Se você quer cursar Enfermagem, provavelmente já sabe como os profissionais da área são comprometidos com a promoção da saúde, prestando um atendimento eficiente, imparcial, sem discriminação e ético a toda a população. Ao procurar informações sobre a carreira, no entanto, se torna claro que achar dados atuais sobre o quanto ganha um enfermeiro não é tão fácil como encontrar outras informações da categoria.

Por esse motivo, mostramos aqui um panorama salarial do ramo para você ficar por dentro do assunto. Acompanhe!

[powerkit_toc title=”Conteúdo deste post”]

Quanto um enfermeiro ganha?

De acordo com amostragem oficial do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), há cerca de 552.316 enfermeiros em todo o território nacional. Apesar do número ser expressivo, o mercado não está saturado. Muito pelo contrário: basta fazermos uma análise proporcional desse total em relação à população brasileira.

Ao todo, o país tem 209,3 milhões de cidadãos. Logo, há basicamente um enfermeiro para atender sozinho cerca de 379 indivíduos, o que mostra o quanto a área da saúde necessita de profissionais dessa categoria.

É por esse motivo que o ramo não só ganha reconhecimento social, como tem uma remuneração cada vez mais elevada. No início da carreira, como identificou a base de dados do site Vagas, os enfermeiros ganham cerca de R$ 2.802,00, enquanto no auge dela recebem mensalmente por volta de R$ 4.651,00.

Quanto ganha um enfermeiro do Samu?

O enfermeiro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) é o profissional de Enfermagem que segmentou a carreira para atuar em situações de emergências e urgências em que é preciso o atendimento de pronto-socorro imediato, e em muitos casos, o resgate de vidas em risco.

Vale lembrar que esse tipo de serviço é interrompido e conta não só com enfermeiros, mas com indivíduos de outras áreas trabalhando em formato de plantão. Conforme sondagem do portal Vagas, o vencimento dele é de R$ 3.107,00.

Eligis - teste vocacional e profissional

Quanto ganha um enfermeiro obstetra?

O enfermeiro obstetra é o profissional que presta assistência ao corpo médico durante o acompanhamento da gestação, a realização de partos e a observação clínica de recém-nascidos internados em unidades hospitalares.

Ele tem uma remuneração mensal de R$ 3.878,28, de acordo com levantamento do site Salário. Em instituições de saúde de grande porte, a renda desse profissional pode chegar a R$ 7.438,00.

Quanto ganha um enfermeiro chefe?

O enfermeiro chefe desenvolve um trabalho administrativo e de gestão de pessoas dentro de ambientes hospitalares. Estão sob a supervisão dele:

  • o estoque de suprimentos e medicamentos;
  • as jornadas de trabalho e plantões da equipe de Enfermagem (que envolvem enfermeiros e técnicos em enfermagem);
  • as licitações internas;
  • as boas práticas sanitárias etc.

Por conta das atividades e das responsabilidades que tem, esse profissional recebe uma renda média mais alta, no valor de R$ 7.391,67, como indicado em relatório do site Salário.

Quanto ganha um enfermeiro concursado?

Até aqui, já falamos quanto ganha um enfermeiro do Samu, o profissional que é chefe de equipe e aquele que dedica a carreira à Enfermagem aplicada à Obstetrícia. É inegável que uma das dúvidas mais frequentes entre as pessoas é quanto ganha o enfermeiro concursado, mas é difícil apontar um só valor como referência.

Muitos concursos públicos estabelecem um salário-base para uma quantidade de horas mensais trabalhadas, que varia de R$ 1.000,00 a R$ 3.000,00. A remuneração final do profissional da área, no entanto, é superior a isso, já que há benefícios e adicionais contabilizados à parte — como é o caso do adicional por plantão ou por setor de atuação quando o edital é para a seleção de enfermeiros hospitalares.

A dica é pesquisar os concursos da sua região, mas nunca se fixando apenas ao rendimento bruto da categoria, pois ele não representa a sua faixa real de ganhos, ok?

Onde estudar Enfermagem?

O curso de Enfermagem é facilmente encontrado em qualquer lugar do Brasil — e não é exagero afirmar isso. Para termos uma ideia, segundo levantamento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), essa é a graduação da área da saúde mais ofertada pelas instituições de ensino superior. São 850 centros universitários (entre públicos e privados) em todo o país.

No panorama geral das formações, independentemente do ramo, a Enfermagem só perde para a Administração (1.606), a Pedagogia (1.137) e a Contabilidade (1.104). Isso só mostra a relevância que a categoria tem dentro da nossa sociedade e como a demanda por enfermeiros é contínua.

Abaixo, você confere algumas universidades federais e estaduais onde é possível estudar Enfermagem:

  • Universidade Estadual do Piauí;
  • Universidade do Tocantins;
  • Universidade do Acre;
  • Universidade Federal de Viçosa.

Não acaba por aí. Como já foi dito, há também muitas faculdades particulares onde você pode iniciar a sua formação. Aliás, elas são a maioria entre as instituições com essa graduação: cerca de 749 (88,11% do total). Reunimos alguns exemplos:

enfermeira

Como é a carreira do enfermeiro?

A Enfermagem é uma profissão vital, que desempenha papel de assistência, acompanhamento, tratamento e socorro aos enfermos nos mais diversos espaços, como hospitais, postos, asilos, ambulatórios, consultórios médicos, clínicas de reabilitação, unidades de emergência e por aí vai.

Devido a isso, a carreira de um enfermeiro no mercado pode enveredar por dois caminhos: a gestão hospitalar e o atendimento à saúde coletiva. Os dois segmentos têm alta empregabilidade, boa remuneração e oferecem oportunidades reais de crescimento e promoção.

Ao longo do post, você viu quanto ganha um enfermeiro em diferentes segmentos de trabalho, a média salarial em empresas de saúde de diferentes portes e a faixa de ordenado para quem está começando a atuar no ramo. Agora que não há mais dúvidas sobre o assunto, tenha em mente a importância de aproveitar bem os estágios durante a faculdade e fazer o máximo de cursos livres e de extensão, pois eles vão contribuir para valorizar o seu currículo no início da carreira!

Já que falamos bastante sobre a área da saúde, aproveite para saber mais sobre uma categoria profissional que trabalha juntamente aos enfermeiros: os médicos!

Você pode gostar também