Sendo um dos cursos mais concorridos do Brasil, a faculdade de Medicina atrai a atenção de muitos vestibulandos que se esforçam imensamente para conseguir a aprovação no vestibular, seja da própria instituição ou por meio de uma boa nota no Enem.

A carreira é promissora, já que o profissional é muito requisitado no mercado, ainda mais diante da pandemia do coronavírus.

Se o seu sonho é ser médico, venha com a gente e confira este post que traz informações imperdíveis sobre essa carreira tão importante e ampla, além de mencionar algumas das principais especialidades. Vamos lá?

Sobre o curso de Medicina

Embora seja uma graduação de difícil acesso nas faculdades particulares — em razão dos altos valores das mensalidades—, o curso de Medicina também existe em instituições públicas, sejam elas estaduais, federais ou autarquias municipais (com preços bem mais acessíveis).

O curso tem uma duração de seis anos na formação do clínico geral e mais dois de residência médica, momento em que o aluno escolhe qual especialidade deseja seguir.

Sendo uma profissão que exige dedicação extrema, tanto na faculdade quanto no dia a dia, as aulas são integrais, inclusive com algumas disciplinas aos sábados.

De uma maneira geral, podemos dizer que a faculdade de Medicina é dividida em três momentos distintos. Vamos explicar cada um deles rapidamente.

Básico

Trata-se das disciplinas introdutórias que geralmente duram do primeiro ao segundo ano. Essa fase da graduação é composta, quase integralmente, de ensinamentos teóricos.

Clínico

Esse período se estende até o quarto ano, com mais tempo sendo dedicado à convivência. Isso quer dizer que, nessa fase, os futuros médicos têm seus primeiros contatos com os pacientes nos hospitais-escola.

Sempre acompanhados e monitorados pelos professores, os alunos já começam a participar dos procedimentos mais comuns à rotina de um profissional.

Internato

O último momento é a fase de estágio. Ele acontece nos dois anos finais e requer muito conhecimento prático dos estudantes.

No internato, os alunos passam pelas áreas de clínica, pediatria, ginecologia e cirurgia, ficando alocados nesses setores por 12 semanas. Eles também são apresentados a outras especialidades, como dermatologia, oftalmologia, medicina preventiva, psiquiatria e otorrinolaringologia.

faculdade de medicina

Como é a faculdade de Medicina?

A faculdade de Medicina é a formação mais longa do Brasil. Esforço recompensado, tendo em vista que se trata de uma das cinco profissões com os melhores saláriosdo país.

A graduação é no nível bacharelado, e nos primeiros anos as disciplinas abordam o corpo humano, como fisiologia, anatomia, patologia, farmacologia etc.

Há muitos ensinamentos em laboratórios e práticas em cadáveres. Após o terceiro ano, os atendimentos já são nos hospitais-escola.

Apesar de cada instituição de ensino definir a própria grade curricular, as disciplinas devem sempre seguir as diretrizes do Ministério da Educação. Entre elas, podemos citar.

  • Ambiente e Saúde;
  • Anatomia Humana;
  • Aspectos Legais da Prática Médica;
  • Biofísica Médica;
  • Clínica Cirúrgica;
  • Bioquímica Médica;
  • Epidemiologia;
  • Imunologia Médica;
  • Microbiologia Médica;
  • Saúde Mental;
  • Emergências Médicas;
  • Saúde do Idoso;
  • Trauma;
  • Saúde do Trabalhador etc.

Após a conclusão dos seis anos, chega o momento da escolha de uma especialidade para ser estudada e praticada na residência médica. No Brasil, há mais de 50 especialidades, tais como:

Faculdade de Medicina: preço

Das faculdades de São Paulo até as do Centro-Oeste, passando pelas do Sul e Norte do país, todas têm algo em comum: o alto valor das mensalidades.

Trata-se de uma característica marcante nos cursos particulares de Medicina. Assim, os preços variam de R$ 4.000 a R$ 13.000.

Geralmente, as melhores faculdades particulares estão concentradas no Sudeste e a média das mensalidades fica em torno de R$ 6.200.

Faculdade de Medicina: qual a duração do curso?

Como já informamos acima, a faculdade de Medicina tem uma duração de seis anos, mais dois de residência em regime integral.

É possível conciliar as disciplinas ao longo dos anos e existe um limite de até 12 anos para um aluno se formar. Antes da residência, forma-se apenas clínico geral, ou seja, quem conclui uma especialidade consegue alçar voos mais promissores na profissão.

Faculdade de Medicina da USP

A Universidade de São Paulo (USP), uma das mais bem conceituadas da América Latina, oferece o curso de Medicina nos campus da capital paulista e em Ribeirão Preto.

São 175 vagas por ano, e a faculdade aceita a nota obtida no Enem por meio do Sistema de Seleção Unificado (Sisu). A média é de 780 pontos, um dos mais altos de todas as graduações.

Apesar de já ter sido o vestibular mais concorrido do Brasil em muitos anos, agora Medicina na USP perde no quesito concorrência para Engenharia Aeronáutica.

Melhores faculdades de Medicina

Além da USP, as faculdades federais de Medicinae as estaduais estão no ranking das melhores do Brasil. A lista é extensa. Veja algumas:

  • Universidade de Campinas (Unicamp);
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo;
  • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC);
  • Universidade Federal de São Paulo (Unifesp);
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp);
  • Universidade Federal Fluminense (UFF);
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS);
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).
Eligis - teste vocacional e profissional

Faculdades de Medicina mais baratas do Brasil

Mesmo com a média de mensalidades em torno de R$ 6.200, é possível encontrar instituições de ensino que oferecem valores abaixo desse patamar. Observe algumas delas:

  • Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública: R$ 4.410;
  • Centro Universitário do Espírito Santo: R$ 5.500;
  • Centro Universitário de Mineiros: R$ 5.800;
  • Faculdade Evangélica do Paraná: R$ 4.900;
  • Universidade Estácio de Sá: R$ 5.600;
  • Universidade Regional de Blumenau: R$ 4.300;
  • Faculdade de Medicina do ABC: R$ 5.300;
  • Centro Universitário Unirg, Piauí: R$ 3.600.

Mercado de trabalho para quem faz faculdade de Medicina

Como a Medicina trabalha com a saúde do ser humano, demanda não falta para a prática da profissão.

Inclusive, as oportunidades são imensas e, geralmente, os concursos nas prefeituras têm mais vagas do que candidatos, ou seja, é uma profissão que não tem desemprego.

Nesse cenário, as melhores oportunidades estão no Sudeste, Centro-Oeste e Sul. Além disso, as cidades do interior sempre necessitam de médicos, principalmente especialistas.

Outro campo promissor é no atendimento particular. Muitos profissionais se unem e abrem clínicas, conquistando e fidelizando os pacientes. Entre os locais de trabalhos, podemos citar: postos de saúde, hospitais, clínicas, centros de pesquisa, laboratórios, centros cirúrgicos, entre outros.

Portanto, a faculdade de Medicina tem diversos desafios, mas quem consegue concluí-la vivencia conquistas e recompensas inexplicáveis.

Se você chegou até aqui e ainda não se decidiu sobre qual profissão seguir, faça agora mesmo o nosso teste vocacional!

Você pode gostar também