Com o avanço da Covid-19 e a cobertura midiática sobre o que o coronavírus ou mesmo outros micro-organismos podem causar aos homens em nível global, muitos jovens acabaram descobrindo e se encantando pela profissão de biomédico. Com isso, logo surgiram perguntas sobre como é a formação para o ramo e se há Biomedicina EAD.

Esse interesse é totalmente justificável. Afinal, embora essa área da saúde nem sempre esteja nos holofotes, é inegável que ela tem um papel fundamental no combate às doenças, especialmente aquelas com potencial pandêmico.

Foi com isso mente que preparamos este post especial. Aqui você vai saber não só se é possível cursar essa graduação a distância, mas também quais são os diferenciais que ela tem e como é o panorama do mercado. Animado? Então confira!

Existe curso de Biomedicina EAD?

Por enquanto, não há Biomedicina EAD. Se você está interessado nessa formação terá que fazê-la presencialmente ou, dependendo da instituição de ensino, realizá-la semipresencialmente. Isto é, quando uma parte da grade curricular é ofertada online e todas as demais disciplinas e atividades acadêmicas são realizadas no campus.

Inclusive, em posicionamento oficial, o Conselho Federal de Biomedicina (CFBM) apontou que é contrário ao formato 100% EAD e nem mesmo o reconhece. De acordo com o órgão, os serviços de saúde demandam uma capacitação diferenciada e de caráter essencialmente presencial.

Dessa forma, os futuros profissionais que vão atuar no setor podem conhecer de perto as políticas públicas de saúde vigentes no país, integrar serviços universitários assistenciais prestados gratuitamente à comunidade e ter uma prática de atuação humanizada.

Além disso, eles vão participar de atividades interdisciplinares e multidisciplinares com outros segmentos do mercado (como a medicina, a nutrição, a fisioterapia etc.) e fazer parte de projetos de pesquisa, extensão e produção científica que envolvem trabalho de campo.

Como é o curso de Biomedicina?

O curso de Biomedicina conta com dez semestres de duração e é ofertado apenas como bacharelado. O motivo disso é simples: essa é uma formação que tem dois eixos de ensino. O primeiro deles o introduz aos conceitos biológicos, fisiológicos e químicos relacionados à saúde e à ação patológica dos micro-organismos.

Já o segundo, por sua vez, o aproxima da realidade do mercado de trabalho e como a carreira do biomédico pode ser desenvolvida — o que inclui, por exemplo, as especialidades disponíveis na área.

Qual a grade curricular Biomedicina?

A grade curricular de Biomedicina proporciona um estudo bem diversificado a respeito dos agentes patológicos existentes na natureza (assim como as características deles) e os procedimentos para identificar novos micro-organismos, mutações ou variantes.

Além disso, ela debate por meio de diferentes conteúdos a relevância do processo imunológico, as funções do corpo humano, o papel social e comunitário na contenção e expansão de doenças, as etapas dos diagnósticos laboratoriais, as intervenções bioquímicas em tratamentos de saúde etc. Veja, abaixo, algumas das matérias desse curso:

  • Bioquímica Aplicada à Saúde; 
  • Princípios Físico-Químicos Laboratoriais; 
  • Relações Parasitas e Hospedeiros; 
  • Patologia Geral; 
  • Bacteriologia Clínica;
  • Gestão, Qualidade e Segurança do Paciente.

Quais as faculdades que ofertam Biomedicina?

Até aqui já ficou mais do que claro que não há faculdade de Biomedicina EAD. Portanto, você não deve pesquisar por isso, mas sim por instituições que tenham um complexo de laboratórios bioquímicos com boa e moderna infraestrutura. Afinal, tanto na graduação presencial quanto na graduação semipresencial, as aulas práticas ocorrem neles.

Aliás, boa parte da sua formação é passada dentro desses ambientes, onde você desenvolve as habilidades técnicas, avaliativas, gerenciais e de biossegurança para manejo de amostras, fármacos, equipamentos, softwares de leitura de dados e muito mais.

Abaixo, listamos algumas faculdades que são referência em qualidade de ensino no país e que ofertam o curso de Biomedicina. Fique atento a elas:

biomedicina ead

Qual o valor do curso de Biomedicina?

Em geral, o valor do curso de Biomedicina fica entre R$ 500,00 e R$ 900,00. No entanto, é preciso ter em mente que essa é só uma média, não um limite fixo. Além disso, cada faculdade tem uma política de preço diferente.

Inclusive, ela varia até mesmo internamente entre os cursos que o local oferta, os tipos de habilitação deles (bacharelado, licenciatura e tecnólogo) e a modalidade das aulas (presencial, EAD e semipresencial).

Por isso, é interessante que você estabeleça um teto de gasto que pode ter com as mensalidades da graduação. A partir daí, é só fazer um levantamento de valores nas faculdades para encontrar aquelas que cabem no seu orçamento.

“E se, mesmo após todo esse trabalho, os custos da formação em Biomedicina forem além do que eu posso pagar? O que devo fazer?”, você deve estar se perguntando — e com motivo. Porém, se isso acontecer, não se desespere e dê tudo por perdido, ok?

Você pode entrar em contato com as instituições para checar quais delas oferecem bolsas ou descontos para os estudantes e quais os requisitos necessários para ter acesso a esses benefícios. Além disso, sempre há a possibilidade de você se candidatar ao Programa Universidade para Todos (Prouni) ou mesmo ao Financiamento Estudantil (Fies).

Como é o mercado de trabalho na área?

O setor de biomedicina é um dos mais ramificados do mercado, o que significa que não vão faltar opções de trabalho a serem seguidas e aperfeiçoadas no seu futuro. Abaixo, nós listamos alguns exemplos que estão em alta e rendem tanto estabilidade de carreira quanto boa remuneração. Acompanhe!

Banco de sangue

Nesse campo, o biomédico é responsável por realizar procedimentos bioquímicos no material sanguíneo que foi coletado ou extraído para transfusão, garantindo que eventuais patologias sejam identificadas e o produto seja direcionado para o receptor adequado.

Farmacologia

Aqui, o biomédico realiza avaliações sistemáticas acerca da ação, da efetividade e do surgimento de efeitos colaterais de medicamentos que já são comercializados ou que serão lançados pela indústria farmacêutica.

Imunologia

Nesse segmento, o trabalho do biomédico é monitorar e estudar as reações do sistema imunológico (de pessoas ou animais) diante do contato com vírus, bactérias, fungos etc.

Toxicologia

Ao escolher essa carreira, você desenvolve e supervisiona procedimentos para detectar como substâncias naturais ou químicas com potencial tóxico afetam o organismo humano, podendo causar sequelas e até mesmo a morte.

Como foi explicado, fazer Biomedicina EAD ainda não é possível. Portanto, é preciso se planejar para ter uma formação com enfoque presencial e que vai demandar de você bastante comprometimento com atividades de estudo, pesquisa e extensão.

Por isso, não deixe de fazer o teste vocacional do Orientu. Afinal, ter a certeza de que está na graduação certa é o primeiro passo para um melhor aproveitamento acadêmico!

Você pode gostar também