Assim como Direito, Odontologia e Medicina, Psicologia EAD ainda não existe no Brasil. Isso porque a formação exige muitas atividades práticas, fato que impossibilita o ensino a distância.

Mesmo assim, há movimentos pressionando o Ministério da Educação (MEC) para que aprove o modelo no curso, mas, até o momento (julho de 2021), ainda não houve uma autorização. Por enquanto, somente especializações podem ser feitas no sistema online.

Com o objetivo de explicarmos melhor essa questão e também como é o curso de Psicologia, elaboramos este post com informações bem interessantes. Vem com a gente!

Curso de Psicologia EAD existe?

Como já mencionamos, o curso de Psicologia EAD ainda não existe no Brasil. Mas já há estudos para oferecê-lo no modelo semipresencial. Assim, a formação só pode ser realizada presencialmente.

Trata-se de uma determinação do Conselho Nacional da Educação (CNE), que é uma instância do MEC.

Dessa forma, se o seu sonho é ser psicólogo, a única maneira de concluir a faculdade é por meio de aulas presenciais ao longo de cinco anos. Daí você pode estar se questionando: por que não existe Psicologia EAD na atual realidade do mundo? É o que vamos mostrar agora!

Por que não existe Psicologia EAD ainda?

Para você entender, é preciso explicar um pouco sobre a atuação do profissional. O psicólogo atua em abordagens que focam no comportamento humano e no funcionamento da mente, ou seja, são aspectos bem complexos.

Imagine uma formação totalmente a distância, sendo que a prática profissional exige observações dos movimentos, da fala, das reações do paciente ao longo das terapias. Claro, com a pandemia, houve inúmeros atendimentos online, mas a formação desses profissionais foi feita presencialmente.

Isso porque há dinâmicas em grupo e conhecimentos que somente a prática ensina, sendo bem complicado fazer tudo de maneira remota.

Assim, mesmo tendo uma grade curricular extensa em disciplinas teóricas, a Psicologia conta ainda com muitas matérias que são aplicadas presencialmente. Entre elas, podemos citar:

  • Psicologia da Motivação e Emoção;
  • Psicologia da Personalidade;
  • Técnicas de Exame Psicológico;
  • Psicologia da Aprendizagem e Memória;
  • Processos Grupais;
  • Psicologia da Pessoa com Necessidades Especiais;
  • Psicologia do Pensamento e da Linguagem;
  • Métodos de Observação em Psicologia;
  • Avaliação Psicotécnica;
  • Psicologia Jurídica.
  • Psicologia Escolar;
  • Psicodiagnóstico;
  • Psicologia da Percepção;
  • Orientação Vocacional.

Portanto, o Ministério da Educação ainda não autorizou o curso de Psicologia EAD justamente pelo fato de temer queda na qualidade no ensino, principalmente em relação às atividades práticas.

Mesmo porque, imagine, de que forma um psicólogo aplicaria um teste vocacional ou um recrutamento em uma empresa sem ao menos ter vivenciado isso antes de se formar?

Por isso, o ensino presencial é fundamental nesse curso superior. Além disso, a formação necessita da participação em atividades em laboratório, análises de casos, conferências, observações e descrição de comportamentos, sem falar em práticas didáticas e estágios.

Como o contato com os pacientes é primordial, independentemente da idade, até o momento não houve uma abertura para migrar a Psicologia para um ensino a distância.

Com base nessas informações, caso você veja alguma instituição de ensino oferecendo curso de graduação em Psicologia com formação online, desconfie. Afinal, somente pós-graduação é permitida nessa modalidade.

Psicologia EAD

Faculdades de Psicologia

O que não faltam são opções de faculdades que contam com curso de Psicologia. Afinal, muitas instituições de ensino têm tradição nessa formação e seguem mantendo a qualidade. Veja algumas que se destacam no Brasil:

  • Centro Educacional Anhanguera;
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade Federal de Viçosa;
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro;
  • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC);
  • Universidade de Brasília;
  • Universidade Estadual Paulista;
  • Universidade Federal Fluminense;
  • Unisal;
  • Universidade de Taubaté (Unitau);
  • Unopar;
  • FMU;
  • Universidade Federal de Juiz de Fora;
  • Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

É importante informar que é um curso bacharelado que forma profissionais aptos a trabalhar em clínicas, hospitais, asilos, institutos de pesquisa, serviço público, comunidades terapêuticas etc.

Qual o valor do curso de Psicologia

É difícil mensurar o valor do curso de Psicologia, pois cada faculdade possui tabelas próprias. No entanto, a média fica em torno de R$ 1.000 por mês, mas é possível conseguir descontos em pesquisas em sites de bolsas de estudo.

Além disso, muitas instituições de ensino oferecem bolsas para quem obtém uma boa pontuação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ou seja, é possível baixar bem o valor da mensalidade.

Outra alternativa para você concluir essa graduação é por meio do ProUni ou do Fies. O primeiro é o Programa Universidade para Todos, que concede bolsas de 50% a integrais desde que o estudante atenda a alguns requisitos. Observe alguns:

  • nota acima de 450 no Enem;
  • não zerar a redação;
  • renda familiar até três salários mínimos;
  • ter feito o ensino médio em escola pública ou sendo aluno bolsista em particular.

No caso do Financiamento Estudantil (Fies), trata-se de um crédito concedido pelo governo federal com taxas de juros abaixo do mercado. O aluno recebe o valor integral do curso e começa a pagar após a conclusão da faculdade, podendo utilizar o salário obtido com a prática da profissão para quitar o empréstimo.

O Fies também exige participação na última edição do Enem, com nota mínima 450 e sem zerar na redação.

Mercado de trabalho

Muito além do atendimento clínico, a Psicologia tem um leque bem abrangente para atuação e está em alta no mercado de trabalho.

Afinal, mesmo antes da pandemia, milhões de pessoas já enfrentavam dificuldades e problemas emocionais. Agora, a situação ficou ainda mais crítica por conta das centenas de milhares de mortes e também de todo turbilhão causado pelo coronavírus.

Há mais medo no cotidiano, homens e mulheres estão exagerando no consumo de bebidas e drogas ilícitas, existe certa falta de sentido na vida, ou seja, há muitos locais para o psicólogo atuar.

Isso porque existem várias áreas da Psicologia, como em uma empresa com o RH, no auxílio da psicomotricidade, no atendimento em postos de saúde, em avaliações psicotécnicas para CNH, em hospitais, em comunidades terapêuticas no tratamento de alcoólicos e dependentes químicos, sem falar no atendimento clínico.

Dessa forma, quem faz Psicologia consegue boas oportunidades de emprego. Além disso, é possível prestar vários concursos públicos nas esferas municipal, estadual ou federal.

Outro campo muito explorado é na docência para quem conclui não só a graduação, mas o mestrado e o doutorado. Com essas especializações, é possível ministrar aulas em faculdades e até mesmo em cursos técnicos que tenham a Psicologia como matéria obrigatória. Entre eles, podemos citar a formação de terapeutas ou conselheiros em dependência química.

Agora que você já sabe que a Psicologia EAD não existe, vale a pena aumentar o ritmo nos estudos de olho em uma boa pontuação no Enem. Afinal, com ela, você pode abrir muitas portas para a sua carreira.

E aí, ficou animado? Já decidiu ser psicólogo? Ainda na dúvida? Então não se preocupe: aproveite e faça o nosso teste vocacional!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também