Um dos mais concorridos entre os estudantes que prestarão o vestibular, o curso de Engenharia Mecatrônica é uma ótima opção para quem deseja mesclar as áreas de mecânica e elétrica. Oferecido tanto em universidades particulares, quanto nas instituições públicas, exige dos alunos bons conhecimentos de todas as áreas das ciências exatas, essencialmente matemática e física.

Contudo, mesmo sendo um curso bem-avaliado, muitos ainda não conhecem, de fato, o que um aluno de graduação em Engenharia Mecatrônica estuda, bem como informações sobre as notas de corte nas principais universidades e as possibilidades de trabalho após a formação.

Em vista disso, preparamos um conteúdo abordando o que é Engenharia Mecatrônica, faculdades que oferecem esse curso, o cenário atual para esse profissional no mercado de trabalho e muito mais. Acompanhe!

O que é Engenharia Mecatrônica?

Engenharia Mecatrônica nada mais é do que o curso responsável por desenvolver, implementar e projetar equipamentos e peças mecânicas automatizadas, isto é, recebendo comandos a partir de computadores ou outros dispositivos eletrônicos.

Em outras palavras, é o curso que conecta os diversos processos mecânicos aos conceitos atuais de controle e automação industrial.

Curso de Engenharia Mecatrônica

Geralmente elaborado para ser concluído com, no mínimo, 5 anos (ou 12 semestres letivos), o curso de Engenharia Mecatrônica conta com várias disciplinas que exigem dos alunos bons conhecimentos de matemática, física e raciocínio lógico, como:

  • cálculo diferencial e integral I, II e III;
  • geometria analítica e álgebra linear;
  • mecânica fundamental;
  • fundamentos de controle e automação;
  • fundamentos de eletromagnetismo;
  • programação;
  • sistemas microcontrolados;
  • mecânica dos fluidos;
  • mecânica dos sólidos;
  • ciência dos materiais;
  • processos de fabricação;
  • circuitos elétricos;
  • elétrica básica;
  • robótica;
  • linguagem computacional;
  • equações diferenciais.

Engenharia Mecatrônica: o que faz?

Como destacamos acima, o engenheiro mecatrônico é o responsável, basicamente, por planejar a integração dos processos mecânicos com a automação computacional. Além disso, esse profissional pode ser encarregado de realizar manutenções em equipamentos automatizados, os quais necessitam de uma lógica computacional para executar as tarefas.

Exemplificando, pense na linha de montagem de um veículo, em que vários braços mecânicos são os responsáveis por tarefas como pintura, posicionamento de peças na carroceria e soldas. e o profissional da Engenharia Mecatrônica que consegue sincronizar todas essas tarefas robóticas, de forma a controlar uma série de outros processos automatizados que finalizarão a montagem do veículo em questão.

Faculdades de Engenharia Mecatrônica

Há várias faculdades e universidades espalhadas pelo Brasil que oferecem o curso de Engenharia Mecatrônica. Confira, abaixo, algumas delas:

  • Universidade de São Paulo — USP;
  • Universidade de Brasília — UNB;
  • Universidade Federal de Uberlândia — UFU;
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná — UTFPR;
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará — IFCE;
  • Faculdades Integradas Pitágoras — Pitágoras;
  • Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais — CEFET-MG;
  • Universidade Federal de São João del-Rei — UFSJ;
  • Instituto Federal de Santa Catarina — IFSC.
Eligis - teste vocacional e profissional

Engenharia Mecatrônica EAD

Além da modalidade presencial, também é possível encontrar o curso de Engenharia Mecatrônica a distância, possibilitando aos estudantes se graduar por meio de aulas online.

Entretanto, engana-se quem acha que a modalidade EAD é 100% projetada para aulas online. Isso, porque ainda assim existe uma pequena carga horária presencial, já que há matérias com práticas em laboratórios e trabalhos realizados em campo.

A duração de um curso de Engenharia Mecatrônica EAD varia para cada instituição, entretanto, a média continua sendo 12 semestres — ou 5 anos.

Engenharia Mecatrônica: nota de corte

Como já destacamos, este curso é uma das engenharias mais concorridas atualmente; ou seja, para aqueles que desejam ingressar em uma universidade a partir do Enem, é preciso fazer uma boa prova.

Veja, abaixo, as notas de corte 2019 para o curso de Engenharia Mecatrônica de algumas universidades:

  • Instituto Federal Catarinense — 676 pontos;
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina — 682 pontos;
  • Universidade Federal de São João Del Rei — 683 pontos.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais — 714 pontos;
  • Universidade Federal de Santa Catarina — 756 pontos;
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná — 760 pontos;
  • Universidade de Brasília — 768 pontos;
  • Universidade Federal de Uberlândia — 785 pontos;
  • Universidade de São Paulo (Politécnica) — 813 pontos;
  • Universidade de São Paulo (São Carlos) — 800 pontos.

Mercado de trabalho

Por se tratar de um curso que integra duas grandes áreas (mecânica e elétrica), bem como por trabalhar com novos conceitos de tecnologia e automação, o profissional de Engenharia Mecatrônica não encontra grandes dificuldades para colocação no mercado de trabalho.

Desse modo, em vários estados brasileiros, há postos de trabalho para essa profissão, porém, é preciso destacar o ótimo mercado existente na cidade de São Paulo e sua grande região metropolitana. Isso, porque, nessa região, há um vasto polo industrial, contando com várias montadoras de veículos e outras atividades que demandam processos robóticos automatizados.

Engenharia Mecatrônica: salário

É muito relativo fixar um salário para qualquer área, já que há vários outros parâmetros a serem avaliados (porte da empresa, custo de vida da cidade, experiência do profissional, ramo de atuação, entre outros).

Porém, para termos um ideia, a remuneração de um engenheiro mecatrônico atualmente se encontra na faixa de R$ 3.000,00 para cargos iniciantes e até R$ 7.000,00 para profissionais com mais anos de trabalho.

Agora que você já sabe como que é o curso de Engenharia Mecatrônica, bem como as suas oportunidades no mercado de trabalho, é hora de focar os estudos para conseguir uma boa nota no Enem, aumentando, assim, as suas chances de aprovação nas melhores universidades do Brasil.

Se você gostou do conteúdo sobre Engenharia Mecatrônica e já está se animando a fazer o curso, confira, antes, nosso post sobre teste vocacional e saiba o que avaliar na hora de tomar essa decisão!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também