Dentro do ambiente de uma escola, existe a atuação de inúmeros profissionais além do professor, diretor e inspetor de alunos. Entre eles, podemos citar o orientador educacional, responsável pelo chamado currículo oculto, ou seja, aquele que não está na grade curricular oficial. Assim, é ele quem acompanha a formação dos valores e ética dos alunos.

Quer aprender mais sobre essa profissão? Então, continue lendo este post e veja as possibilidades tanto em escolas públicas quanto nas privadas.

O que faz um orientador educacional?

Atuando ao lado dos coordenadores pedagógicos, o orientador educacional tem uma função muito importante na formação dos estudantes. Isso porque é ele quem contribui para ampliar o leque de conhecimentos dos alunos no que diz respeito aos ensinamentos sobre sociedade, política, questões emocionais e morais.

Inicialmente, ele era o responsável pela orientação profissional, aspecto que ficou a cargo da Psicologia Educacional.

No dia a dia, o orientador educacional desenvolve atividades que fortalecem a relação dos alunos com a comunidade ao redor, enfatizando o sentimento de valorização da consciência.

Dessa maneira, campanhas educativas são promovidas, principalmente para valorizar a cidadania, a defesa do meio ambiente, o combate aos preconceitosetc.

Assim, existem várias atribuições que fazem parte da rotina do profissional, tais como:

  • planejamento das orientações educacionais;
  • participação na elaboração do currículo da escola;
  • desenvolvimento de atividades extracurriculares;
  • orientação vocacional e auxílio nas escolhas dos alunos;
  • análise da situação da comunidade ao redor;
  • avaliação e acompanhamento dos alunos;
  • atividades de integração entre família, escola e comunidade.

Qual a função do orientador educacional?

Além dos aspectos descritos, é função de um orientador educacional fortalecer o elo no processo de aprendizagem, fazendo com que os alunos desenvolvam bons sentimentos e tenham uma vida mais livre.

Dessa forma, esses profissionais estimulam os jovens a buscarem um lugar no mundo, uma profissão, tudo de maneira honesta e pelos caminhos corretos, sem entrarem para o submundo do crime organizado.

Trata-se de um processo que ajuda na formação do ser humano, com compromisso para cada individualidade, explorando o intelecto, a visão crítica, socioafetiva e moral. Dessa forma, podemos elencar algumas atividades, conforme descrevemos a seguir.

orientador educacional

Administrativa

O orientador educacional tem várias funções como no setor administrativo ao lado do coordenador pedagógico e do diretor da escola. Juntos, eles tomam as decisões referentes aos planos de aulas, calendário, eventos, atividades extras etc.

Assim, se unem para construir o projeto político pedagógico da unidade escolar, sempre com foco na integração e sociabilidade.

Formação dos estudantes

Apesar da formação ser algo que deve ser uma premissa das famílias, a escola também se responsabiliza por esse papel. E o orientador educacional contribui para incutir valores e reflexões na mentalidade das crianças, adolescentes e jovens.

Com isso, é possível trabalhar com os estudantes vários temas, desde a solução de conflitos até casos de bullying.

Orientação aos docentes

Outra função se dá na orientação aos docentes em relação às metodologias utilizadas, cumprimento do cronograma de aulas e também de recursos extras para manter a qualidade do ensino.

O orientador educacional também pode ajudar os professores a entenderem os comportamentos dos alunos.

Acompanhamento

A análise constante do desempenho dos alunos é outra rotina desse profissional, que faz sessões de atendimento.

Nos encontros, são enfatizados diversos temas, como organização, assimilação do conteúdo, e a conscientização como um todo.

E ainda é função do orientador conversar em certas ocasiões com os pais, sempre com foco na melhoria constante.

Orientação vocacional

A orientação vocacional também é uma atividade que faz parte do dia a dia do orientador educacional, sempre de olho nas aptidões e habilidades de cada jovem.

Esse aspecto ajuda a evitar escolhas malsucedidas, encurtando o espaço de tempo entre o Ensino Médio e a faculdade, ou com o mercado de trabalho.

Como ser um orientador educacional?

Para ser orientador educacional, é necessário fazer um curso superior em Pedagogia ou em Psicologia, mas alguns que fazem especializações em Psicopedagogia, mesmo sendo de outras faculdades, também podem atuar na função.

Além do estudo, é preciso ter algumas características referentes ao trabalho, como gostar do ambiente escolar, ter uma linguagem acessível, ser objetivo na comunicação, gostar de ouvir e ser compreensivo nas orientações.

Outra característica fundamental é entender a cognição e suas influências na mente e no coração e, é claro, gostar de ensinar. Quem tem cursos extras em gestão e Administração consegue se destacar ainda mais na profissão, pois o leque se amplia.

Além disso, o orientador educacional precisa investir no autoconhecimento para transmitir ensinamentos bem alicerçados e com caráter humanizado.

Afinal, as dinâmicas e elaboração das metodologias necessitarão de um olhar bem apurado com foco em uma formação sólida e alicerçada na ética.

Onde estudar para ser orientador educacional?

O curso de Pedagogia é oferecido em várias faculdades nos modelos presencial, semipresencial ou EAD. Veja algumas instituições de ensino que oferecem essa formação:

  • Centro Educacional Anhanguera;
  • Faculdade Pitágoras;
  • Cruzeiro do Sul virtual;
  • Universidade Norte do Paraná (Unopar);
  • Unip;
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp);
  • Universidade Federal de São Paulo (Unifesp);
  • Universidade de Taubaté (Unitau);
  • Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS).

Já o curso de Psicologia somente existe na modalidade presencial. Analise alguns locais:

  • Centro Educacional Anhanguera;
  • Universidade Cruzeiro do Sul;
  • Universidade Cidade de São Paulo;
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Unesp;
  • PUC/SP;
  • Unip;
  • Universidade Estácio de Sá.
Eligis - teste vocacional e profissional

Dia do orientador educacional

Anualmente, o dia do orientador educacional é comemorado em4 de dezembro,como forma de homenagear os profissionais pelos serviços prestados no que diz respeito ao aprendizado dos alunos.

Portanto, saiba que essa profissão é muito gratificante, pois é possível observar inúmeras melhoras no desenvolvimento dos alunos, em um acompanhamento que faz toda a diferença na vida.

Aliás, é importante destacar que escolas que contam com um bom orientador educacional geralmente têm menos casos de violência, maior integração com a comunidade e oficinas que preparam os jovens para a realidade do mercado de trabalho, ou seja, trata-se de uma profissão que semeia excelentes frutos.

E você, chegou até aqui, mas ainda não se decidiu? Então, experimente o nosso teste vocacional e analise o curso que mais se encaixa com a sua personalidade.

Você pode gostar também