Mesmo com todos os abalos ocasionados pela crise gerada pela pandemia, o agronegócio continua em alta no Brasil, inclusive sendo um verdadeiro alicerce da economia. Nesse cenário, a criação de empregos no setor está em alta, ou seja, quem faz faculdade de Agropecuária tem um amplo leque de opções para atuar, seja no campo, seja em inspeções.

Com o objetivo de ajudá-lo na escolha da profissão e também dos melhores locais para estudar, elaboramos este post com um panorama bem completo sobre o assunto. Então continue lendo e faça a diferença no mercado de trabalho!

Sobre o curso de Agropecuária

O curso de Agropecuária existe no Brasil em três níveis: técnico, superior (tecnológico) e pós-graduação lato sensu.

O primeiro é voltado para quem ainda não concluiu o Ensino Médio, sendo integrado; já o tecnológico é direcionado para quem é formado no 2º grau; e a pós, para pessoas que concluíram a faculdade.

Esse curso técnico tem uma duração média de 1.200 horas, podendo ser presencial ou a distância (EAD), com formação na área de Ciências Agrárias.

Com a formação em nível técnico, é possível obter inúmeros conhecimentos para diferentes trabalhos no campo, com a criação de animais ou de plantas.

Dessa maneira, o curso técnico em Agropecuária destina conhecimentos teóricos voltados ao manejo do solo, ao uso sustentável dos recursos naturais, à produção e aplicação de insumos, tais como:

  • sementes;
  • fertilizantes;
  • defensivos;
  • pastagens;
  • sal mineral;
  • medicamentos;
  • vacinas.

Além disso, as aulas também trazem ensinamentos referentes aos conceitos de Administração, principalmente sobre planejamento e execução de projetos, como de irrigação e utilização da água.

O curso ainda convida os alunos a refletirem sobre estratégias de reserva de alimentação animal e, até mesmo, voltadas aos seres humanos.

Outro aspecto interessantíssimo é a proposta de execução de atividades no ramo agroindustrial, da operação de máquinas e equipamentos necessários para o dia a dia no campo, tendo em vista que a utilização da tecnologia é uma tendência que veio para ficar.

fazendeiro sorrindo: faculdade de agropecuária

Como é a faculdade de Agropecuária?

A faculdade de Agropecuária é em nível tecnológico e, geralmente, traz uma grade curricular que segue uma formação que atende às exigências das necessidades de uma propriedade rural.

Ao longo das aulas, os estudantes aprenderão a legislação agropecuária e ambiental, incluindo a referente à produção e comercialização de produtos agropecuários.

Outro aspecto está ligado com os procedimentos de segurança no trabalho e manejo das pragas e outros tipos de doenças que atingem os animais ou as plantas. Veja algumas disciplinas que compõem a faculdade de Agropecuária:

  • Matemática Básica, Científica e de Pesquisa;
  • Informática;
  • Química;
  • Português;
  • Morfologia e Sistemática de Plantas de Interesse; Agronômico;
  • Bioquímica;
  • Gestão Ambiental;
  • Fisiologia Vegetal;
  • Economia Rural;
  • Nutrição Mineral de Plantas;
  • Administração e Planejamento Rural;
  • Agrometeorologia;
  • Biodinâmica, Manejo e Conservação do Solo;
  • Monitoramento Ambiental;
  • Cooperativismo e Associativismo;
  • Aquicultura;
  • Gerenciamento e Uso de Recursos Hídricos;
  • Tecnologia de Produtos de Origem Vegetal e Animal;
  • Comercialização Agrícola;
  • Desenvolvimento Regional;
  • Solos;
  • Suinocultura;
  • Sustentabilidade;
  • Topografia.

Melhores faculdades de Agropecuária

O curso de Agropecuária não é muito comum no Brasil, pois várias faculdades preferem oferecer o de Agronomia ou o técnico em Medicina Veterinária e Zootecnia. No entanto, existem algumas faculdades que já têm tradição nessa formação.

