Muita gente considera escolher a gastronomia como alternativa de profissão pelo prazer de ter uma carreira que é bastante prática, versátil, envolve o contato com outras culturas e tradições e que, de quebra, também é um hobby. Porém, logo surge aquele questionamento sobre quanto ganha um gastrônomo no mercado nacional.

Afinal, é fácil achar notícias sobre a área, mas não informações sobre a realidade dos profissionais que atuam nela. Por essa razão, resolvemos trazer um post atual e bem completo para ajudar os vestibulandos que têm interesse nesse campo de trabalho. Acompanhe!

O que faz o gastrônomo?

Sem dúvidas, a atividade mais lembrada dos gastrônomos é a de chefe de cozinha. Quem segue essa carreira cria e assina os menus de restaurantes que trazem diferentes técnicas de cozimento, produção de molhos, mix de ingredientes, influências culinárias nacionais e estrangeiras, harmonizações com bebidas e por aí vai.

Muitos chefes, inclusive, acabam abrindo a própria rede de restaurantes quando consolidam o nome no mercado. Porém, não ache que acabou por aí, viu?

Há profissionais que elaboram refeições (petiscos, entradas, pratos principais e sobremesas) em outros ambientes, como o hospitalar — para as equipes de saúde em plantão e os pacientes internados — e o industrial — para a venda de alimentos congelados e enlatados.

outros gastrônomos decidem se tornar confeiteiros. Para tanto, investem em confeitarias, docerias, cafés e/ou bistrôs para comercializar os mais variados tipos de doces, desde bolos e tortas até macarons e cupcakes.

Outra possibilidade de trabalho é a panificação. Afinal de contas, os pães e as massas estão entre os alimentos preferidos de milhares de pessoas no mundo, além de ainda serem bastante representativos das culinárias de vários países (como é o caso da Itália).

Nos últimos anos, também se tornou comum ver profissionais da área abrirem serviços de delivery de comidas pré-prontas para atender nichos de mercado, como vegetarianos, veganos, atletas amadores e profissionais, pessoas com restrições alimentares etc.

Por fim, outra possibilidade de atuação é no segmento de eventos em que são elaborados cardápios para as mais variadas ocasiões, como casamentos, aniversários, confraternizações empresariais, encontros políticos etc.

Quanto ganha um gastrônomo?

Tem curiosidade em saber quanto ganha um gastrônomo? Pois bem, a renda média nacional de quem se forma em Gastronomia e atua no ramo é de R$ 2.537,77, conforme relatório virtual do site Salário. Porém, em muitos estados do país é comum encontrar profissionais mais bem remunerados. Por exemplo:

  • no Ceará, os ganhos de um gastrônomo são de R$ 4.145,03 mensais;
  • em Goiás, os salários costumam ser de R$ 4.064,12 mensais;
  • em Mato Grosso, eles conseguem receber remunerações de R$ 3.672,50 mensais;
  • em São Paulo, os ganhos de um gastrônomo podem chegar a R$ 2.934,56 mensais.

Quanto ganha um chefe de cozinha?

“E quanto ganha um chefe de cozinha formado em Gastronomia?”, você deve estar se questionando. Nesse caso, há perspectivas salariais bem particulares para quem escolheu esse segmento.

Geralmente, esse profissional ganha por volta de R$ 2.093,51, como mostra a pesquisa do site Salário. Já aqueles que atuam há tempo no mercado têm uma remuneração de R$ 4.128,64.

No entanto, vale se atentar a um fato importante: esse levantamento é baseado em gastrônomos que são contratados de apenas um restaurante. É cada vez mais comum ver tecnólogos em Gastronomia trabalharem em dois ou mais locais, o que não só traz mais experiência, como também aumenta a renda mensal.

pessoa temperando um prato: quanto ganha um gastronomo

Como se tornar um gastrônomo?

Infelizmente, a categoria profissional dos gastrônomos ainda não foi oficialmente regulamentada no país. Por isso, o mercado não exige que você tenha um diploma de ensino superior ou mesmo que esteja registrado em alguma associação ou conselho, sejam eles regionais ou federativos.

Apesar disso, a massiva maioria das empresas, das indústrias e, acima de tudo, do setor de restaurantes prioriza a contratação daqueles profissionais que buscam não só ter experiência, mas se qualificar a um nível acadêmico na área gastronômica

Por isso, é fundamental fazer uma faculdade de Gastronomia para deixar a concorrência para trás e conquistar oportunidades que podem mudar e expandir a sua carreira.

Quais as matérias do curso de Gastronomia?

A formação em Gastronomia é do tipo tecnóloga e dura quatro semestres. São dois anos de muita atividade prática e laboratorial não só para você aperfeiçoar o ato de cozinhar e preparar pratos, mas também se aprofundar nas características e particularidades dos alimentos.

Por tudo isso, a formação na área costuma ser presencial. Porém, há muitas instituições de ensino que têm investido no modelo semipresencial, no qual as aulas vivenciais permanecem ocorrendo no campus e as teóricas passam a ser acompanhadas virtualmente.

Independentemente de qual modalidade de ensino você escolha, a grade curricular da graduação costuma ser a mesma. Abaixo, você vê em primeira mão algumas das disciplinas que a compõem:

  • Gerenciamento de Bebidas e Alimentos; 
  • Gastronomia Brasileira e Regional;
  • Panificação;
  • Planejamento de Cardápio;
  • Serviço, Etiqueta e Cerimonial;
  • Antropologia e História da Alimentação;
  • Confeitaria.

Onde estudar Gastronomia?

A graduação em Gastronomia tem conquistado cada vez mais espaço no ensino superior brasileiro nos últimos anos, sendo incluída por diversas instituições privadas que têm investido pesado em uma formação multidisciplinar, prática e preparatória para o mercado. Abaixo, você confere algumas delas:

Para quem deseja estudar na rede pública, fica um dado importante: o simulador Sisu, ferramenta digital disponibilizada pelo Ministério da Educação, mostra que, na edição de 2019 do Enem, a menor pontuação para ingresso no curso de Gastronomia foi de 617,88, enquanto a maior foi de 741,10.

Agora que você está por dentro de quanto ganha um gastrônomo e de quais são as possibilidades de atuação do tecnólogo em Gastronomia, já sabe o que fazer: comece a traçar o seu futuro profissional. Escolha uma instituição de ensino de prestígio e que lhe garanta a melhor qualificação profissional!

Gostou do nosso post sobre o salário de um gastrônomo, mas ainda está em dúvida sobre qual curso fazer na faculdade? Então faça agora o seu teste vocacional e descubra em minutos!

Campanha Always On Cronograma
Você pode gostar também