Amantes da psique humana encontram nos filmes de Psicologia uma excelente ferramenta de reflexão e autoconhecimento. 

Com vários títulos disponíveis no mercado cinematográfico, assistir às obras contribui para estimular o debate e também é uma forma de aprendizado muito útil para quem quer seguir a carreira de psicólogo.

Para ajudar você a se inspirar, vamos apresentar, neste post, 13 filmes que abordam vários temas referentes à Psicologia. Confira!

Filmes para estudantes de Psicologia

Os filmes de Psicologia tratam de assuntos que estão sintonizados com o dia a dia da profissão, como casos de depressão, ansiedade, suicídio, transtorno obsessivo-compulsivo, dependência química, esquizofrenia, histeria, entre muitos outros que são estudados na faculdade.

Apesar de algumas doenças necessitarem de um diagnóstico por parte de um psiquiatra, muitos debates levantados pelos filmes trazem à tona temas que fazem parte de inúmeras disciplinas do curso, ou seja, vale a pena estourar a pipoca e ficar de olho na telona.

filmes de psicologia

1. Bicho de Sete Cabeças (2001)

Começamos a lista com um filme nacional, protagonizado por Rodrigo Santoro. Apesar de já ter mais de 20 anos, ele faz um convite para a reflexão sobre os antigos manicômios brasileiros.

Baseado no livro Canto dos Malditos, de Austregésilo Carrano Bueno, que foi uma das vítimas dos eletrochoques, o filme mostra como a desinformação e desavenças familiares podem culminar em uma ruptura dos relacionamentos.

Nesse caso, Neto, interpretado por Santoro, é mandado pelo pai para um manicômio após este encontrar um cigarro de maconha, acabando com os sonhos do jovem de ser um cidadão produtivo na sociedade.

2. Divertida Mente (2015)

Divertida Mente é uma animação que conta a história de Riley, uma garotinha cujos pais decidem mudar de cidade, levando consigo todas as aflições da mudança, como uma nova escola, novos amigos etc.

O filme faz uma narração sob a visão das emoções, tendo um personagem para cada sentimento. Existe um centro de comando que destina as ordens, entrando em colapso em certos momentos.

O filme é divertido, didático e muito instrutivo, sendo um excelente meio para os estudantes de Psicologia analisarem os sentimentos humanos.

3. Uma mente brilhante (2001)

A vida do matemático John Nash tinha tudo para ser bem-sucedida, se não fossem as alucinações causadas pela esquizofrenia.

O filme mostra a história do profissional que formulou um teorema inédito, revelando os traços da doença em suas várias fases de evolução.

Após inúmeras dificuldades, o matemático consegue ganhar o Prêmio Nobel e se adapta ao convívio social. A obra ajuda no entendimento da esquizofrenia e suas várias faces.

4. Identidade (2003)

Transtorno Dissociativo de Personalidade. Essa é a doença que o filme aborda ao longo da história, que se passa em um hotel afastado, após várias pessoas se refugiarem no local para fugir de uma tempestade.

No entanto, o rápido convívio se torna um pesadelo por conta de uma série de assassinatos envolvendo os personagens.

5. Gênio Indomável (1997)

Apesar de ser um gênio da matemática, Will (Matt Damon) só teve o talento descoberto quando trabalhava como faxineiro em uma universidade. Mas não é apenas o lado positivo que chama a atenção: ele também sofre de distúrbios emocionais e de sociabilização.

Assim, o filme mostra o poder da terapia, após Will se envolver em uma confusão e ficar sob a responsabilidade de um professor, que lhe indica o tratamento.

Ao longo das sessões, uma relação de confiança se firma com o psicólogo, ou seja, esse filme ajuda na reflexão sobre a Psicologia no aspecto humanístico.

6. Ilha do Medo (2010)

Ilha do Medo é um suspense que narra a história de um hospital psiquiátrico que fica em uma ilha de Boston.

Com a missão de localizar um paciente fugitivo, dois policiais descobrem vários métodos ruins praticados no hospital e ainda precisam conviver com a situação ao se verem presos por conta de uma tempestade.

A análise trata da sanidade mental e revela aspectos psicológicos de cada personalidade, trazendo evidências da importância da psicoterapia.

7. O Quarto de Jack (2015)

O filme trata do amor e cuidado maternos ao contar a história de uma criança de cinco anos (Jack) que, fruto de um estupro, nasceu e vive em cárcere privado com a mãe.

Tentando proteger o filho da realidade abusiva, a mãe se vê com a necessidade de fantasiar histórias, mas não consegue evitar uma tentativa de fuga. A história mostra como as pessoas reagem a momentos de estresse e adaptação à realidade.

8. Um método perigoso (2011)

Esse filme é excelente para estudantes de Psicologia porque aborda justamente a psicanálise na visão de Sigmund Freud e Carl Jung.

Parte da história dos dois principais nomes da Psicologia é contada por meio de um atendimento a uma paciente, explorando as relações de trabalho, vida e afeto.

9. Réquiem para um sonho (2000)

O fim é trágico. Assim pode ser explicada a dependência química, explorada por meio de uma visão que vai bem além do simples uso de drogas ilícitas.

Nesse filme, os estudantes poderão refletir sobre a adição em esferas diferenciadas, como compulsão por drogas, sexo, comida, programas televisivos e emagrecimento.

A história prende a atenção do início ao fim e tem um desfecho triste, tocando nesse tema polêmico e sempre atual.

10. Reine sobre Mim (2007)

A reaproximação entre dois amigos de Nova Iorque revela traços do estresse pós-traumático por conta de perdas ocorridas nas explosões do World Trade Center.

E como vão procurar ajuda? Justamente por meio dos inúmeros recursos existentes na Psicologia, ou seja, o filme faz diversas reflexões, inclusive sobre a depressão, sendo excelente para estimular o debate entre futuros profissionais da área.

11. Melhor é Impossível (1997)

Estrelado por Jack Nicholson, esse filme romântico mostra como as mudanças acontecem repentinamente na vida, necessitando de adaptações.

Melvin é um escritor solitário, que vive com várias manias. Mas tudo sai do controle quando ele tem que cuidar do cachorro de um vizinho ao mesmo tempo que sua garçonete predileta se vê em uma situação bem difícil na vida.

Trata-se de um olhar diferenciado sobre a vida e os relacionamentos.

12. Terapia do Sexo (2012)

Terapia do Sexo mostra como os grupos de ajuda mútua (anônimos) são fundamentais no tratamento das dependências, podendo ser por álcool, drogas, jogos e, claro, sexo.

O personagem principal, Adam, é um viciado em sexo em recuperação e, após cinco anos em tratamento, se apaixona novamente. A trama é bem-construída e revela alguns gatilhos que devem ser tratados ao longo da terapia.

13. Cisne Negro (2010)

Entre os filmes de Psicologia, esse talvez seja o mais premiado. Ele conta a história de duas bailarinas rivais que ensaiam para a apresentação da peça “O Lago dos Cisnes”.

A atriz principal, que interpreta Nina, se vê no desafio de encenar a dualidade da representação e ainda lidar com as constantes pressões da mãe protetora, sem falar nos aspectos perfeccionistas.

Como você analisou ao longo deste post, existem inúmeros filmes de Psicologia que auxiliam no processo de aprendizado e ainda podem ser utilizados nos atendimentos dos pacientes, ou seja, trata-se de um excelente recurso, que deve sempre ser explorado.

Chegou até aqui, mas ainda não sabe que profissão seguir? Então, faça agora mesmo o nosso teste vocacional!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também