a qualidade da relação entre pessoas e espaços físicos;
  • planejar obras urbanas e os seus respectivos impactos na vida das pessoas;
  • trabalhar junto aos engenheiros civis no desenvolvimento de construções que alinham segurança, conforto e beleza;
  • estudar a legislação municipal referente às regras que envolvem os projetos de construção;
  • pensar e aplicar soluções alternativas para a minimização dos impactos ambientais causados por uma obra, bem como priorizar métodos que utilizam de fontes naturais de energia;
  • harmonizar ambientes físicos em geral, de forma a considerar fatores como a ventilação, iluminação, cores, design e disposição da mobília.
arquiteto desenhando no tablet em cima da mesa

Curso de Arquitetura e Urbanismo

Elaborado para ser concluído entre 4 e 5 anos (ou de 8 a 10 semestres letivos), o curso de Arquitetura e Urbanismo é muito conhecido por ser tradicionalmente um dos mais concorridos no meio universitário.

Ofertado por diversas universidades particulares e públicas, essa formação envolve estudos nas áreas de mobilidade urbana, otimização de espaços públicos, design de interiores e cidades inteligentes.

Além disso, um campo de estudos que vem crescendo consideravelmente nesse curso é o de sustentabilidade, já que esse é um tema que felizmente ganhou considerável espaço na sociedade nos últimos anos.

Dessa forma, diferentemente do passado, hoje a graduação em Arquitetura e Urbanismo oferecida no Brasil é composta por uma série de disciplinas que visam alinhar os projetos de construção com os conceitos pregados pela sustentabilidade.

Grade curricular

Entre as várias matérias que são cobradas nesse curso podemos destacar:

  • Arquitetura e Ambiente;
  • Cultura Religiosa: fenômeno religioso;
  • História da Arquitetura, da Arte e da Cidade;
  • Representação e Modelos Digitais;
  • Sociedade Contemporânea;
  • Arquitetura e Estruturas;
  • Arquitetura e Tecnologia;
  • Arquitetura Bioclimática;
  • Modelos Informacionais de Projetos e Obras;
  • Projeto de Racionalização Construtiva;
  • Cidades inteligentes;
  • Planejamento Ambiental Urbano;
  • Projeto de Paisagismo;
  • Teoria da Produção Habitacional;
  • Projeto de Interiores;
  • Projeto em Estruturas de Madeira.
Eligis - teste vocacional e profissional

Onde estudar

São exemplos de universidades que formam arquitetos urbanistas:

  • Universidade do Estado de Mato Grosso;
  • Universidade Federal de Alagoas;
  • Universidade Federal Rural do Semi-Árido;
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia;
  • Universidade Federal da Integração Latino-Americana;
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha;
  • Universidade Federal de Pelotas;
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais;
  • Universidade Federal de Santa Maria;
  • Universidade Federal da Fronteira Sul;
  • Universidade Federal do Amazonas;
  • Universidade Federal da Bahia;
  • Universidade Federal de Viçosa;
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo;
  • Universidade Federal de Uberlândia;
  • Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais;
  • Universidade Norte do Paraná;
  • Universidade Paulista;
  • Universidade Federal do Ceará;
  • Universidade Federal Rural do Rio De Janeiro;
  • Universidade Federal de Goiás;
  • Universidade Federal de Pernambuco;
  • Universidade de São Paulo;
  • Universidade Mackenzie.

Área de atuação do arquiteto urbanista

Durante a graduação o estudante pode optar por determinadas trajetórias acadêmicas, ou seja, escolher uma área da Arquitetura e Urbanismo e se especializar nela.

Como exemplos dessas áreas de especialização temos:

  • projetos urbanos — nesse ramo o arquiteto foca os estudos para aprender a desenvolver trabalhos arquitetônicos que se relacionam com mobilidade urbana, espaços públicos de convivência, cidades inteligentes, iluminação pública e outros;
  • sustentabilidade — é uma das áreas que mais vem crescendo na Arquitetura, a qual é responsável por pesquisar métodos e processos de construção que reduzem os impactos ambientais;
  • arquitetura de interiores — atuando no planejamento e na harmonização de ambientes e espaços físicos;
  • paisagismo — elaborando soluções para alinhar as características físicas dos espaços urbanos com o bem-estar social.

Quanto ganha um arquiteto urbanista?

A profissão de arquiteto urbanista é regulamentada pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo — CAU. Desse modo, a remuneração dessa categoria precisa obrigatoriamente respeitar as estipulações desse órgão.

De acordo com o CAU, o salário-mínimo para os arquitetos urbanistas é de:

  • 6 salários-mínimos, vigente para cada 6 horas de trabalho por dia, atualmente R$ 6.270,00;
  • 7,25 salários-mínimos, vigente para cada 7 horas de trabalho por dia, atualmente R$ 7.576,25;
  • 8,5 salários-mínimos, vigente para cada 8 horas de trabalho por dia, atualmente R$ 8.882,50.

Dia do arquiteto urbanista

Igualmente às outras profissões, existe também o dia do arquiteto urbanista, que todos os anos é comemorado na data de 15 de dezembro.

Oscar Niemeyer

Nascido em 15 de dezembro de 1907, é impossível falarmos de Arquitetura e Urbanismo no Brasil e não citarmos Oscar Niemeyer.

Considerado por muitos como sendo o principal arquiteto urbanista do país, a sua influência na área foi tão grande que o dia dessa profissão é comemorado justamente na data de seu nascimento. Entre as suas obras, ganham destaque o Palácio da Alvorada, em Brasília e a Igrejinha da Pampulha, na capital mineira.

Mercado de trabalho

Após a formatura e o devido registro no CAU, um arquiteto urbanista pode ingressar no mercado de trabalho em variadas empresas dos mais variados segmentos, como:

  • escritórios de arquitetura;
  • imobiliárias;
  • construtoras;
  • incorporadoras;
  • órgãos públicos em geral.

Notamos então que o arquiteto urbanista é um profissional essencial tanto para o planejamento urbano das cidades quanto para a garantia da sustentabilidade das construções.

Além disso, é válido frisarmos que esse curso é ofertado por inúmeras universidades espalhadas por todo o país, o que é ótimo para a acessibilidade da profissão.

Você vai prestar o vestibular do Enem em janeiro, mas ainda não sabe qual curso escolher? Então leia um pouco sobre a trilha de orientação profissional e veja como que ela pode ajudar você!

Você pode gostar também