Você tem uma visão crítica dos fatos? Gosta de explorar além das datas e nomes? As disciplinas de Humanas despertam o seu interesse? Então a faculdade de História pode ser um excelente caminho. Muito além do que a docência, o profissional pode atuar em museus, com pesquisa, na web com vídeoaulas, entre muitas outras oportunidades.

Quer aprender mais sobre essa profissão? Então continue lendo este post e embarque conosco nesse universo de descobertas!

Sobre o curso de História

O curso de História tem uma média de duração de três a quatro anos, podendo ser presencial, semipresencial e EAD. Quem opta por essa formação fica preparado para estudar, analisar e argumentar sobre acontecimentos do passado.

Nesse contexto, podemos citar a sociedade, cultura, economia, cotidiano e fatos marcantes, com seus personagens, protagonistas e testemunhas.

O historiador se empenha a analisar o que ficou registrado seja em livros, jornais, memórias de imagens, áudios e também por meio do depoimento ou expressões das pessoas, como ocorre com a cultura popular.

Os estudos verificam os contextos e desdobramentos, indo além da superficialidade. No curso, é possível escolher entre Licenciatura ou Bacharelado.

Na primeira opção, a formação é voltada ao magistério, com disciplinas que envolvem Didática, Psicologia da Educação, entre outras.

Já no Bacharelado, o profissional pode atuar como professor e também pesquisador, ou seja, o leque fica mais abrangente, apesar de não ser o mais procurado pelos estudantes.

Faculdade de História

Como é a faculdade de História?

A faculdade de História segue as Diretrizes Curriculares do Ministério da Educação, formando tanto professores quanto pesquisadores aptos a difundir o conhecimento na sociedade.

No entanto, com a ampliação dos cursos EAD, a maior parte das graduações em História é em Licenciatura. Nesse modelo, os alunos têm 80% da carga horária cumprida na web.

Eles precisam comparecer ao polos educacionais em poucos momentos ao longo dos três ou quatro anos do curso. Veja algumas das muitas disciplinas obrigatórias.

  • Comunicação e Linguagem;
  • Didática;
  • Libras;
  • Filosofia e Educação;
  • Teoria da História;
  • História Antiga;
  • História do Brasil;
  • História da África;
  • História Medieval;
  • História Contemporânea;
  • Diáspora, Escravidão e o Negro no Brasil;
  • Metodologia do Ensino de História;
  • História do Brasil Império;
  • História da África independente;
  • História moderna II;
  • Didática;
  • Seminário de pesquisa I;
  • Museu e patrimônio;
  • História do Brasil República I;
  • História contemporânea I;
  • Projetos interdisciplinares para docência I;
  • Estágio curricular supervisionado em História I;
  • Geopolítica;
  • Seminário de pesquisa II;
  • Legislação da Educação básica e políticas educacionais;
  • História do Brasil República II;
  • História contemporânea II.

Melhores faculdades de História

As melhores faculdades de História do Brasil são públicas e estão situadas no Sudeste, com destaque para a maior da América Latina, a Universidade de São Paulo (USP).

De acordo com o Ranking Universitário Folha (RUF), a lista leve em consideração a pesquisa científica, qualidade do ensino, internacionalização, mercado de trabalho e inovação. Veja as que lideram o ranking.

  • Universidade Estadual de Campinas (Unicamp);
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • Universidade Federal Fluminense (UFF);
  • Universidade de Brasília (UnB);
  • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP).

Faculdade de História a distância

Com o avanço da tecnologia, inúmeras instituições de ensino estão oferecendo o curso de História a distância (EAD). Os preços são bem acessíveis e as formações são focadas em Licenciatura, geralmente com três anos de duração.

O curso EAD acontece em um ambiente virtual de aprendizado, com login e senha disponibilizados aos alunos. Assim, é possível entregar trabalhos e até mesmo fazer provas.

A vantagem é que os estudantes têm mais flexibilidade e podem otimizar o tempo, pois as aulas ficam gravadas e podem ser acessadas de qualquer lugar, desde que tenha acesso à internet.

Geralmente, a ida ao polo acontece em mínimas ocasiões, geralmente uma ou duas vezes a cada semestre. Portanto, é necessário compromisso com os prazos e disciplina.

Outra vantagem é que o curso de História a distância é reconhecido pelo MEC, ou seja, você poderá se tornar um professor com diploma válido em todo o Brasil. Veja algumas opções de faculdades que oferecem nessa opção.

Faculdade de História: preço

Os preços das faculdades de História variam de acordo com cada região do país. Na modalidade EAD, a média fica em torno de R$ 300, mas existem instituições que oferecem o curso por apenas R$ 130 por mês.

Já os cursos presenciais têm valores um pouco maiores, variando de R$ 600 a R$ 800. É importante analisar o corpo docente e se a instituição de ensino tem credibilidade no mercado antes de efetuar a sua matrícula. E, principalmente, reconhecimento pelo Ministério da Educação.

Eligis - teste vocacional e profissional

Mercado de trabalho para quem faz História

Quem faz a faculdade de História tem um leque de opções para atuar no mercado de trabalho.

Os profissionais podem se tornar professores do Ensino Fundamental e Médio em escolas públicas ou privadas, além de assumirem a docência em universidade após a conclusão do Mestrado e Doutorado.

Há oportunidades ainda em produção artística, turismo, memória empresarial, pesquisa, gestão de arquivos, curadoria em museus, coordenação em escolas, autor de material didático e também na web.

Afinal, muitas plataformas estão oferecendo cursos de preparação para o Enem e demais vestibulares, sendo um bom meio de trabalho.

Perfil profissional

Para se destacar na profissão, a dica é você ser fã de disciplinas na área de Humanas. Geralmente, bons historiadores têm um espírito crítico e questionador, sendo pessoas bem reflexivas.

Além disso, é necessário ter a curiosidade aguçada, ser uma pessoa paciente, analítica e que tenha boa interpretação de textos. E, claro, que goste muito de ler.

Caso você tenha o desejo de seguir nessa profissão, vale a pena sempre se manter atualizado sobre os fatos, pois as mudanças estão acontecendo em um ritmo acelerado, ou seja, quem faz faculdade de História deve sempre ser motivado a explorar o conhecimento.

Viu como ser historiador é instigante? Mas você ainda está na dúvida? Então faça agora mesmo o nosso teste vocacional!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também