O setor da construção civil é um dos que mais geram renda e empregos no Brasil, assumindo, assim, uma parcela considerável na economia nacional.

Nesse contexto, vale destacarmos, também, que mesmo após ser completamente construída, uma edificação continua sendo capaz de movimentar a economia e criar novos postos de trabalho, como é o caso do corretor de imóveis.

Afinal, você sabe exatamente o que faz um corretor de imóveis, como se tornar um e qual é a atual situação do mercado de trabalho para essa área? Continue a leitura para ter todas essas questões esclarecidas!

O que faz um corretor de imóveis?

Podendo ser chamado, também, de corretor imobiliário, o corretor de imóveis, como o próprio nome nos sugere, é o profissional responsável por tratar de todas as possíveis transações comerciais que envolvem um imóvel.

Nesse contexto, o seu campo de atuação engloba desde aluguel, permuta, financiamento, venda à administração de casas, lojas, estabelecimentos comerciais, apartamentos, prédios, galpões e qualquer outro tipo de imóvel.

Além disso, entre as funções de um corretor de imóveis, destacam-se:

  • avaliar o valor comercial de um imóvel, com o intuito de precificá-lo considerando questões como custo de vida da cidade, valorização da região, localização estratégica do bairro, condições estruturais e estéticas da casa, entre outros;
  • intermediar e estreitar as relações comerciais entre os detentores dos imóveis e os possíveis compradores, garantindo que ambas as partes sejam devidamente beneficiadas;
  • garantir que todo o processo de venda, locação, permuta e/ou administração de um imóvel ocorra dentro de todos os parâmetros legais, respeitando, essencialmente, a legislação municipal vigente;
  • buscar meios e métodos para que um imóvel não perca o seu valor de mercado, atuando como uma espécie de agente especulador imobiliário.

Dito isso, de uma forma resumida, podemos associar o corretor de imóveis ao profissional que cuida da gestão comercial/financeira de uma construção qualquer.

Como ser um corretor de imóveis?

Para ser um corretor de imóveis, é necessário ter formação profissional na área, isto é, finalizar um curso específico para corretores.

Posterior à conclusão desse curso, o profissional ainda precisa registrar-se no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI), órgão que é o grande responsável por regulamentar essa categoria e que tem uma filial em cada estado do Brasil.

Perfil do corretor de imóveis

Para ser um corretor de imóveis, é indispensável apresentar as seguintes habilidades profissionais:

  • boa comunicação;
  • dominar as principais técnicas e estratégias de vendas;
  • entender de marketing;
  • ser dinâmico e flexível, para ser capaz de se adequar profissionalmente conforme é o perfil dos compradores/vendedores dos imóveis;
  • apresentar bom relacionamento interpessoal, beneficiando, dessa maneira, a sua relação profissional com qualquer tipo de perfil de cliente.

Curso de corretor de imóveis

Atualmente, no Brasil, existem três tipos de cursos para se tornar um corretor de imóveis: Técnico em Transação Imobiliária, Tecnólogo em Gestão Imobiliária e Bacharel em Ciências Imobiliárias.

Eligis - teste vocacional e profissional

Técnico em Transação Imobiliária

Geralmente, podendo ser concluído entre 12 e 18 meses de estudos, esse curso é facilmente encontrado em qualquer estado, sendo o Sistema Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) uma das principais instituições de ensino que disponibilizam essa formação.

Em relação às formas de ingresso, ao menos no Senac, o estudante precisa apenas demonstrar o seu interesse e aguardar pela disponibilidade de vagas.

Já sobre valores, para aqueles que não conseguirem bolsas de estudos, esse curso técnico cobra, em média, uma mensalidade de R$ 250.

Tecnólogo em Gestão Imobiliária

O Tecnólogo em Gestão Imobiliária é um curso de nível superior, que é majoritariamente ofertado pelas universidades particulares e pode ser concluído em até 4 anos (ou 8 semestres letivos).

Por se tratar de uma formação disponibilizada por uma faculdade, o ingresso do estudante precisa ser mediante a realização de um processo seletivo, o qual pode exigir a participação em um vestibular tradicional (organizado pelas próprias faculdades) ou o aproveitamento da nota do Enem.

Bacharel em Ciências Imobiliárias

Por fim, para ser um corretor de imóveis, o profissional pode optar pelo ingresso no curso de Bacharel em Ciências Imobiliárias, curso de graduação que atualmente é disponibilizado apenas pela Universidade Federal do Maranhão.

Elaborado para ser concluído em 4 anos, a grande vantagem desse curso é que, por ele ser fornecido por uma instituição pública, ele pode ser realizado de forma totalmente gratuita.

Acerca das disciplinas que envolvem essa formação, o estudante precisa aprender matérias como:

  • Operações Imobiliárias I;
  • Mercado Financeiro;
  • Marketing Aplicado às Atividades Imobiliárias;
  • Gestão Imobiliária;
  • Legislação Imobiliária.

Curso de corretor de imóveis: EaD

Outro ponto interessante e que também merece ser destacado é que grande parte dos cursos profissionalizantes nessa área é disponibilizada no formato de ensino a distância — EaD.

Como exemplo, podemos citar os cursos oferecidos pelo Senac (técnico) e pela Universidade Paulista — Unip (tecnólogo).

Mercado de trabalho

corretores de imóveis

No mercado de trabalho, o corretor de imóveis pode atuar em empresas e companhias como:

  • imobiliárias;
  • construtoras;
  • incorporadoras;
  • urbanizadoras;
  • loteadoras;
  • prestadoras de serviço em geral para a indústria da construção civil.

Um fato relevante acerca do mercado de trabalho nessa área é que ela não necessariamente acompanha a situação econômica do país.

Para exemplificar, basta analisarmos o mercado da construção civil em meio à pandemia de Covid-19. Ele foi na contramão de muitos outros setores e alcançou bons números de produção, sendo benéfico a uma série de profissionais desse ramo, como é o caso dos corretores de imóveis.

Sendo assim, concluímos que, para se tornar um corretor de imóveis, é imprescindível o ingresso em um curso profissionalizante (técnico ou de nível superior) e posterior registro no órgão responsável pela profissão, o CRECI.

Cabe ressaltarmos, ainda, que, para aqueles estudantes que desejam ingressar nesse setor, é muito importante desenvolver as habilidades em comunicação, marketing e técnicas de vendas.

Gostou de aprender mais acerca da carreira de um corretor de imóveis? Então leia também sobre como é a área de gestão comercial!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também