Você já tem tanta certeza de que a arquitetura é o curso que você deseja fazer para ser um excelente profissional que tem até sonhado com aquelas formas livres presentes nos prédios projetados por Oscar Niemeyer? Mesmo tendo tanta certeza, se você ainda se pega pensando sobre as possíveis áreas da arquitetura, sobre salário e, sobretudo, sobre como funciona o curso superior, não se preocupe! Neste texto, vamos contar tudo sobre a profissão!

O arquiteto tem a responsabilidade de projetar ambientes que assegurem a organização espacial para que o espaço seja mais bem aproveitado. Além disso, uma grande razão dessa profissão ser tão promissora é a facilidade de adaptação às novas tecnologias, afinal, no futuro, casas e apartamentos não vão ser apenas ambientes físicos, pois o lar vai ser projetado para a integração com o digital.

Quer saber quais são as variedades de ramos dessa profissão, como funciona o curso e quais são as áreas que pagam um bom salário? Então, continue a leitura deste post!

Quais são as áreas da arquitetura?

A formação do arquiteto é bastante ampla, por isso, ele pode decidir atuar em várias áreas. Veja, abaixo, algumas especialidades para ajudar você a decidir qual é a melhor para o seu perfil!

Urbanismo

Nessa área, o arquiteto urbanista tem a função de planejar o espaço público — uma cidade, uma região ou um bairro, por exemplo. O trabalho desse profissional engloba transporte, saneamento básico e toda a infraestrutura relacionada à cidade.

Paisagismo

Essa especialidade está diretamente ligada à recomposição dos ambientes geográficos, de modo a garantir mais harmonia e bem-estar às pessoas que frequentam ou que moram no local. Para tanto, o profissional usa conhecimento arquitetônicos, noções ecológicas, artísticas e botânicas para fazer o trabalho.

O arquiteto paisagista sempre busca valorizar as áreas verdes e organizar as paisagens por meio da seleção de materiais, equipamentos, acabamentos e da definição das maneiras de executar os projetos.

Comunicação Visual

Essa é uma especialidade relacionada à parte visível dos ambientes. Identificar pontos, organizar fluxos e setorizar os espaços são alguns modos possíveis de colocar em prática a proposta na arquitetura.

Quanto aos aspectos urbanos, o profissional atua com as questões visuais da cidade e com toda a comunicação que acaba afetando o funcionamento urbano, como placas de sinalização, de alerta e de identificação.

Arquitetura Industrial

Essa especialidade apresenta uma área de atuação bem grande, projetando todas as etapas do processo produtivo. O arquiteto que atua nessa área sempre trabalha junto a outros profissionais para atingir a solução mais adequada.

Esse é um setor muito estratégico. Os projetos na Arquitetura Industrial focam no aprimoramento dos processos produtivos, como mais segurança aos operários, otimização de processos produtivos, melhoria da automatização, diminuição de perdas na produção etc.

Luminotécnica

Quem opta por seguir a carreira de arquitetura também pode investir em uma especialização em Lighting Design. Essa é uma especialidade focada no desenvolvimento da iluminação de espaços, ou seja, destinada tanto à parte funcional quanto estética.

Esse profissional é responsável pela escolha das lâmpadas, pelo cálculo luminotécnico, pela análise do ambiente e demais tarefas que proporcionam beleza e muito conforto aos ambientes.

Carreira acadêmica

A carreira acadêmica também é uma área que você pode escolher na arquitetura, principalmente se o seu objetivo for ter um bom rendimento financeiro e mais estabilidade. Ela vai permitir que você atue como pesquisador ou docente, sendo bastante indicada para os profissionais que desejam se aprofundar nos estudos da área.

áreas da arquitetura

Como é o curso de arquitetura?

O curso de arquitetura tem a finalidade de fornecer aos estudantes os conhecimentos necessários para que eles possam atuar na execução, conservação e no projeto das obras. Durante o curso superior, os alunos adquirem habilidades para supervisionar, projetar e executar obras.

A graduação mescla disciplinas da área das Ciências Humanas e da área das Ciências Exatas, por isso, tem uma grande curricular bastante diversificada. Nos primeiros anos do curso, há um grande foco em desenho e arte, com disciplinas como representação gráfica estrutural e topografia.

