Ele desenvolve novos medicamentos, descobre tendências sociais e é extremamente analítico. Estamos falando de um profissional que faz uso de dados e trabalha com a produção de conhecimento. E você, sabe o que faz um cientista e quais os tipos de ciência que existem?

É o que mostraremos neste post por meio de um panorama referente a essa profissão extremamente importante para a humanidade. Vem com a gente!

O que faz um cientista?

Para entender o que um cientista faz, basta compreender o que o próprio nome diz: cientista é quem pratica a ciência. Portanto, ele pode ser de diversas áreas do conhecimento humano, desde que esteja envolvido com pesquisas em cursos diversos.

Os cientistas atuam com base em métodos científicos, como na elaboração de estudos por meio de pesquisa para produção de monografia ou artigos que, frequentemente, trazem novas descobertas.

O cientista tem uma atuação bem além do que aquele profissional visto nos filmes, com jalecos brancos e óculos, trabalhando em laboratórios.

Historicamente, cientista é toda pessoa que trabalha com conhecimento e saber, desde que conclua pesquisas em sua respectiva área por meio do mestrado, doutorado, pós-doutorado ou PhD.

Há cientistas de Exatas, Humanas e Biológicas, cada um com suas respectivas pesquisas.

Para o desenvolvimento de uma nova vacina, como contra o coronavírus, há o envolvimento de vários cientistas que atuam nas áreas médica, farmacêutica, biomédica e afins.

Portanto, ser cientista exige olhar analítico, estudo constante, espírito questionador e muita curiosidade.

É importante afirmar que, ao longo da Antiguidade e Idade Média, as respostas referentes aos fenômenos naturais eram baseadas na religião e misticismo. Somente a partir da Idade Moderna há a introdução das análises científicas como busca pelo conhecimento.

Assim, a ciência nada mais é do que várias práticas, normas e técnicas que utilizam a lógica para chegar a resultados confiáveis, sendo o cientista o condutor das pesquisas.

O que faz um cientista de dados?

A Internet das Coisas (IoT) revolucionou o mercado de trabalhoe, atualmente, muitas empresas se baseiam em dados para auxiliar nas tomadas de decisões. Com isso, houve uma grande abertura para quem é cientista de dados.

Basicamente, esse profissional analisa informações referentes ao comportamento dos consumidores, intenções de votos, tendências do mercado, além de sintonizá-las com o dia a dia de uma empresa.

Os cientistas de dados geralmente são matemáticos ou da área de Tecnologia da Informação (TI) e são muito requisitados nas corporações, principalmente para mudanças operacionais ou lançamento de produtos. Afinal, eles estudam os números e apontam soluções.

Uma empresa que quer lançar um celular, por exemplo, precisa de um cientista de dados para saber qual o tamanho ideal para atender o público-alvo e os recursos tecnológicos necessários, passando por preço, cores e outros detalhes.

Além disso, os cientistas de dados precisam ser profundos conhecedores da linguagem de programação, estatística, machine learning, análise de texto etc.

cientista de dados

O que faz um cientista da computação?

Quem se forma em Ciência da Computação é responsável pela elaboração de programas (softwares) e aplicativos para diferentes utilidades.

Esses profissionais também atuam na manutenção de redes e servidores e auxiliam as empresas a manter os micros em pleno funcionamento, assim como seus respectivos sistemas. Eles ainda ajudam na automação e protegem os servidores contra invasores, como hackers.

Atualmente, os cientistas da computação são profissionais valorizados e fundamentais nas empresas, principalmente por conta da dependência da informatização em todos os processos.

Um problema mal resolvido, por exemplo, pode paralisar uma linha de produção, causando um prejuízo incalculável.

Os bancos estão informatizados e milhões de transações acontecem diariamente, ou seja, o cientista da computação sempre está presente para manter os serviços em pleno funcionamento.

O que faz um cientista político?

O cientista político analisa tendências eleitorais e o cenário dos sistemas Legislativo, Executivo e Judiciário do país e do mundo. Além das pesquisas, ele geralmente se torna comentarista na mídia,em emissoras de TV, rádios, sites ou jornalismo impresso.

De maneira geral, o cientista político se forma em Ciências Sociaise faz especializações para ficar apto a analisar fatos históricos e atuais.

Ele também analisa dados e auxilia nas tomadas de decisões, principalmente para ajudar gestores públicos a agir, como na elaboração de um novo projeto para determinada cidade ou estado.

O cientista político também pode ministrar aula no ensino médio ou faculdades, sem falar em atividades sindicais e pesquisas de opinião, entre outras áreas.

Eligis - teste vocacional e profissional

O que faz um cientista tecnológico?

Já o cientista tecnológico tem um papel preponderante dentro das empresas públicas ou privadas no que diz respeito às descobertas que sejam beneficiadas pela tecnologia.

São esses profissionais que programam sistemas, como para controle de fluxos de mercadorias, além de criar meios para otimizar o tempo e ainda aumentar a produtividade.

O cientista tecnológico estuda meios para reduzir os custos, tendo uma importância gigantesca no faturamento das empresas.

Esse profissional também trabalha nas indústrias aeronáutica, automobilística, aeroespacial, sempre buscando soluções criativas e funcionais para os produtos. Desenvolvem de satélites a radares, sempre com inovações que serão úteis para a sociedade.

A carreira do profissional

Como você pôde perceber, há diversos tipos de cientistas.Ha muitos outros além dos citados, mas uma situação é comum entre todos eles: a profissão exige dedicação e muito estudo.

Dessa forma, podemos afirmar que a carreira profissional é marcada por desafios, mas extremamente promissora. Tudo começa ainda na faculdade com a iniciação científica. Depois é preciso fazer mestrado e doutorado.

O que faz um cientista é de extrema importância para a sociedade pelo fato de ser esse profissional que descobre melhorias para o dia a dia da população, desde a energia elétrica, passando pelo antibiótico e curas de várias doenças.

Portanto, se você quiser seguir nessa área, a dica é se envolver em projetos de pesquisa ainda na faculdade, embarcando em uma pós-graduaçãoassim que concluir o curso superior.

Mercado de trabalho

Grande parte dos cientistas atua por meio de bolsas financiadas por Institutos como Fapesp e CNPq.

No entanto, há um mercado amplo nas faculdades públicas e privadas. Afinal, quem obtém títulos de mestrado e doutorado consegue se tornar professor universitário.

Com o crescimento dos cursos a distância (EAD), o mercado de trabalho melhorou ainda mais. Além disso, há oportunidades nas indústrias, no serviço público por meio de aprovações em concursos e nas empresas, principalmente de tecnologia.

Portanto, agora que você já sabe o que faz um cientista,basta continuar se dedicando aos estudos de olho em seu sucesso profissional.

E aí, ainda na dúvida de qual curso fazer? Então aproveite e faça nosso teste vocacional!

Você pode gostar também