Se você gosta da área de enfermagem, mas ainda não sabe se é essa a graduação que quer fazer, pode optar por um curso técnico para se familiarizar com a carreira. Como tem a duração mais curta, também é uma ótima oportunidade para entrar logo no mercado de trabalho. Pensando nisso, você sabe quanto ganha um técnico de enfermagem?

Esse profissional atua em contato direto aos pacientes em hospitais, unidades básicas de saúde, clínicas, laboratórios e outras instituições de saúde. Com o crescimento do setor, a demanda por técnicos de enfermagem é cada vez maior, abrindo muitas vagas todos os anos. Entretanto, antes de se decidir pela carreira, vale a pena saber qual é a remuneração.

Afinal de contas, além do prazer de trabalhar com o que gosta, é importante saber quanto poderá ganhar para compreender se a profissão está dentro das suas expectativas ou não. Para ficar por dentro do assunto, continue a leitura e confira!

O que faz um técnico de enfermagem?

Resumidamente, o técnico de enfermagem atua nas funções mais básicas da prevenção e da manutenção da saúde. Entre suas atribuições, está a de oferecer suporte aos enfermeiros nos cuidados com os pacientes. Por exemplo:

  • garantir a higiene e a segurança das alas da enfermaria e UTI;
  • tomar cuidado com pacientes em estado grave;
  • prestar assistência primária aos pacientes;
  • trocar curativos;
  • administrar medicação;
  • colher material para exames etc.

Lembrando que o técnico de enfermagem é um profissional diferente do enfermeiro e do auxiliar de enfermagem. O enfermeiro é aquele que fez uma graduação em enfermagem, enquanto o técnico e o auxiliar se formaram em cursos a nível médio.

Quanto ganha um técnico de enfermagem? 

Assim como em outras profissões, não há um salário mínimo único para os técnicos de enfermagem no Brasil. Dessa maneira, o valor varia conforme os acordos entre os sindicatos estaduais e as instituições empregadoras. Em São Paulo, por exemplo, o piso salarial gira em torno de R$ 1.990. Já em Pernambuco é de R$ 1.449 e em Mato Grosso é R$ 1.460.

Entretanto, podemos dizer que a média salarial nacional do técnico de enfermagem é de R$ 1.782,00. Dependendo do porte da empresa, os ganhos podem chegar a R$ 4.500. Além disso, há profissionais que trabalham em mais de uma instituição e, até mesmo, em home care (cuidados em casa), ganhando por noite, aumentando os ganhos.

Quanto ganha um técnico de enfermagem concursado?

Existe a possibilidade de prestar concurso público para exercer o cargo de técnico de enfermagem a nível médio. Além de uma boa remuneração, os cargos públicos oferecem estabilidade, o que é uma grande vantagem que muitos profissionais buscam em suas carreiras.

O salário de técnico de enfermagem concursado depende da cidade e do órgão empregador, mas a média é de R$ 2.180 por 37 horas de trabalho semanais. Existem diversas instituições municipais, estaduais e federais que oferecem o concurso público para a contratação desse profissional.

Quanto ganha um técnico de enfermagem no exército? 

Outra grande oportunidade de ter um bom salário e um cargo de prestígio sendo técnico de enfermagem é entrar para o Exército Brasileiro. Os salários desse profissional varia entre R$3.840 e R$4.706. Considerando que o órgão oferece bônus e remunerações extras, o salário total médio é de R$4.082.

Comparando com outras instituições, tanto públicas quanto privadas, os ganhos de um técnico de enfermagem do Exército Brasileiro é superior, podendo chegar ao dobro de outros órgão. Por essa razão, se o profissional quer se tornar um militar, vale a pena prestar o concurso do Exército.

quanto ganha um tecnico em enfermagem

Como ser um técnico de enfermagem? 

Para ser um técnico de enfermagem é preciso fazer o curso técnico de enfermagem em uma escola registrada junto aos órgão competentes. Como requisito básico na maioria das instituições de ensino, o aluno precisa ter o ensino médio completo e idade acima de 18 anos.

Existem 2 tipos de modalidade de ensino: o presencial e a distância. O primeiro é o mais tradicional, em que os alunos frequentam as aulas presenciais nos horários e dias estabelecidos. O segundo é feito por meio de uma plataforma virtual, onde os estudantes assistem videoaulas e recebem a tutoria online.

Dessa forma, só precisam ir até um polo de ensino para fazer aulas práticas, provas, trabalhos e matérias presenciais. Além do mais, o estágio de 600 horas é obrigatório, independentemente da modalidade de ensino.

O que se estuda no curso técnico em Enfermagem?

Antes de ingressar em um curso técnico de enfermagem, é interessante ficar por dentro da grade curricular. Assim, é possível ter uma noção de identificação com a profissão. As matérias básicas são as que outros cursos da área da saúde também oferecem, como Anatomia, Microbiologia, Fisiologia Humana e Farmacologia. Mas também, como é de se esperar, existem diversas disciplinas mais específicas. Veja:

  • Enfermagem Cirúrgica;
  • Enfermagem em Emergências;
  • Enfermagem em Pacientes Críticos;
  • Fundamentos de Enfermagem;
  • Saúde Coletiva;
  • Saúde da Criança e do Adolescente;
  • Saúde da Mulher;
  • Saúde do Idoso;
  • Saúde Mental.

Onde estudar Enfermagem?

Os cursos técnicos de enfermagem são facilmente encontrados por todo o Brasil, em centros de formação técnica e, até mesmo, alguns hospitais. É imprescindível buscar por uma instituição credenciada pelo MEC (Ministério da Educação) para que o diploma tenha validade legal.

Caso contrário, você poderá até se formar, mas não poderá atuar na profissão. Se a intenção é partir logo para uma graduação e ter oportunidade de ganhar salários mais altos como enfermeiro, então você deve cursar uma graduação.

Também é muito importante que o curso e a faculdade sejam reconhecidos pelo MEC. A seguir, veja algumas opções de instituições que oferecem ensino de qualidade e são certificados pelo Ministério da Educação.

Agora que você já sabe quanto ganha um técnico de enfermagem, já tem mais informações para fazer uma escolha mais consciente da sua carreira. Como conferiu, a profissão a nível médio oferece boas oportunidades de empregos e bons salários para o mercado.

Ainda não sabe se essa é a profissão da sua vida? Aproveite que está por aqui e entenda como o teste vocacional pode ajudar nessa missão!

Você pode gostar também