Quando estamos no colégio, não é difícil encontrar colegas que, se pudessem, fugiriam das aulas de Matemática e de todas as outras disciplinas com cálculos.

Por outro lado, todo mundo tem ou teve um colega que se dava muito bem com os números. Se essa pessoa é você, vai gostar de saber quanto ganha um professor de Matemática.

Com amplas possibilidades de progressão de carreira, em muitos casos, a remuneração supera expectativas. Continue a leitura e surpreenda-se!

Quanto ganha um professor de Matemática?

Quanto ganha um professor de Matemática vai depender do seu local de atuação e da quantidade de horas trabalhadas no mês.

De acordo com o portal Salário, a média salarial é de R$ 3.387,36 ao mês, cujo teto pode atingir R$ 9.979,91.

Veja mais sobre o teto salarial:

  • cursos preparatórios para concursos — R$ 5.039,17;
  • educação infantil e pré-escola — R$ 3.551,89;
  • ensino fundamental — R$ 4.990,01;
  • ensino médio — R$ 7.884,43.

O mesmo site ainda afirma que um professor de Matemática recém-formado ganha, em média, R$ 3.663,20 por mês, ao cumprir uma jornada de trabalho de 31 horas semanais dando aulas para o ensino médio.

Ainda falando sobre o professor de Matemática no ensino médio, em São Paulo (SP), a hora de trabalho pode pagar R$ 41,36. No Rio de Janeiro, o valor é de R$ 40,08. 

Quanto ganha um professor de Matemática com mestrado?

O mestrado é a qualificação mínima necessária para que o professor possa dar aulas no ensino superior.

Dito isso, veja quanto ganha, em média, um professor de Matemática com mestrado, dando aulas na faculdade:

  • média salarial dos acordos coletivos no ano de 2021 — R$ 7.360,68;
  • salário médio da pesquisa do portal Salário — R$ 8.108,10;
  • teto salarial da pesquisa do portal Salário — R$ 19.156,65.
quanto ganha um professor de Matemática

Quais as áreas de atuação do professor de Matemática?

Matemática é um curso de licenciatura e, como tal, forma professores. No entanto, a carreira não se restringe às escolas e faculdades. Confira de perto as principais possibilidades.

Docência

Como já citamos anteriormente, há espaço para o professor de Matemática na docência, indo além das escolas.

Na realidade, cursos com matemática e cálculo em sua grade curricular exigem um profissional formado na área. Alguns deles são:

Produção de material didático

Na área da educação, o professor de Matemática não está só na sala de aula. Seu trabalho também é requisitado na produção de material didático.

Livros, apostilas, simulados e testes exigem um profissional habilitado para elaborar questões relevantes para o aprendizado. 

Pesquisas

Como todo professor, o de Matemática também pode ser um cientista, trabalhando em pesquisas científicas em universidades e institutos voltados à produção de novos conhecimentos e descobertas.

Nas universidades, pode trabalhar como orientador. A principal função é conduzir os estudantes em pesquisas e na publicação de artigos originais e relevantes para o exercício da matemática e da sociedade.

Economia e investimentos

Nesses espaços, o professor de Matemática atua na projeção de riscos para aperfeiçoar a gestão de investimentos.

Pode também criar modelos para aprimorar os sistemas financeiros, em empresas públicas e privadas.

Trabalhos de consultoria e acompanhamento de cálculos, rendimentos e outras questões envolvendo dinheiro e a sua rentabilidade também podem ser desempenhados pelo matemático.

Como ser um professor de Matemática?

Para ser professor de Matemática, o primeiro passo é concluir a licenciatura na área. Veja algumas instituições onde o curso é encontrado:

Durante o curso, você deve cumprir com um programa curricular que envolve as seguintes disciplinas:

  • Álgebra Linear e Vetorial;
  • Algoritmos e Técnicas de Programação;
  • Análise Matemática;
  • Cálculo Diferencial e Integral;
  • Cálculo Numérico;
  • Didática;
  • Educação de Jovens e Adultos;
  • Educação e Diversidade;
  • Educação e Tecnologias;
  • Educação Formal e Não Formal;
  • Educação Inclusiva;
  • Elementos da Matemática;
  • Equações Diferenciais Parciais e Séries;
  • Estruturas Algébricas;
  • Ética, Política e Cidadania;
  • Fundamentos da Educação;
  • Fundamentos de Física;
  • Geometria Analítica;
  • Geometria Espacial;
  • Geometria Plana;
  • Gestão Educacional;
  • História da Matemática;
  • Homem, Cultura e Sociedade;
  • Língua Brasileira de Sinais (Libras);
  • Matemática Financeira;
  • Metodologia do Ensino da Matemática;
  • Pensamento Científico;
  • Políticas Públicas da Educação Básica;
  • Práticas Pedagógicas;
  • Probabilidade e Estatística;
  • Psicologia da Educação e da Aprendizagem.

Mestrado e Doutorado

Como você viu nos tópicos anteriores, para ampliar as possibilidades de atuação frente ao ensino da matemática, o profissional deve investir no mestrado e doutorado.

Você pode estudar nas seguintes instituições:

  • Faculdade Anhanguera — Mestrado em Educação Matemática;
  • Universidade Anhanguera Uniderp (UNIDERP) — Mestrado Acadêmico em Ensino de Ciências e Matemática;
  • Universidade de Cuiabá (UNIC) — Mestrado em Ensino de Matemática, Ciências Naturais e suas tecnologias.

Concurso público

Se você não tem interesse em fazer a faculdade de Matemática, mas sente que precisa trabalhar essa habilidade para seguir carreira pública, a LFG oferece um curso chamado “Matemática para Concursos”.

O principal objetivo é preparar os concurseiros para cargos que exigem formação mínima no ensino médio, com provas cuja matemática é uma das disciplinas cobradas.

Mercado de trabalho

Ainda analisando a pesquisa do portal Salário, descobrimos que o mercado de trabalho para o professor de Matemática vai muito bem. Em comparação a maio de 2020, o mês de abril de 2021 apresentou um aumento de mais de 75% na contratação desses profissionais em regime CLT.

Já para o ensino superior, o portal não identificou nenhuma contratação. No entanto, não quer dizer que elas não tenham acontecido.

Muitas pessoas aproveitam a pandemia para se dedicar a cursos na modalidade EAD, aumentando a demanda de contratações em algumas faculdades.

Vale ressaltar que a Matemática é disciplina aprendida desde a educação infantil e faz parte da grade curricular de diversos cursos de graduação, como você viu anteriormente.

Portanto, investir na formação, em especialização e pós-graduação é um caminho seguro para trilhar uma carreira de sucesso.

A resposta para quanto ganha um professor de Matemática pode surpreender muita gente. Os salários e as possibilidades de atuação encorajam aqueles que se identificam com a disciplina na escola e estimulam essas pessoas a investirem na formação.

Você faz parte desse grupo? Faça um teste vocacional e confirme se a matemática é a carreira perfeita para você.

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também