É muito comum as pessoas dizerem que não são produtivas por procrastinarem muito. A verdade é que esse ato realmente pode atrasar as tarefas que precisamos fazer e prejudicar o trabalho e os estudos. Mas afinal, o que é procrastinação?

Ao contrário do que muita gente pensa, não é o mesmo que preguiça. Neste post, explicamos exatamente o que é, quais são as causas e algumas dicas para parar com isso e aumentar a sua produtividade ao estudar. Para ficar por dentro, basta continuar a leitura. Confira!

O que é procrastinação?

Procrastinar nada mais é do que deixar para fazer depois o que poderia ser feito agora. Você sabe que deve fazer a tarefa, mas não é capaz de fazer no momento e acaba se dedicando a outras atividades que não são tão urgentes.

Por exemplo, você deve estudar para a prova amanhã, mas em vez disso responde e-mails ou assiste a um filme. Se você se identifica como um procrastinador, saiba que procrastinar é um dos grandes inimigos da produtividade.

Quais são as causas da procrastinação?

Não, você não procrastina porque tem preguiça de fazer as tarefas. O que acontece é que seu cérebro prefere as recompensas imediatas. O que vai dar prazer agora: olhar os stories no Instagram ou estudar para a prova da semana que vem?

Por mais que você entenda que estudar agora trará a possível recompensa de uma boa nota no futuro, dar uma olhada nos stories é divertido agora. É mais fácil para o cérebro processar o que é concreto em vez do abstrato. Além do mais, se as tarefas são chatas ou difíceis, aumentam as chances de procrastinação.

Por último, mas não menos importante: procrastinar também é genético. Ou seja, quem procrastina demais pode ter o fator hereditário como causa.

jovens olhando o celular o que é procrastinação

Como parar de procrastinar com 7 dicas

Agora que você já sabe o que é a procrastinação e como ela é causada, chegou a hora de conhecer algumas dicas que podem ajudar a diminuir esse hábito. A seguir, confira o que você pode fazer para parar de procrastinar e aumentar a sua produtividade!

1. Dê o primeiro passo

Se a atividade que você deve fazer é longa, isso pode ser mais uma razão para a procrastinação. É como se paralisasse e não conseguisse sair do lugar, não é mesmo? Por isso, é importante dar o primeiro passo, nem que seja pequeno.

Divida a tarefa em pequenas metas simples de serem cumpridas. Por exemplo, se você tem 20 páginas de matéria para estudar, divida-as em blocos de 4 ou 5 folhas e estude logo o primeiro. Quanto maior o progresso, mais motivação para terminar o estudo.

2. Saiba gerenciar suas emoções

Nem sempre a procrastinação é falta de tempo. Ela pode ter a ver com a dificuldade em gerenciar as emoções. A ansiedade, por exemplo, pode levar você a fazer algo agora que deveria ser feito depois, como lavar a louça em vez de ler o capítulo do livro.

Além disso, muitas vezes esperamos o ânimo e a motivação para realizar uma atividade. Quando a inspiração não vem, acontece a procrastinação. É preciso entender que há coisas que devem ser feitas e priorizadas, com ou sem vontade.

3. Se planeje contando com imprevistos

Por mais que a rotina seja bem definida, imprevistos acontecem e não há como pensar em ficar livre deles. Mesmo as pessoas mais organizadas e metódicas precisam enfrentar esse tipo de situação. O jeito é aprender a lidar com o que pode aparecer repentinamente.

Se você procrastina e vive em cima dos prazos, um imprevisto pode acontecer e gerar prejuízos maiores. Quem está vivendo a rotina do home office sabe que a internet pode falhar bem no dia que você precisa entregar um trabalho, por exemplo. Imagina só o sufoco para contornar a situação. Por essa razão, é importante que você faça o planejamento contando com os problemas que podem acontecer.

4. Saiba identificar um padrão

Algumas vezes, a procrastinação pode ter um padrão específico. Por exemplo, enrolar para fazer determinada tarefa porque você sente dificuldade. Entendendo exatamente o que motiva a procrastinação, fica mais fácil mudar o comportamento para evitar a prorrogação dos prazos.

5. Concentre-se em uma atividade por vez

Se você tem o hábito de ser multitarefas, saiba que isso pode fazer com que as chances de procrastinar aumentem. Fazer várias tarefas ao mesmo tempo pode levar a pessoa a realizar as menos prioritárias e que são mais fáceis, deixando para depois as urgentes e mais difíceis.

Sendo assim, faça um cronograma no qual não seja preciso fazer muitas atividades ao mesmo tempo. Isso ajuda a reduzir a ansiedade e a procrastinação.

6. Não deixe se tornar um hábito

O ato de procrastinar pode se tornar um hábito facilmente. Se você está notando que procrastina demais as suas tarefas, dê um jeito de contornar a situação o quanto antes. Assim, evitará que o acúmulo de atividades seja grande e difícil de resolver.

Além disso, as emoções negativas que surgem com a procrastinação podem fazer com que seja cada vez mais difícil sair dessa condição. É como um círculo vicioso: quanto mais procrastina, mais há chances de procrastinar.

7. Bloqueie estímulos externos

Existem muitos fatores que podem nos distrair e levar à procrastinação. Estudar com o celular perto, por exemplo, pode fazer com que ler uma simples mensagem se transforme em horas desperdiçadas em frente à tela.

Por isso, o ideal é eliminar todo e qualquer estímulo que possa ser uma distração, como televisão ligada, conversas e, obviamente, o celular. Algo que pode ajudar bastante é aderir à técnica pomodoro, já ouviu falar?

Ela consiste em um período de dedicação total à tarefa com intervalos de descanso. O mais comum é ficar 25 minutos concentrado na atividade e 5 minutos para fazer o que quiser, como tomar uma água ou olhar as redes sociais. Ao final de 4 ciclos, pode-se descansar 15 minutos.

Livros sobre procrastinação

Se você realmente precisa de ajuda para evitar a procrastinação, ler alguns livros pode ajudar a ter mais conhecimento sobre o assunto e colocar em prática ações que evitam o problema. Veja sugestões de bons exemplares sobre o tema:

  • “A arte da procrastinação”, de John Perry;
  • Como vencer o medo, deixar de procrastinar e se tornar uma pessoa de ação”, de Steve Allen;
  • O fim da procrastinação, de Petr Ludwig.

Viu o que é procrastinação e como acabar com ela? Saiba que por mais difícil que pareça vencê-la, é possível deixá-la para trás e fazer com que sua rotina seja mais produtiva. Para isso, siga as nossas dicas e procure ajuda de um psicólogo, se necessário.

Por falar em estudar, você já sabe qual carreira seguir? Aproveite que está por aqui e faça o teste vocacional para te ajudar a descobrir!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também