Uma das ciências da saúde que mais estudam a fisiologia e a biomecânica humana, Fisioterapia é um curso desejado por muitos estudantes, principalmente por aqueles que apresentam afinidades com a Biologia.

Sendo oferecido em diversas faculdades, é interessante citarmos que essa graduação possui várias ramificações, o que permite ao profissional fazer a sua especialização dentre uma série de possibilidades nas áreas da fisioterapia.

Nesse contexto, com o intuito de explicar melhor o que faz um fisioterapeuta, bem como as suas possibilidades de especialização e as características do mercado de trabalho, destacamos, a seguir, os principais pontos acerca da fisioterapia. Acompanhe!

O que faz o fisioterapeuta?

A principal função do fisioterapeuta é trabalhar com o diagnóstico, a prevenção e a recuperação de pacientes que sofreram alterações na biomecânica do corpo, estejam elas afetando os movimentos, ou interferindo apenas nos sistemas corporais.

Para especificar ainda mais, uma rotina de trabalho de um fisioterapeuta pode envolver atividades como:

  • análise de aspectos sensório-motores percepto-cognitivos do corpo humano;
  • preparação do ambiente terapêutico e o seu respectivo plano de ação, envolvendo desde a sequência das atividades até o período de repetição;
  • avaliação da enfermidade motora do paciente e a definição de seu adequado processo de terapia;
  • reeducação da postura corporal;
  • aplicação de exercícios físicos e atividades sensoriais para a reabilitação dos movimentos parcialmente perdidos;
  • tratamento de dores corporais causadas por acidentes ou doenças degenerativas.

Áreas da fisioterapia

Segundo o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional — COFFITO —, atualmente, existem no Brasil mais de 10 especializações na área fisioterapêutica, sendo as principais: fisioterapia aquática; fisioterapia esportiva; fisioterapia cardiorrespiratória e fisioterapia do sono.

Veja, a seguir, detalhadamente sobre cada uma delas!

Fisioterapia aquática

Como o próprio nome já nos sugere, esse ramo envolve a recuperação e o tratamento dos pacientes com base nos exercícios físicos realizados dentro da água, ou seja, em um ambiente aquático.

É válido lembrarmos de que, para realizar algum tipo de movimento corporal na água, necessitamos de uma força maior, visto que há a resistência da água (que naturalmente é maior que a do ar atmosférico).

É com base nesse raciocínio físico que a fisioterapia aquática trabalha, já que, dentro de uma piscina, os músculos do corpo humano são mais exigidos quando movimentados.

fisioterapia aquática

Benefícios

Entre as vantagens dessa prática, temos:

  • fortalecimento muscular com base em atividades de elevada intensidade;
  • melhoramento da respiração;
  • redução de espasmos e dores musculares.

Fisioterapia esportiva

A fisioterapia esportiva é uma das que mais ganham destaque dentre todas as especializações possíveis nessa área, já que o seu público-alvo engloba um grande número de pessoas/empresas e, consequentemente, e a área oferece as melhores oportunidades de trabalho.

Em relação ao seu campo de atuação, o fisioterapeuta esportivo atua basicamente com a recuperação de atletas (dos mais variados meios esportivos) que foram acometidos por algum tipo de lesão.

É comum ver esse profissional atuando em clubes de futebol, clubes de vôlei, equipes de basquete e em centros esportivos em geral.

Benefícios

Como benefícios da fisioterapia esportiva, podemos citar:

  • recuperação muscular de atletas lesionados;
  • diagnóstico precoce de fadiga muscular em atletas;
  • redução do número de atletas lesionados com base na fisioterapia preventiva.

Fisioterapia cardiorrespiratória

Problemas cardiorrespiratórios, infelizmente, são responsáveis por vitimar milhões de pessoas por ano ao redor de todo o mundo. Em função disso, é justa a crescente preocupação na sociedade com a qualidade de funcionamento do coração e pulmão.

É por meio da fisioterapia cardiorrespiratória que é possível prevenir doenças crônicas e enfermidades, como o ataque cardíaco e os seus eventuais efeitos colaterais, por exemplo, a perda dos movimentos faciais e dos membros superiores e inferiores.

Eligis - teste vocacional e profissional

Benefícios

São vantagens de realizar atividades físicas com um fisioterapeuta cardiorrespiratório:

  • prevenir doenças que atacam o coração e o sistema respiratório;
  • acelerar o processo de recuperação de pacientes que sofreram com ataque cardíaco e/ou acidente vascular cerebral.

Fisioterapia do sono

Engana-se quem acha que a má qualidade do nosso sono restringe-se apenas às questões de cansaço físico e mental. Isso porque noites consecutivas com sono prejudicado têm potencial para afetar de forma negativa praticamente todos os sistemas do corpo humano.

Dessa forma, para aqueles pacientes que enfrentam dificuldades na hora de dormir (principalmente os sonâmbulos e os que têm apneia obstrutiva do sono), a procura por um profissional que ajudará de forma científica a estimular o sono é essencial.

Benefícios

Como vantagens, a fisioterapia do sono possibilita:

  • noites bem-dormidas e com menos interrupções;
  • equilíbrio das funções corporais;
  • melhor bem-estar e sensação de descanso.

Áreas da fisioterapia mais bem pagas

Como já ressaltamos aqui, a esportiva, sem dúvidas, é o ramo da fisioterapia que oferece as melhores possibilidades de trabalho e, consequentemente, os melhores salários.

Essa fato é explicado devido ao elevado investimento financeiro que os esportes em geral recebem (principalmente o futebol e o vôlei no Brasil), demandando, assim, atletas cada vez mais saudáveis e menos suscetíveis às lesões musculares.

Mercado de trabalho

Em relação ao mercado de trabalho para o fisioterapeuta, esse profissional, geralmente quando inicia a sua carreira, atua em hospitais da rede pública e particular, em clínicas de reabilitação e postos de saúde.

Após adquirir alguns anos de bagagem no mercado, acumulando experiências em áreas como marketing, captação de clientes e empreendedorismo, é comum de encontrarmos fisioterapeutas que abrem a sua própria clínica, deixando de ser empregado de uma empresa privada.

Sendo assim, percebemos, agora, com mais facilidade quais são as principais áreas da fisioterapia e os seus respectivos benefícios para a saúde humana. É interessante esclarecermos que, para atuar nessa área, são obrigatórios a conclusão do curso de graduação em Fisioterapia e ser devidamente cadastrado no órgão competente da área, o COFFITO.

Entender melhor sobre as áreas da fisioterapia foi interessante para você? Então saiba agora quais são as principais universidades do país que ofertam a graduação em Fisioterapia!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também