Nos próximos anos, os alunos estudam matérias mais específicas, como teoria da arquitetura e gestão de projetos. O curso também tem atividades voltadas para a prática, nas quais os estudantes estudam em laboratórios e realizam projetos em maquetes, por exemplo.

O curso é do tipo bacharelado e dura cerca de 4 anos. Vale lembrar que, no último, o aluno tem que fazer o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). Normalmente, no caso do curso de arquitetura, esse é um trabalho mais complexo e maior, envolvendo monografia e parte prática, como se fosse um projeto arquitetônico real. 

Veja, a seguir, quais são as principais disciplinas que compõem a grade desse curso para que você já fique por dentro do que vai estudar:

  • Computação Gráfica;
  • História da Arte;
  • Sistemas Estruturais;
  • Desenho Arquitetônico;
  • Desenho Técnico;
  • Eletrotécnica;
  • Física;
  • Conforto Ambiental;
  • Paisagismo;
  • Matemática Básica;
  • Instalações Prediais;
  • Ergonomia;
  • Ética e Legislação Profissional;
  • Geotécnica;
  • Patrimônio Histórico;
  • Sociologia Urbana e Ambiental.
Eligis - teste vocacional e profissional

Qual área da arquitetura ganha mais?

O conselho profissional destaca 11 áreas de atuação para os arquitetos no Manual do Arquiteto e Urbanista, que foi elaborado pelo órgão. Dessas áreas, 4 especialidades acabam se sobressaindo quando o assunto é salário, por meio de dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

Veja algumas delas e os valores da remuneração.

  • Professor de Arquitetura: aproximadamente R$ 15 mil.
  • Arquiteto Urbanista: aproximadamente R$ 6 mil.
  • Arquiteto de Edificações: aproximadamente R$ 6 mil.
  • Arquiteto de Interiores: aproximadamente R$ 5 mil.

É importante lembrar que, para exercer alguma dessas especialidades citadas, além do diploma do curso de arquitetura, é preciso ter um registro no CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo).

Onde estudar arquitetura?

São inúmeras as faculdades no Brasil que ofertam o curso de arquitetura, distribuídas entre instituições privadas e públicas. Listamos, abaixo, algumas das faculdades que têm autorização do MEC (Ministério da Educação) e que oferecem esse curso.

Confira:

  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) — São Paulo (SP);
  • Faculdade Unime (UNIME) — Lauro de Freitas (BA);
  • Universidade Anhanguera Uniderp — Campo Grande (MS);
  • Universidade de Cuiabá (UNIC);
  • Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) — Londrina (PR);
  • Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) — São Paulo (SP);
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade de Franca (UNIFRAN) — Franca (SP);
  • Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) — Belo Horizonte (BH);
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS);
  • Universidade Estácio de Sá (UNESA) — Ribeirão Preto (SP);
  • Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ) — São João del Rei (MG);
  • Centro Universitário Filadélfia (UNIFIL) — Londrina (PR);
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie (MACKENZIE) — São Paulo (SP).

Muitas áreas novas de atuação para os arquitetos vão surgindo devido ao constante avanço da computação e da tecnologia. Com isso, o cenário não poderia ser outro: de um lado, um potencial financeiro muito grande que o profissional pode alcançar; do outro, uma demanda sempre contínua por arquitetos para as mais diferentes possibilidades de atuação.

Vale lembrar que as áreas da arquitetura estão interligadas. Isso mostra que o profissional pode atuar em mais de uma área ao mesmo tempo. Para tanto, é imprescindível que seja escolhida uma excelente faculdade, de forma que o estudante tenha todos os conhecimentos teóricos e práticos que a profissão exige.

Como você pôde ver, são muitas as áreas da arquitetura, e o curso prepara para uma formação desafiadora, dinâmica e, sem dúvidas, para uma carreira de muito sucesso.

É uma decisão acertada investir nessa profissão, mas caso você ainda tenha dúvidas sobre a carreira que deseja seguir, faça um teste vocacional e converse com pessoas já formadas em arquitetura.

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também