Você já ouviu falar nas fases do desenvolvimento infantil? Quando estudamos Biologia, aprendemos muito sobre o crescimento dos tecidos e ossos, a formação das células e o funcionamento dos órgãos para sustentar a vida na Terra. Acontece que existe um fator muito importante para o bom amadurecimento humano: a Psicomotricidade.

Esse nome diz respeito a um dos processos do desenvolvimento infantil que conecta a movimentação corporal e a exploração do mundo exterior com os impactos que esses descobrimentos geram no dia a dia da criança. Ou seja: envolve Psicologia, Biologia, Neurologia, Fisioterapia e muitas outras ciências que estudam o ser humano.

Pensando em aprofundar seus conhecimentos sobre Psicomotricidade e auxiliar você a escolher a melhor graduação, preparamos este conteúdo com as principais informações sobre essa área de trabalho. Acompanhe!

O que é Psicomotricidade

Antes mesmo de entender o curso e a especialização, precisamos compreender o que é Psicomotricidade. Como comentamos, ela é uma área de estudo científico que alinha diversos conhecimentos sobre o ser humano, desde suas interações inter e intrapessoais até os processos neurológicos que facilitam seu desenvolvimento.

Entretanto, a grande diferença da Psicomotricidade para as outras ciências da saúde é o foco dado para o movimento. Os profissionais da área estudam sobre como seu corpo em movimento tem relações diretas com a forma como você se relaciona consigo e com os outros.

Nesse sentido, a Psicomotricidade explica que os processos de maturação estão diretamente interligados com os afetivos e com o desenvolvimento cognitivo e orgânico.

De maneira geral, a Psicomotricidade ocorre por meio de atividades lúdicas que estimulam o movimento das crianças a fim de contribuir para o seu desenvolvimento integral.

Psicomotricidade na educação infantil

Você já deve ter percebido que a Psicomotricidade está muito presente na educação infantil. Afinal, se considerarmos que ela é parte fundamental do desenvolvimento das crianças, precisamos trabalhá-la durante todas as fases de crescimento infantil!

Por isso, falamos que ela também é uma prática pedagógica que busca fortalecer o desenvolvimento integral dos pequenos, auxiliando no processo de ensino-aprendizagem, potencializando as habilidades cognitivas e aprimorando as competências socioemocionais por via do movimento.

Dessa maneira, quando a criança interage durante atividades grupais, ela encontra novas formas de expressão que resultam em transformações. Aos poucos, ela descobre que isso permite uma relação mais saudável consigo, com os outros e com o mundo a ser explorado.

Aqui, os profissionais da área podem trabalhar dentro de escolas e incentivar diversas atividades psicomotoras que contribuem para o desenvolvimento dos estudantes, como:

  • quebra-cabeça com bonecos desmontáveis;
  • jogos de imitação;
  • completar desenhos de figuras humanas;
  • fazer colagens com revistas e jornais, criando o próprio corpo ou remontando a imagem de um colega;
  • representar as partes do corpo com brinquedos, como tintas, espumas e géis;
  • modelar massinhas para experimentar diferentes texturas e montagens;
  • criar circuitos com figuras geométricas e brincar entre eles, fazendo obstáculos com pneus, bastões e caixas;
  • brincar com jogos de memória.

Aos poucos, os pequenos tomam consciência do seu corpo e do corpo do outro e aprendem a estabelecer limites pessoais, bem como descobrem como funciona sua coordenação motora, a visão espacial e o controle temporal.

psicomotricidade

Psicomotricidade: curso

Você deve estar se perguntando: como é possível formar-se nessa área? Ainda que seja de extrema importância, não existe uma graduação em Psicomotricidade. Isso acontece porque o campo de estudo é muito recente, sendo que pesquisadores e profissionais da área descobrem novas formas de atuar todos os dias.

No entanto, existem diversas formas de estudar sobre Psicomotricidade e investir nessa carreira tão necessária para o desenvolvimento infantil.

Você se lembra de que falamos sobre a sua relação com diversas carreiras? Pois é, uma das melhores formas de iniciar sua aprendizagem na área é investindo em um desses cursos de graduação.

Por exemplo, na grade curricular de Psicologia, você pode aprender sobre o tema nas disciplinas de desenvolvimento infantil, assim como em Psicologia escolar e matérias optativas específicas de Psicomotricidade. Por outro lado, cursos como Fisioterapia e Pedagogia apresentam a disciplina como obrigatória.

Com seu diploma em mãos, você pode — e deve! — investir em uma pós-graduação sobre Psicomotricidade para lapidar ainda mais seus conhecimentos e garantir uma atuação proativa e articulada com os estudos atuais da área.

Especialização em Psicomotricidade

Como você já deve imaginar, existem muitas especializações em Psicomotricidade que ampliam seus horizontes profissionais e contribuem para o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes, adultos e idosos. Confira as mais procuradas atualmente:

Eligis - teste vocacional e profissional
  • Psicomotricidade na educação infantil — atua em escolas, creches e outros locais de aprendizado infantil;
  • Psicomotricidade hospitalar — auxilia na recuperação dos movimentos de pacientes, podendo atuar em ambulatórios, enfermarias, brinquedotecas e unidades de terapia intensiva;
  • Psicomotricidade empresarial — busca proporcionar melhor ergomotricidade e auxiliar no desenvolvimento postural dos trabalhadores;
  • Terapia ocupacional psicomotora — fortalece a saúde mental, principalmente dos idosos que já perderam tônus muscular;
  • Neuropsicomotricidade — trabalha em conjunto com a Neurologia para criar diagnósticos e prognósticos.

Lembre-se de que essas especializações podem ser iniciadas quando você chegar no final da sua graduação. Assim, quando você conquistar o seu diploma, precisará estudar por mais um ano para chegar ao grau de especialista e encontrar cada vez mais oportunidades profissionais.

Onde estudar

Para saber onde estudar Psicomotricidade, é fundamental identificar qual curso de graduação você deseja seguir e realizar o seu vestibular com calma e concentração para ingressar no ensino superior! Assim, quando você chegar ao final do curso, poderá iniciar sua especialização em Psicomotricidade.

Uma das melhores formas de encontrar a universidade ideal para você é analisando a qualificação do curso. O MEC (Ministério da Educação) construiu o conceito ENADE (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) para avaliar a qualidade do ensino e a infraestrutura das faculdades públicas e privadas.

Portanto, a nossa dica é entrar no portal das universidades do seu interesse e conferir qual foi a sua nota no exame. Se o seu curso em potencial tirou acima de quatro, com certeza, é uma graduação forte e que apresenta boas oportunidades de trabalho.

Percebe como a Psicomotricidade é um excelente campo de estudo e trabalho nos dias atuais? Além de ser nova, a área oferece boas oportunidades de contratação e possibilita uma atuação multidisciplinar e divertida, envolvendo não só a educação infantil como outras esferas profissionais.

Então, acha que Psicomotricidade é o campo certo para você? Aproveite para conhecer também como funciona o curso de Psicologia para iniciar seus estudos na área!

Você pode gostar também