Veja o que pode ser feito para ajudar as crianças 

Imagem: https://pixabay.com/pt/photos/meninos-prado-crian%C3%A7as-chap%C3%A9u-3429868/ 

A educação tem sido um dos grandes desafios em tempos de isolamento social. Um dos motivos é o próprio acesso à internet. Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômico Aplicada (Ipea), quase 6 milhões de estudantes estão desconectados. 

Outra questão envolvendo o ensino nesta época é a alfabetização. Mesmo quem tem acesso aos conteúdos digitais encontra dificuldades de acompanhá-los, pois a concentração exigida pelas telas é diferente das tradicionais salas de aula. Em uma escola, por exemplo, o professor tem mais facilidade de saber quando um estudante está disperso ou com dúvidas. Por meio dos encontros virtuais, nem sempre essa percepção ocorre. 

Nesse sentido, o papel das famílias e dos professores nunca foi tão importante. Mas a tecnologia, ainda que não substitua o contato real, já apresenta soluções para essa etapa da aprendizagem

Microsoft Teams lança recurso focado na alfabetização

A maior parte dos sistemas usados para as aulas on-line são semelhantes. Os alunos e professores acessam por meio de um login, conseguem falar e ouvir os outros, além de digitarem em um espaço específico para bate-papo. 

Porém, o Microsoft Teams, aplicativo que permite fazer reuniões online, resolveu inovar. Agora o aplicativo possui um recurso que auxilia as crianças que estão aprendendo a ler. Chamado de Reading Progress (progresso de leitura, em português), a funcionalidade permite que os estudantes se gravem lendo um texto. 

Dessa forma, os próprios alunos conseguem observar onde estão errando e o que precisam melhorar. Já os profissionais têm mais uma forma de avaliar o aprendizado e auxiliar os jovens

Tecnicamente, o Reading Progress é uma versão digital de uma atividade que acontece nas salas de aula: ler em voz aula para corrigir as falhas. A expectativa é que o recurso esteja pronto até o meio do ano, quando começa o novo ano letivo americano. 

Imagem: https://www.pexels.com/pt-br/foto/adoravel-encantador-cativante-afeicao-6157226/ 

Como ajudar as crianças na alfabetização a distância

Fora das aulas digitais, é importante que as famílias dediquem algum tempo com as crianças para auxiliá-las no processo de alfabetização. Uma das maneiras de contribuir para o aprendizado é contar histórias, pois isso pode ajudá-los a se interessar pelo universo das letras e dos livros. 

Deixar livros infantis à vista também é interessante. Nessa época de aprendizado não é necessário se preocupar tanto com os conteúdos, até porque as crianças começarão a ler aos poucos. Por isso mesmo que a maior parte das obras para crianças de 6 ou 7 anos são pequenas, com poucas páginas e muitas ilustrações

Outro aspecto que ajuda nesse processo, e não apenas durante o isolamento social, é o exemplo. Assim como as crianças costumam imitar gestos e até o linguajar dos mais velhos, elas podem copiar o comportamento daqueles que leem, ainda que eventualmente. 

A alfabetização é uma fase que demanda muita paciência de estudantes, professores e família. Em tempos de pandemia, em que as telas dominam o ensino, o cuidado deve ser ainda maior para que não se perca o interesse no aprendizado. Como visto, além do papel da escola e dos familiares, empresas de tecnologias estão pensando em soluções para melhorar a educação.