Entre as melhores faculdadesde Agropecuária, podemos citar alguns Institutos Federais. Veja alguns:

  • Instituto Federal Norte de Minas Gerais (IFNMG);
  • Instituto Federal do Paraná (IFPR);
  • Instituto Federal Mato Grosso do Sul (IFMS);
  • Instituto Federal Catarinense (IFC);
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (IFAC);
  • Instituto Federal Tocantins (IFTO);
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS);
  • Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões;
  • Fundação Roge;
  • Universidade Estadual de Goiás.

Faculdade de Agropecuária SP

Se você está procurando faculdade de Agropecuária em São Paulo, existem algumas opções no estado, principalmente na modalidade EAD.

Inclusive, se o seu sonho é atuar no campo ou na indústria que fornece produtos para fazendas, há formações complementares que podem ser concluídas após o curso técnico, tais como:

Todos os cursos citados são superiores e oferecidos na modalidade bacharelado, principalmente em faculdades existentes em São Paulo. No caso da faculdade de Agropecuária, ela é disponibilizada nas seguintes instituições de ensino:

  • Centro Educacional Anhanguera;
  • Cruzeiro do Sul Virtual;
  • Universidade Cidade de São Paulo;
  • Universidade de Franca;
  • Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR);

Quanto tempo dura uma faculdade de Agropecuária?

A média de duração de uma faculdade de Agropecuária varia de instituição para instituição.

No entanto, o mínimo exigido pelo Ministério da Educação (MEC) são 1.200 horas. Em alguns casos, a duração é de 18 meses, o que equivale a um ano e seis meses. Mas há faculdades que oferecem o curso em 16 meses.

Portanto, concluir esse curso é bem mais rápido em comparação a um de nível superior. Inclusive, muita gente faz o curso técnico em Agropecuária e depois embarca em um de bacharelado.

Quanto custa uma faculdade de Agropecuária?

Assim como o tempo de duração, os valores de uma faculdade de Agropecuária variam. A média gira em torno de R$ 450 mensais.

Mas também há mensalidades mais altas, podendo chegar a R$ 1.600. No entanto, grande parte dos cursos tem valores acessíveis, variando de R$ 400 a R$ 800.

Já no Senar, os cursos são gratuitos e com aulas a distância, ou seja, pode ser uma boa opção.

Salário do técnico em agropecuária

O profissional em agropecuária ganha uma média de R$ 1.500 por mês, mas o valor pode aumentar com o tempo de experiência.

Um gerente agrícola, por exemplo, que coordena equipes em grandes propriedades rurais, chega a faturar cerca de R$ 10.000 por mês, principalmente tendo vasta experiência.

Além disso, há oportunidades em concursos públicos para várias funções, como agente agropecuário, inspetor sanitário e industrial de produtos de origem animal, entre outras. Nesses casos, o salário inicial é de R$ 5.500 por mês.

Descubra como é o mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o técnico em agropecuária está em expansão, pois o setor é o responsável pela sobrevivência dos seres humanos. Como o Brasil atende ao mercado interno e exporta muitos produtos alimentícios, existe uma demanda em crescimento tanto em fazendas quanto em indústrias.

Aliás, o leque de atuação é amplo. Você pode atuar em empresas comerciais de agropecuária, propriedades rurais e cooperativas. E não para por aí:

  • associações rurais;
  • lojas agropecuárias;
  • assistência técnica de extensão rural e pesquisa;
  • parques e reservas naturais.

Assim, a faculdade de Agropecuária é uma excelente oportunidade para você entrar nesse promissor mercado. Afinal, o agronegócio corresponde a mais de 22% do PIB brasileiro, a soma de todas as riquezas do país. Ou seja, certamente, a sua colocação acontecerá antes mesmo do término do curso técnico.

Chegou até aqui e ainda não se decidiu? Aproveite e faça, agora mesmo, o nosso teste vocacional!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também