O office boy foi o primeiro emprego de muita gente e, embora esse cargo hoje em dia possa ganhar outros nomes — como assistente de escritório, logística ou motoboy — ainda é bastante requisitado.

Tudo vai depender do ambiente em que o profissional trabalha. Mesmo assim, no geral, a função consiste em atender solicitações, organizar correspondências, malotes e protocolos de recebimento.

Seja dentro das empresas, seja na rua, o trabalho pode ser porta de entrada para outras profissões. Continue a leitura e saiba mais sobre o office boy!

O que faz um office boy?

As funções do office boy, assim como a nomenclatura do cargo, podem mudar de acordo com a empresa em que ele trabalha. Se destacam:

  • conduzir visitantes aos departamentos da empresa para que recebam atendimento;
  • elaborar planilha de controle de recebimentos de objetos e documento;
  • informar aos departamentos da empresa que os malotes chegaram e precisam ser retirados;
  • preparar malotes para entrega e controlar entradas e saídas em protocolos específicos;
  • observar e comunicar se malotes foram abertos ou violados no momento do seu recebimento;
  • postar correspondência e objetos nas agências dos correios e distribuir as correspondências recebidas entre os departamentos;
  • preencher formulários.

Perfil do office boy

Estamos certos que você imagina que a função de office boy pode ser exercida por qualquer pessoa, de qualquer idade e ambos os sexos.

Entretanto, é inegável que esse seja um cargo ocupado por pessoas mais jovens, e a escolha entre homens e mulheres está mais relacionada ao local de trabalho — na rua ou no escritório — e segmento de atuação do que qualquer outra coisa.

Por exemplo, o público que trabalha com entregas, na rua, é 95% composto por homens. Mais de 70% dessas pessoas se autodenomina motoboy, mesmo trabalhando com coleta e entrega de encomendas e mercadoria — um dos trabalhos desempenhados pelo motoboy.

Seja na rua, seja dentro das empresas, estamos falando de um profissional que detém uma grande responsabilidade. Afinal, ele pode estar lidando com documentos importantes, confidenciais, ou mercadorias de alto valor.

Por conta dessa característica do trabalho, é importante que o office boy tenha o seguinte perfil comportamental:

  • agilidade;
  • comunicação;
  • dinamismo;
  • discrição;
  • eficiência;
  • honestidade;
  • lealdade;
  • organização;
  • pontualidade;
  • profissionalismo;
  • sociabilidade;
  • versatilidade.

Além de ter o perfil ideal, é importante que o office boy seja dedicado, demonstre empenho e tenha perseverança para progredir na carreira e prosperar na vida profissional. 

Mesmo tendo em mente que o seu trabalho é indispensável, a pessoa deve aproveitar as oportunidades de crescimento.

Portanto, além do perfil desejado, é importante se manter atento aos planos de carreira da empresa para qual presta serviço e as exigências para alcançar novos espaços. 

office boy

Quanto ganha um office boy?

Um levantamento feito pelo portal Salário descobriu que o salário do office boy tem sua média estabelecida em R$ 1.262,98. Para chegar a esse valor, mais de 69 mil admissões e demissões que ocorreram entre julho 2020 e junho de 2021, na iniciativa privada, foram avaliadas.

Também foram encontrados registros de office boy na administração pública, com salário de R$ 1.902,99.

Veja a média salarial do office boy de acordo com o tipo de empresa em que ele trabalha:

  • atividades de atendimento hospitalar — R$ 1.240,26;
  • atividades de contabilidade — R$ 1.249,10;        
  • comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos automotores — R$ 1.229,68;
  • comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios — R$ 1.183,90;
  • comércio varejista de materiais de construção em geral — R$ 1.202,46
  • comércio varejista de produtos farmacêuticos, sem manipulação de fórmulas — R$ 1.224,75;
  • hotéis — R$ 1.286,61;
  • serviços combinados de escritório e apoio administrativo — R$ 1.230,67.

Como ser um office boy?

Considerando que o portal Salário descobriu que o perfil que ocupa a maioria das vagas de office boy são pessoas do sexo masculino, com 20 anos, ensino médio completo, pode-se dizer que o cargo é um ótimo início para quem deseja trilhar uma carreira de sucesso.

Tudo começa montando um currículo com experiências e objetivos profissionais para se candidatar às vagas de office boy que aparecem.

Depois, é hora de estudar para potencializar o aprendizado e conquistar cargos melhores na empresa. O sucesso profissional vai depender dos esforços e da capacitação, exigidos em qualquer carreira.

As escolhas devem ser estratégicas. Por exemplo, se você está em uma empresa de transportes, um curso de logística te ajuda a crescer e se tiver qualquer dúvida a respeito do futuro profissional, pode ser sanada por meio de um teste vocacional.

Mercado de trabalho

Devido às funções desempenhadas, o office boy é um cargo que pode ser bem-vindo em empresas de qualquer segmento, públicas ou privadas. O que muda, eventualmente é a sua denominação.

Por exemplo, no setor público, alguns órgãos denominam a vaga como “agente administrativo”.

Já no setor privado, é possível encontrar empresas especializadas em oferecer o serviço de entrega de documentos e outros itens importantes para a administração de um negócio de maneira rápida e confiável.

Nesse contexto, o office boy também costuma ser chamado de motoboy ou, simplesmente, boy.

Tudo isso acaba se refletindo no mercado de trabalho para o office boy, pois, de acordo com o comparativo do portal Salário, houve um aumento de mais de 37% em contratações com carteira assinada.

Os dados são referentes aos meses de julho de 2020 e junho de 2021, ou seja, em plena pandemia. A cidade que mais contratou office boy nesse período foi São Paulo, capital.

Gostou de saber detalhes sobre a profissão de office boy? Reforçamos que essa pode ser uma ótima oportunidade de iniciar em uma área profissional que atrai você, ou em uma grande empresa, quando não se tem experiência ou ainda não ingressou no ensino superior.

Fique de olho nas vagas de emprego e boa sorte!

Ainda não sabe em qual área investir? Descubra o seu futuro profissional em nosso teste vocacional!

Você pode gostar também