Quando se fala no trabalho de um psicólogo, logo a imagem de uma terapia se apresenta. Mas existem várias áreas da Psicologiaque compõem o dia a dia desse profissional, que tem um leque abrangente de opções para atuar no mercado de trabalho. De acordo com o Conselho Federal da profissão, existem onze campos de atuação na sociedade.

É o que vamos mostrar ao longo deste post, além de trazer um panorama sobre a faculdade de Psicologia. Confira!

Quais são as áreas da Psicologia?

Se você quer se tornar um psicólogo, saiba que há várias áreas de atuação da Psicologia além dos conhecidos e tradicionais atendimentos em consultório.

Psicologia Clínica

Esse é o cenário mais comum da profissão. Trata-se do atendimento em consultório em sessões de terapia.

A área clínica utiliza técnicas de Psicoterapia para ajudar os pacientes a lidarem com conflitos emocionais etranstornos mentais e de comportamentos que necessitam de autoconhecimento no tratamento.

O acompanhamento abrange desde crianças até idosos, passando por adolescentes, jovens e adultos. Com sessões individuais ou em grupo, o atendimento clínico é o mais comum na Psicologia.

Psicologia Forense

Como o próprio nome sugere, a Psicologia Forense é o trabalho com pacientes que podem ser condenados pela prática de determinados crimes.

Ao longo das análises, o psicólogo irá traçar as condições psíquicas dos réus para avaliar se existe determinado transtorno.

Assim, os relatórios ajudam nas decisões judiciárias, sendo necessária uma especialização para atuar nesse ramo da Psicologia.

Psicologia Social

É o estudo de comportamentos apresentados em grupos ou comunidades, avaliando as interações sociais.

Por isso, o atendimento é coletivo e envolve decisões em comum para todos os integrantes do grupo, podendo ser aplicado em locais que necessitam de convivência coletiva, como seminários, orfanatos, asilos, comunidades terapêuticas etc.

A atuação pode acontecer ainda em Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) ou organizações não governamentais (ONGs).

Psicologia Hospitalar

Com foco nos atendimentos dentro dos hospitais, o psicólogo com essa especialização integra a equipe multidisciplinar que trabalha para garantir a recuperação de pacientes internados.

No caso de quem se forma em Psicologia, o trabalho é destinar assistência psicológica seja para quem irá passar por determinada cirurgia ou que esteja no pós-operatório. As atuações também podem auxiliar pessoas que perderam entes queridos.

Psicologia do Esporte

Quem faz especialização em Psicologia do Esporte trabalha diretamente com atletas de alto rendimento. Isso porque a pressão é muito grande para que os praticantes das inúmeras modalidades atinjam resultados extraordinários, necessitando do auxílio de um psicólogo.

Um jogador de futebol que perde um pênalti em uma final de campeonato, por exemplo, pode sofrer pressões, ameaças e outros tipos de abalos emocionais tanto por parte de dirigentes quanto de torcedores, necessitando de um atendimento psicológico.

O profissional atua também com inteligência emocional para ajudar os atletas a conquistarem seus objetivos de maneira eficiente, mantendo a harmonia no grupo.

Além das abordadas, existem outras áreas da Psicologia, tais como:

Eligis - teste vocacional e profissional

Como é o curso de Psicologia?

Sendo uma graduação de cinco anos, a faculdade de Psicologia é um curso em nível bacharelado, mas o aluno que desejar ministrar aulas pode acrescentar, em algumas instituições de ensino, a carga horária referente aos conteúdos específicos de Educação, incluindo Estágio Supervisionado.

Ao longo do período de aulas, os estudante se deparam com disciplinas que abordam o autoconhecimento, a análise da psique humana, as interações sociais etc.

Esse curso não têm autorização do MEC no modelo EAD justamente pelo fato de exigir na formação análise do comportamento humano.

Por isso, o curso exige muita concentração, visão crítica e interpretação da subjetividade. Veja algumas disciplinas obrigatórias.

  • Psicologia da Percepção;
  • Teorias e Sistemas Psicológicos;
  • Desenvolvimento da Infância e Adolescência;
  • Fundamentos de Neuroanatomia;
  • Fundamentos da Psicologia da Saúde;
  • Psicofisiologia;
  • Psicologia da Aprendizagem e Memória;
  • Psicologia da Motivação e Emoção;
  • Psicologia da Personalidade;
  • Técnicas de Exame Psicológico;
  • Desenvolvimento da Idade Adulta e Terceira Idade;
  • Fundamentos das Ciências Sociais;
  • Organização e Políticas Públicas;
  • Análise Experimental do Comportamento;
  • Ética na Saúde;
  • Métodos de Observação em Psicologia;
  • Orientação Vocacional;
  • Processos Grupais;
  • Psicologia da Pessoa com Necessidades Especiais;
  • Psicologia do Pensamento e da Linguagem;
  • Psicologia Social;
  • Psicopatologia;
  • Psicodiagnóstico;
  • Psicologia Comunitária;
  • Psicologia Escolar;
  • Psicologia Jurídica.

Qual área da Psicologia ganha mais?

Após conquistar experiência e credibilidade no mercado, a Psicologia Clínica é a que tem melhores rendimentos, desde que o profissional conquiste vários pacientes.

Afinal, quem cobra R$ 200 por consulta e atende cinco pessoas por dia consegue faturar R$ 1.000 por dia.Mesmo com os gastos com aluguel, secretária e custos fixos, é possível faturar mais de R$ 10.000 por mês.

Esse valor pode ser bem superior caso a consulta seja mais cara e o profissional atenda mais pacientes em um dia, inclusive de maneira online.

Além dessa área, quem atua comRecursos Humanostambém tem excelentes rendimentos tão quanto professores universitários que concluem mestrado e doutorado.

Outro segmento promissor é trabalhar em clubes renomados com Psicologia do Esporte, pois os salários geralmente ficam acima dos R$ 8.000, além dos cargos abertos em concursos públicos.

No entanto, o salário médio inicial de um psicólogo está em torno de R$ 1.500.

Onde estudar Psicologia?

Existindo somente no modelo presencial, o curso de Psicologia está presente em inúmeras instituições de ensino espalhadas em todos os estados brasileiros. Observe algumas delas:

  • Centro Educacional Anhanguera;
  • Universidade São Francisco;
  • Faculdade Pitágoras;
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade Estadual de Londrina;
  • Universidade Paulista (Unip);
  • Universidade de Taubaté (UNITAU);
  • Universidade de Brasília (UnB);
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP).

Perfil profissional

Para se tornar um bom profissional, o psicólogo precisa ser uma pessoa com personalidade bem aberta para discussões, sem preconceitos, que goste de ler e que tenha capacidade de empatia.

Noteste vocacional para Psicologia, é analisado se a pessoa tem proximidade com a área de Humanas, se é curiosa, além de possuir uma visão crítica dos fatos e comportamentos, assim como capacidade de persuasão e honestidade.

Portanto, é possível escolher várias áreas da Psicologia para atuar, tendo em vista que muitos profissionais dividem a carga horária em vários locais, ou seja, as chances de sucesso são bem amplas no mercado de trabalho.

E você, está pensando muito em fazer Psicologia, mas ainda não tem 100% de certeza? Faça o nosso teste vocacional e tome uma decisão certeira!

Áreas da Psicologia
Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também